Translate

domingo, 25 de março de 2012

Olá amigos queridos, vamos aproveitar o domingo, último dia do final de semana e curti-lo a cada momento. Aliás, a vida deve ser desta forma, ficar estressado e preocupado só faz mal à saúde e nos envelhece a cada minuto.
Bem, vamos em frente com a continuação do conto Criaturas... hoje tem mais algumas linhas sobre a história.
Tem a programação semanal da CPFL Cultura, que sempre tem novidades para o sábado, domingo e segunda, com música contemporânea e o tradicional Café Filosófico.
Para hoje, reservei uma programação especial, entrevista com a escritora de Literatura Fantástica e também poetisa Dione Mara Souto da Rosa, que lançará ainda neste ano dois livros, leia mais e veja o book trailler.
Espero que tenham gostado e é sempre um prazer recebê-lo (a) aqui na página.
Beijo grande e até amanhã.
Miriam

Continuação do conto Criaturas

...

     Há quilômetros de distância da Terra, astrônomos da Ilhas Canárias avistaram algo estranho na Lua. Da Espanha, os especialistas convocaram astrônomos, cientistas, biólogos, arqueólogos e tradutores dos Estados Unidos, da Inglaterra e de outros países para uma reunião emergencial, devido a estranha descoberta.
     Os cientistas partiram para a ilha de Palma onde se encontra o observatório para a avaliação da descoberta.
     
     Reunidos e observando do telescópio, boquiabertos o grupo de estudiosos viu na Lua, os mesmos seres que há meses sobrevoaram a Terra.
    Aproximaram o máximo as lentes do telescópio e lá estavam as criaturas, pousadas em nosso satélite natural. Eram seres imensos, com mais de 15 metros de extensão desde a cabeça até a cauda, tinham bicos, o corpo sem penas, mas todo escamoso e brilhante, asas parecidas com as de dragão das histórias, olhos e garras enormes e eram milhares. Eram criaturas escuras e estavam imóveis, como que aguardando por alguma coisa, um sinal ou uma ordem.
   Apavorado, o grupo não conseguia entender o que faziam lá, iriam nos atacar? Estavam nos observando para quê?
   Rapidamente o exército do mundo todo ficou de prontidão.
    Atacariam ou não os seres pousados na Lua?
   Dias e dias os cientistas observavam as criaturas e estas permaneciam na mesma posição.
   Os especialistas não tinham uma definição para o ser, pois nada do que já apareceu e viveu na terra semelhava-se ao animal, nem mesmo os monstros criados por escritores e cineastas.
    Estava difícil entender a vivência do ser porque não tínhamos parâmetros para aquilo em nenhum momento de nossa vasta história, desde mesmo a pré-história.   Nem registro ou fóssil encontrado fora sequer parecido ao que estavam a estudar. Eram criaturas jamais vistas pelos homens.
    Os cientistas, mesmo sem respostas, não conseguiram fazer com que os governos esperassem, pois não queriam alarmar a população e muito menos os governantes.
    Sendo assim, dos Estados Unidos seriam enviados mísseis de alta potência para acabar com os seres. Não sabiam o que as criaturas queriam, mas ficar esperando seria prudente demais para que o planeta sofresse, caso o fosse.
    O dia e a hora para o ataque aos seres já estava programado. A contagem regressiva iria se iniciar em breve. 
    Os governantes mundiais sabiam do risco que poderia ocorrer com esse ataque, porém, alguma coisa deveria ser feita.
   Das Ilhas Canárias, os seres eram observados, e da lua, nós também...
...

Continua amanhã


------------------------------------
CPFL CULTURA

Concertos CPFL 
música contemporânea: “O violino na metrópole”

“O violino na metrópole”, peças de cinco compositores brasileiros contemporâneos (Willy Correa de Oliveira, Rodrigo Lima, Marcus Siqueira, Marcus Alessi Bittencourt e Maurídio de Bonis) para violino solo com Simona Cavuoto.

O programa Concertos cpfl – música contemporânea tem uma hora de duração e vai ao ar todos os domingos, às 21 horas, pela Rádio Cultura FM, 103,3 em São Paulo (que também pode ser acessada via internet), com  João Marcos Coelho. O apresentador comenta as obras, inclui comentários feitos ao vivo pelos participantes das gravações, além de mostrar trechos de algumas das obras executadas com o apoio da CPFL Cultura.



Café Filosófico
Consumo: predatório ou consciente? 
Ricardo Guimarães


A palestra aborda diferentes aspectos do desejo de consumir vis a vis os valores éticos que as pessoas professam – e também o esforço que as empresas fazem – aquelas que têm programas consistentes de sustentabilidade – para se relacionar com os consumidores de modo diferente.

Palestra de Ricardo Guimarães.
Vídeos das palestras de Campinas





Eventos





O Café Filosófico CPFL vai ao ar na TV Cultura às 22h.


--------------------------------
ENTREVISTA ESCRITORA E POETISA DIONE MARA SOUTO DA ROSA

Olá, Dione Mara, é um prazer recebê-la e agradeço por ter concedido a entrevista.

Miriam Santiago: Dione, você que é formada em Direito, com Pós-Graduação em Direito Processual Civil, formada em piano clássico, Teoria e História da Música, está cursando Letras e ainda arruma tempo para a escrita. Conte como surgiu sua carreira de escritora e em que ano aconteceu?

Primeiramente quero agradecer a oportunidade de conversar com você sobre o meu trabalho. Escrevo desde os tempos de adolescência. Em 2004 resolvi reunir meus poemas e nasceu “O Sétimo Portal”, depois “O Segredo da Rosa” em que trabalho com a forma dos sonetos em rima, métrica e versificação.


Miriam Santiago: Você já publicou O Sétimo Portal, O Segredo da Rosa e participou nas antologias Draculea 1 e 2, Metamorfose 1 e 2, No Mundo dos Cavaleiros e Dragões e Sobrenatural de Ademir Pascale e também À Sombra do Corvo e Grimoire dos Vampiros, entre outras antologias. Fale sobre o seu novo romance. Quando será lançado?

Na verdade, tenho dois trabalhos em vias de publicação. O romance é “Luar de Sangue”, e a temática é sobre vampiros e sacerdotisas celtas. Uma história que se passa na minha cidade de Curitiba, depois Viena, Paris, Braila e Hunedoara na Romênia. Trabalho o passado medieval na Inquisição no qual surgem três sacerdotisas celtas, o sofrimento de uma jovem que sem saber quem realmente personifica, se machuca com objetos cortantes por causa do desprezo de um homem. Ao buscar o suicídio, um misterioso e temperamental homem surge num sequestro que a levará aos limites de suas emoções, em que o ódio e a paixão serão separados pela mais tênue linha. Rituais celtas, disputa de poder pelos gêmeos vampiros, um Condado, um rei atraiçoado, um julgamento celta presidido por druidas e uma grã-sacerdotisa são temas desta história repleta de amores e sentimentos opostos.
Não há data prevista para o lançamento, pois está em análise com editores.

Lançarei no segundo semestre, meu livro de contos com a Editora Alcantis do Roberto Laaf e o título é “De rosas e de sangue – contos, minicontos e poemas sobrenaturais”. Reúno vários contos selecionados em antologias, além de outros inéditos, bem como poemas e sonetos góticos.

Miriam Santiago: Dione, além de escritora de Literatura Fantástica, você também é poetisa. Conte-nos os prêmios recebidos em poesia e livros lançados.

Meu primeiro prêmio veio com a participação em concurso de sonetos. Fiquei em segundo lugar nacional com o soneto “Jardim de Rosas” na antologia “Sonetos de Amor e de Oração” da Litteris Editora. Depois seguiu a seleção nas antologias de Ademir Pascale, Georgette Silen, Litteris Editora, Julio Rocha em literatura fantástica. Fui igualmente selecionada na antologia poética do M.D.Amado - “À Sombra dos Corvos”, Litteris Editora - “Poemas e Poetas nova geração” e do Eddy Khaos -  “Contos Vampíricos” que será lançada este ano.
Em 2011 fui indicada ao Codex de Ouro, prêmio em poesia com o livro “O Segredo da Rosa” organizado pelo Roberto Laaf do Rio de Janeiro.


Miriam Santiago: Novos projetos para este ano em poesia?

Sim, será lançada brevemente a antologia “Versos Vampíricos”, organizada por Eddy Khaos”.


Miriam Santiago: Dione, onde seus admiradores encontram seus livros?

Meus livros solo “O Sétimo Portal” e “O Segredo da Rosa” a venda é diretamente comigo e o contato é via e-mail.
Na internet há venda de todas as antologias, inclusive com os organizadores Ademir Pascale, Litteris Editora, Julio Rocha, Georgette Silen e M.D. Amado pelo site da Estronho.


Miriam Santiago: Dione, o que você recomenda aos novos escritores?

O caminho é difícil e depende de muita paciência. Eu estou trabalhando firme para realizar meus objetivos e sei que estou apenas no começo. Acredito que persistência, leitura e, sobretudo, um emprego que possa garantir o sustento é o ideal, pois a dedicação exclusiva a escrever gera ansiedade.


Miriam Santiago: Finalizando, deixe seus contatos para que possamos acompanhar seus lançamentos e escritas.

Muito obrigada, Miriam, mais uma vez pela oportunidade e desejo à você muito sucesso em todos os setores da sua vida.

Meu blog é “Escrevendo com rosas e sangue”
Facebook: Dione Souto da Rosa

Miriam Santiago: Obrigada pela entrevista e boa sorte nessa nova empreitada e sucesso. Abraços.


Book Trailler – Luar de Sangue:




Nenhum comentário: