Translate

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Oba, que hoje é feriado! Que bom, não precisar ir trabalhar e ficar só no bem bom!
Hoje deixo o conto O carona, é bom ficar esperto se você costuma pegar carona com desconhecidos...
Para os fãs de Gal Costa, tem show da cantora neste domingo, 8.
Também tem mais música vindo por aí, atenção que Bob Dylan fará turnê no Brasil.
Tem diversão com Choro de Bolso e também lançamento de livro na Bolsa do Café, veja as novidades da Realejo Eventos para este final de semana.
Para finalizar, conheça um pouco sobre o feriado de Sexta-Feira Santa.
Bem amigos, espero que tenham gostado.
Grande beijo e até amanhã.
Miriam


Miniconto
O carona

O rapaz viajava sempre de carona. Não tinha medo, pois o que ele não queria era andar de ônibus.
Conhecia as mais diversas pessoas, de todas as idades, gostos e personalidades.
Certa noite, ao sair do serviço muito tarde, apostou voltar para casa pegando a bendita carona.
Um carro escuro parou em frente ao rapaz e abriu o vidro.
— Estou indo em direção ao Centro, você quer carona? — Disse a voz suave vindo de dentro do carro.
— Quero sim, pois acho que não tem mais ônibus. — Respondeu Marcos.
Ao sentar, Marcos ficou maravilhado com o luxo do automóvel, que de fora, parecia um carro comum. O carro tinha um painel maravilhoso cheio de novidades, era perfumado e muito espaçoso.
Os dois homens foram conversando amenidades. O papo estava tranquilo e o motorista andava devagar. 
O homem do carro luxuoso ofereceu uma bebida a Marcos, que aceitou agradecendo pela gentileza.
O homem continuava falando sobre sua vida e dizia-se solitário.
Nisso, Marcos começou a ficar sonolento, suas pálpebras pesavam muito. Ele foi se aconchegando no banco do carro e acabou adormecendo.
Pronto, estava dormindo completamente, num sono profundo.
O homem entrou com o carro na garagem de uma clínica. No estacionamento, vieram ajudá-lo a tirar Marcos do carro.
...

... Marcos acordou num banco de jardim, em uma praça pouco movimentada e não se lembrava de nada, apenas sentia muita dor.
-------------------------------
Gal Costa apresenta turnê do novo disco em show gratuito


      A mistura entre a voz de Gal Costa e as composições de Caetano Veloso sempre resultou em canções preciosas.

Parceiros musicais desde a época do grupo Doces Bárbaros, a dupla voltou a se reunir em 2011 para lançar “Recanto”, disco de inéditas que mescla sonoridades eletrônicas com violão e guitarra.
Após estrear no Rio de Janeiro, a cantora apresenta o show da turnê do novo disco neste domingo, 8, às 11h30, no Parque da Juventude, com entrada franca. Hits de diferentes épocas que foram eternizados na voz de Gal, como as tropicalistas “Baby” e “Divino Maravilhoso” também são lembrados no repertório da apresentação.
Gal Costa sobe ao palco acompanhada dos músicos Domenico Lancellotti (bateria), Pedro Baby (guitarra e violão) e Bruno Di Lullo (baixo e violão). Saiba mais, clique aqui...


----------------------------
Acompanhe a programação da
Realejo Eventos

---------------------------------
Atenção fãs de Bob Dylan
O cantor em breve estará no Brasil

O ingresso mais caro para a turnê de Bob Dylan no Brasil custa R$900, destinado ao camarote do Credicard Hall, em São Paulo. Na mesma casa, é possível adquirir uma entrada por R$ 75, meia-entrada para plateia superior, que não dá visão plena do palco. Além de São Paulo, só o Rio de Janeiro possui diferenças de valores tão grandes entre os diferentes tipos de ingressos. Nos demais lugares, os preços variam entre R$ 70 e R$ 250.
Bob Dylan cumpre no Brasil uma excursão por cinco capitais: Rio de Janeiro (Citibank Hall, 15 de abril), Brasília (ginásio Nilson Nelson, 17 de abril), Belo Horizonte (Chevrolet Hall, 19 de abril), São Paulo (Credicard Hall, 21 e 22 de abril) e Porto Alegre (Pepsi on Stage, 24 de abril).

Serviço:
Bob Dylan em São Paulo
Local: Credicard Hall (Av. das Nações Unidas, 17.981)
Dias: Sábado e domingo (21 e 22/4). Sábado, às 22h e domingo, às 20h
Ingressos: Camarote 1 (R$900, meia R$450), Camarote 2 (R$800, meia R$400), Cadeira VIP (R$900, meia R$450), Cadeira 1 (R$750, meia R$375), Cadeira 2 (R$650, meia R$325), Poltrona 1 (R$550, meia R$275), Poltrona 2 (R$450, meia R$225), Plateia superior 1 (R$250, meia R$125), Plateia superior 2 (R$200, meia R$100), Plateia superior 3 (R$180, meia R$90), Visão parcial - plateia superior (R$150, meia R$75)

----------------------------------
Sexta-Feira Santa

Sexta-Feira Santa é a Sexta-Feira antes do Domingo de Páscoa. É a data em que os cristãos lembram o julgamento, crucificação, morte e sepultura de Jesus Cristo, através de diversos rituais religiosos.
Também conhecida como Sexta-Feira da Paixão, a Sexta Feira Santa é um feriado móvel. Celebra-se entre 22 de Março e 25 de Abril e serve de referência para outras datas, sendo a primeira Sexta feira de lua cheia após o equinócio de Primavera no hemisfério norte, ou o equinócio de Outono, no hemisfério sul, celebrado a 21 de março.
Na Igreja Católica este dia faz parte do Tríduo Pascal (composto pela Quinta-Feira Santa, Sexta-Feira Santa e Vigília Pascal, o período mais importante do ano litúrgico. A Igreja celebra e contempla a paixão e morte de Cristo e é o único dia em que não se celebra a Eucaristia.
Os católicos praticantes fazem jejum e a abstinência da carne, em respeito ao sacrifício de Cristo na cruz.
Na noite de Sexta-Feira Santa a Igreja realiza a Via Sacra, uma oração que tem como objetivo levar os cristãos a meditar na paixão, morte e ressurreição de Cristo.

Cuba declara feriado de Sexta-Feira Santa a pedido do papa

Cuba declarou a próxima Sexta-Feira Santa como feriado em reconhecimento a um pedido do papa Bento 16 e sua "visita transcendental" à ilha, informou a mídia estatal neste sábado. O governo comunista decidirá posteriormente se tornará a Sexta-Feira Santa, dia em que os cristãos comemoram a morte de Cristo, um feriado permanente, segundo a imprensa local. O feriado será celebrado neste ano em 6 de abril.
Bento 16 solicitou o feriado, parte das celebrações da Páscoa, em reunião na terça-feira, em Havana, com o presidente Raúl Castro, disse o Vaticano. Após a revolução cubana de 1959, o então líder Fidel Castro acabou com os feriados religiosos, como parte da transformação ao comunismo.
Ele restabeleceu o Natal para honrar um pedido do papa João Paulo, quando este visitou Cuba em 1998, em viagem que marcou a volta das boas relações entre a Igreja e o Estado cubano, que melhoraram nos últimos anos. 


Nenhum comentário: