quinta-feira, 12 de julho de 2018


Coluna Dicas da Língua Portuguesa
Expressões Redundantes

Olá amigos, excelente dia a todos nós. Friozinho gostoso aqui na Baixada Santista, amo!
Na coluna Dicas da Língua Portuguesa de hoje, vamos relembrar Expressões Redundantes, que estão presentes quase sempre na linguagem e muitas vezes, não nos damos conta. Acompanhe:

Quando ocorre redundância?
Quando, numa frase, repete-se uma ideia já contida num termo anteriormente expresso. Assim, as construções redundantes são aquelas que trazem informações desnecessárias, que nada acrescentam à compreensão das mensagens. No dia a dia, muitas pessoas utilizam tais expressões sem perceber que, na verdade, são inadequadas.
Exemplos:

-Eu e minha irmã repartimos o chocolate em METADES IGUAIS.

-O casal ENCAROU DE FRENTE todas as acusações.

-Adoro tomar CANJA DE GALINHA.

-O estado EXPORTOU PARA FORA menos calçados este ano.

-Quando AMANHECEU O DIA, o sol brilhava forte.

-Tiradentes teve sua CABEÇA DECAPITADA.

-A criança sofreu uma HEMORRAGIA DE SANGUE e foi parar no hospital.

-HÁ muito tempo ATRÁS fui a Portugal.

-Ela é LOUCA DA CABEÇA!

-O rapaz se INFILTROU DENTRO da festa sem ser convidado.
O verbo infiltrar já indica "para dentro"

-Pessoal, não vamos ADIAR PARA DEPOIS esta reunião!

-Será que tenho OUTRA ALTERNATIVA?
A palavra alternativa significa "outra opção". A forma correta seria: "Será que tenho alternativa?"

-Eu e meu marido CONVIVEMOS JUNTOS durante dois anos.

-A professora ACRESCENTOU MAIS UMA ideia ao projeto.

Fonte: site soportugues

Nenhum comentário: