terça-feira, 30 de junho de 2020




Allianz Parque inaugura cinema drive-in

O cinema drive-in é ótimo para assistir filmes com muito conforto, além de uma opção mais segura na pandemia. A experiência pode ser feita na arena Allianz Parque, que inaugurou o Arena Sessions. Também haverá shows, stand ups e talks presenciais.
Para segurança de todos, o Allianz Parque segue o protocolo estabelecido pelo Governo do Estado e município de São Paulo: distanciamento, higienização pessoal e de ambientes, comunicação e monitoramento. A arena conta também com seus próprios protocolos, a fim de evitar que o público desembarque dos veículos sem necessidade.
Por meio do WhatsApp, o visitante poderá solicitar sua ida ao banheiro. Será avaliado o sanitário mais próximo e em melhor condição para recebê-lo. Está previsto um serviço de alimentação que pode ser solicitado de dentro dos carros, com pedidos entregues pela janela do veículo, evitando contato.

Para conferir a programação completa, preços e adquirir seu ingresso, basta copiar e colar o link em seu navegador: 



Fonte: Catraca Livre


domingo, 28 de junho de 2020

Imagem pública internet



Para refletir
A pandemia trouxe inúmeras consequências, o que aprendemos com tudo isso?

 A pandemia trouxe inúmeras consequências para todas as áreas da nossa vida, mas também está sendo marcada pela superação, aprendizados e adaptações.
O que aprendemos com tudo o que está acontecendo co0m a Humanidade?
É hora de refletir.

-Espírito coletivo:
Percebemos o quanto dependemos uns dos outros e como é importante a união por um bem maior;

-Valorização de encontros com pessoas queridas:
Com o isolamento percebemos o quão valiosos são nossos encontros com pessoas queridas;

-Rever o estilo de vida:
Questione se os seus hábitos de vida antes da pandemia fazem real sentido; com o está sua vida agora? Avalie como está sendo seus novos hábitos;

-Descobrir novas atividades:
Aprendemos a ocupar nosso tempo de outras formas, investir mais em nós e nos cuidar melhor;

-Consumir com consciência:
A nova realidade nos ajudou a voltar nossos olhos para os pequenos negócios, que precisam de nós mais do que nunca, nos fazendo refletir também sobre o que consumimos. Avalie seus gastos hoje e compare com o mesmo período do ano passado, sem a pandemia e veja se todo o gasto antes era mesmo necessário.  


sábado, 27 de junho de 2020



Dicas para desenvolver o carisma

Tenha um excelente sábado, muita chuva aqui na Baixada Santista, tempo chato, mas extremamente necessário.
Espero que o assunto de hoje seja útil, pois achei muito interessante.
Abraços, até amanhã,
Míriam

 O carisma é essencial para influenciar pessoas de forma boa, confira algumas dicas para desenvolver essa característica em você:



-Escute mais e fale menos
Demonstre interesse pelo que o outro tem a dizer, mantenha contato visual e responda, mostre que dá importância àquilo. Concentre-se em quem está falando com você, não se distraia com celular ou outras conversas;

-Não seja vaidoso
Se preocupar demais com você, suas conquistas e saberes, facilmente te torna arrogante. Você não precisa ser o único a brilhar, concentre-se em compartilhar palavras positivas;

-Reconheça suas falhas
Seus erros devem ser ponderados e corrigidos, aceite que todos erram e use isso para se tornar melhor, aceite críticas;

-Incorpore o carisma
Analise a forma como se porta fisicamente perto de outras pessoas, muitas características de uma pessoa carismática são expressas fisicamente. Sua imagem é tão importante quanto a sua mensagem.

Fonte, pesquisa: UOL educação e imagens públicas

sexta-feira, 26 de junho de 2020



 Videogames são aliados na quarentena

Olá, excelente sexta-feira a todos nós, tempo nublado “com cara de chuva” aqui na Baixada Santista.
Recebi essa dica por e-mail de leitor da página para disponibilizar mais uma opção de entretenimento para a quarentena. E tem muitas histórias de games com cunho histórico. Eu não jogo, mas assisto e adoro!
Agradecemos o leitor Marcos Vinícius pelo envio da dica de hoje, valeu e continue a nos enviar opções culturais e de entretenimento.


Os videogames são apenas uma forma de entretenimento simples, mas para muitas pessoas eles são porta aberta para infinitas realidades. Esta imersão vivenciada pelos jogadores é o que pode tornar os videogames grandes aliados neste momento de quarentena.



Que tal tirar do armário o equipamento que não estava sendo muito usado para que você possa se manter ativo? Tornar o exercício algo mais atrativo, por exemplo, é o principal auxílio que os videogames proporcionam na hora de começar a suar a camisa.

Os únicos alertas são para as questões de segurança — como tomar cuidado com os arredores e com o piso, para não escorregar. Outra orientação é fazer pausas de 15 ou 20 minutos para tomar água e descansar um pouco.
Pesquisadores indicam que não é qualquer tipo de jogo que vai trazer uma sensação de alívio, mas, na medida certa, eles podem se tornar uma forma de brincadeira saudável, além de ser ótimo aliado para manter sempre ativas as funções cerebrais.

Espero que a postagem seja útil, abraços, até amanhã.
Míriam


Colaboração: leitor Marcos Vinícius e imagens de domínio público
Fonte: R7  

quinta-feira, 25 de junho de 2020


Amplie o vocabulário

Olá, bom dia e excelente quinta-feira.
Para esta semana a coluna Dicas da Língua Portuguesa chama a atenção para um ponto importante para todo mundo que é ampliar o vocabulário deixando-o mais rico. E uma dica para ajudar acontecer é a troca verbos, para que certos verbos não apareçam repetidas vezes no mesmo texto.

-Substitua o verbo “dar”
Ele não me deu o relatório completo.
Substitua por:
Ele não me entregou/ enviou o relatório completo.

-Troque o verbo “ter”
Teve uma forte emoção.
Substitua por:
Viveu/ passou por/ sofreu uma forte emoção.

-Verbo “fazer”:
Fazia dez relatórios mensais.
Ele pode ser substituído:
Escrevia/ redigia/ produzia dez relatórios mensais.

Vale ressaltar que verbos curinga como “dar”, “ter” e “fazer” não estão errados gramaticalmente. Mas se o objetivo é aumentar o vocabulário e ser mais específico, procure explorar as possibilidades que a língua portuguesa nos oferece em termos de uso de palavras.
Uma simples troca pode ajudar, e muito a aumentar o seu vocabulário!

Fonte: Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Educação Continuada
Imagem: pública internet

quarta-feira, 24 de junho de 2020



Hábitos para reduzir o envelhecimento do cérebro

Olá, tenha um ótimo dia!
Lendo uma matéria no Portal UOL quando me deparei com essas dicas legais para manter a saúde do cérebro, gostei e disponibilizo aqui na página, pois é o momento de termos muita saúde e bem-estar por conta da pandemia.
Espero que a dica ajude, obrigada, abraços.


Envelhecer é inevitável. Envelhecer bem, com autonomia e domínio das funções cognitivas depende dos nossos hábitos. O cérebro começa a envelhecer por volta dos 30 anos e para preservá-lo afiado é preciso adotar algumas atitudes.
Assim como ocorre com outros órgãos do corpo (pele, ossos e olhos, por exemplo), o cérebro começa a envelhecer por volta dos 30 anos. Lapsos de memória (tipo esquecer nomes, palavras que estavam na ponta da língua ou onde deixou objetos), raciocínio mais lento e dificuldade no processamento de informações tornam-se mais comuns por volta dos 60 anos, e não precisam ser motivo de preocupação se não chegam a atrapalhar a rotina ou impedir atividades. São perdas cognitivas previstas à medida que a idade avança, resultantes de falhas na comunicação entre os neurônios e da diminuição na capacidade de criar novas conexões, mas que podem ser potencializadas por hábitos de vida nocivos.



Veja as principais dicas:

-Fazer atividade física:
Melhora a irrigação sanguínea/oxigenação no cérebro, modula os níveis de neurotransmissores ligados ao humor/bem-estar, previne doenças cardiovasculares e ajuda a controlar o estresse;

-Frequentar a escola:
Pessoas que passam mais anos estudando têm menos risco de apresentar sintomas de declínio cognitivo na fase adulta;

-Manter conexões sociais:
Cultivar uma rede de relacionamentos sólidos e saudáveis protege a saúde física e mental, enquanto a solidão é potencialmente prejudicial;

-Relaxar:
Estresse em excesso provoca alterações químicas e estruturais no cérebro, levando à destruição de neurônios e dificultando a atividade no hipocampo.

-Dormir bem:
O cérebro possui uma espécie de sistema de autolimpeza que é ativado durante o sono e ajuda a eliminar toxinas do sistema nervoso central.

Leia a matéria na íntegra:


Fonte: Portal UOL e imagens de domínio público

terça-feira, 23 de junho de 2020





Hair Love ganhador do Oscar de melhor curta

Olá, excelente terça-feira a todos nós.
Assisti e gostei e disponibilizo para quem tiver em interesse, pois vale a pena. O curta é simples e animado com mensagem tocante.
Abraços,


Hair Love, ganhador do Oscar de melhor curta de animação de 2020, de apenas seis minutos, é uma história divertida e emocionante, simples, mas muito eficaz, que mostra um pai penteando os cabelos indomáveis da filha.
Unindo dois temas ainda considerados tabus, aborda a reinvenção da masculinidade tradicional ao mostrar uma imagem absolutamente positiva da paternidade, mas que surge também da necessidade de encontrar maior presença negra nos espaços.











Os padrões de beleza geralmente esquecem os cabelos afro e a pele negra. Até pouco tempo, parecia que um cabelo liso e brilhante era o único símbolo possível de beleza. Poucos anúncios de cosméticos incluíam mulheres negras ou cabelos afro. Um hábito tão cotidiano quanto o cuidado com as madeixas parecia, infelizmente, excluir uma boa parte da população.
A beleza do curta está em algo tão simples quanto o cuidado com o cabelo um elemento de união e representatividade, procurando romper, de alguma forma, com o preconceito racial e com a tradição dos papéis de gênero em que as mulheres são responsáveis por pentear as meninas.

Para assistir:

Fonte: site A Mente é Maravilhosa e imagens retiradas do curta

segunda-feira, 22 de junho de 2020




Cantinho da Poesia traz “Procura da Poesia” do livro A Rosa do Povo

Olá, bom dia.
A coluna Cantinho da Poesia brinda esta semana com a poesia Procura da Poesia de Carlos Drummond de Andrade, poema que faz parte do livro A Rosa do Povo.

Procura da Poesia

Não faça versos sobre acontecimentos.
Não há criação nem morte perante a poesia.
Diante dela, a vida é um sol estático,
não aquece nem ilumina.
As afinidades, os aniversários, os incidentes pessoais não contam.
Não faças poesia com o corpo,
esse excelente, completo e confortável corpo, tão infenso à efusão lírica.
Tua gota de bile, tua careta de gozo ou de dor no escuro
são indiferentes.
Nem me reveles teus sentimentos,
que se prevalecem do equívoco e tentam a longa viagem.
O que pensas e sentes, isso ainda não é poesia.
Não cantes tua cidade, deixa-a em paz.
O canto não é o movimento das máquinas nem o segredo das casas.
Não é a música ouvida de passagem; rumor do mar nas ruas junto à linha de
espuma.
O canto não é a natureza
nem os homens em sociedade.
Para ele, chuva e noite, fadiga e esperança nada significam.
A poesia (não tires poesia das coisas)
elide sujeito e objeto.
Não dramatizes, não invoques,
não indagues. Não percas tempo em mentir.
Não te aborreças.
Teu iate de marfim, teu sapato de diamante,
vossas mazurcas e abusões, vossos esqueletos de família
desaparecem na curva do tempo, é algo imprestável.
Não recomponhas
tua sepultada e merencória infância.
Não osciles entre o espelho e a
memória em dissipação.
Que se dissipou, não era poesia.
Que se partiu, cristal não era.
Penetra surdamente no reino das palavras.
Lá estão os poemas que esperam ser escritos.
Estão paralisados, mas não há desespero,
há calma e frescura na superfície intata.
Ei-los sós e mudos, em estado de dicionário.
Convive com teus poemas, antes de escrevê-los.
Tem paciência, se obscuros. Calma, se te provocam.
Espera que cada um se realize e consume
com seu poder de palavra
e seu poder de silêncio.
Não forces o poema a desprender-se do limbo.
Não colhas no chão o poema que se perdeu.
Não adules o poema. Aceita-o
Como ele aceitará sua forma definitiva e concentrada
no espaço.
Chega mais perto e contempla as palavras.
Cada uma
tem mil faces secretas sob a face neutra
e te pergunta, sem interesse pela resposta,
pobre ou terrível, que lhe deres:
Trouxeste a chave?
Repara:
ermas de melodia e conceito
elas se refugiaram na noite, as palavras.
Ainda úmidas e impregnadas de sono,
rolam num rio difícil e se transformam em desprezo.

Fonte: mundo vestibular; site poesias. Imagens de domínio público

sábado, 20 de junho de 2020




Tours virtuais exploram pontos turísticos

Olá, excelente sábado a todos, neste início de inverno.
E para as pessoas que adoram visitar pontos turísticos, já que presencialmente não pode, que tal acessar e conferir virtualmente?
Dos lugares em questão conheço o Coliseu, que é sensacional toda a sua história, a construção, enfim, vale a pena conferir.
Vejam que lugares inusitados, basta clicar nos links ou copiá-los em seu navegador e se divertir!
Abraços.


- Grande Muralha da China:
Pode ser visitada através de dois links:


- Coliseu de Roma:
É possível admirá-lo através de vídeo e imagens pelos links:




- Chichén Itzá:
O sítio arqueológico no México pode ser visto no site:

- Machu Picchu:
Explore o destino turístico, muito popular, pelos links:

Fonte: Portal UOL, imagem pública internet (sítio) e arquivo próprio (Coliseu) 

quinta-feira, 18 de junho de 2020





Expressões erradas da Língua Portuguesa

Olá, muito bom dia.
Na coluna desta semana, expressões muitas vezes erradas são usadas no dia a dia pela grande maioria das pessoas. Conhecer essas expressões é uma boa forma de tentar evitar a sua utilização.


Acompanhe algumas expressões:


“Para mim fazer” - A forma correta é para eu fazer. 

“Entre tu e eu” - A forma correta é entre mim e ti. 

“Nada haver” - A forma correta é nada a ver.  

“Meio-dia e meio” - A forma correta é meio-dia e meia. 

“Fazem dois anos” - A forma correta é faz dois anos. 

“Daqui há pouco” - A forma correta é daqui a pouco. 

“Há dez anos atrás” - A forma mais correta é há dez anos.  

“Meia cansada” - A forma correta é meio cansada. 

“Nada demais” - A forma correta é nada de mais. 

“Afim de” - A forma correta é a fim de.  


Espero que a dica tenha ajudado na boa escrita.
Abraços.


Fonte: Dicionário online de português; fale certo e imagens de domínio público 

Livro sobre texto e gramática Dicas da Língua Portuguesa Olá, tenha um dia iluminado! Para esta semana, destaco a indicação d...