domingo, 22 de abril de 2018


Dica cultural gratuita
100 Anos de Arte Belga

Olá, meus amigos, bom domingo a todos nós.
Semana difícil com muita correria e serviço, ontem estava cansada e não consegui chegar perto do computador. Então deixei esta dica cultural para hoje.
A dica gratuita recebi do leitor Luís Souza, que foi conferir e gostou. Caso você tenha indicação de algum evento, pode enviar, ok?
Obrigada Luís, abraços a todos.


 100 Anos de Arte Belga

A exposição, do Impressionismo ao Abstracionismo, marca as principais correntes da arte belga moderna de 1890 a 1980. O acervo do casal Françoise e Heinrich Simon inclui obras de Emile Claus, James Ensor, René Magritte, Paul Delvaux, Louis Van Lint, Pol Bury e Pierre Alechinsky, entre outros.
A exposição conta com obras de trinta e sete artistas. As seções temáticas reúnem trabalhos de diferentes movimentos, enfatizando suas características compartilhadas, revelando a essência e a originalidade da arte belga.
O binômio arte-realidade é um tema central na exposição, destacando especialmente a posição ambivalente da maioria dos movimentos modernos, que oscilam entre um compromisso sincero com o mundo real e uma rejeição ao seu contexto contemporâneo. Gradualmente, a busca precoce de autenticidade é corroída à medida que os artistas ganham liberdade. A mostra é uma celebração da arte belga moderna: a poesia, a estranheza, o mistério, seu caráter onírico e sua sátira mordaz.


Serviço:
100 Anos de Arte Belga
Quando: até 10 de junho - de terça a sábado, das 10h às 22h e domingo, das 10h às 20h
Local: Centro Cultural Fiesp – Galeria de Arte: Av. Paulista, 1313, São Paulo (em frente à estação Trianon-Masp do metrô)
Central de atendimento: (11) 3322-0050 e 0800 55 1000 (interior de São Paulo)

Nenhum comentário: