sábado, 17 de fevereiro de 2018

Exposição fotográfica itinerante Pantanal: Mundo das Águas

Bom dia amigos, excelente sábado a todos nós.
Eu vi a exposição e tem fotos maravilhosas, vale a pena, então deixo aqui a dica.

Pantanal: Mundo das Águas

Matas e rios cobrem a maior planície alagável do mundo, o Pantanal Mato Grossense. O bioma foi declarado pela UNESCO patrimônio natural da humanidade. São 263 espécies de peixes, 41 de anfíbios, 113 de répteis, 463 de aves e 132 de mamíferos. A área de 150 mil km² possui uma dinâmica singular, regida pela força das águas. Durante quatro meses o solo encharca, transformando radicalmente o cenário. A visão é de transbordo. Na estação seguinte, a vazante dá espaço para o
escoamento da imensa massa líquida. Em tempos de seca, a terra submersa volta à tona, criando bacias em torno das quais os bichos se acomodam a procura de alimento. Capivaras, jacarés, veados, antas, tamanduás, macacos, tuiuiús – a abundância da fauna em uma das maiores reservas da biosfera do planeta impressiona. À beira-rio ou no interior dos campos, a cultura pantaneira se manifesta no jeito de ser das comunidades rurais. Os moradores tradicionais dividem o espaço com a vida selvagem, vista a olho nu na época de estiagem.
A exposição itinerante revela a diversidade natural do Brasil, tão presente no trabalho de André Dib, especialista em fotografar os biomas nacionais.

André Dib     
Fotógrafo desde 2002, André Dib produz reportagens para as principais revistas de natureza, esporte e turismo do Brasil e exterior. Participou de diversas expedições no País para registrar o modo de vida dos povos tradicionais e a riqueza natural de biomas como Cerrado, Caatinga, Pantanal e Amazônia. Apaixonado pela vida ao ar livre, André escalou algumas das principais montanhas brasileiras. Ascendeu aos 11 principais picos do País e às mais
belas montanhas da América, como Aconcágua, Ojos del Salado, Illimani, Sajama, Parinacota, Cotopaxi entre outras. A natureza pulsante e a forma em que o ser humano se encaixa nela é o foco principal de seu trabalho, que não se restringe a paisagens, mas também a cenas cotidianas, e aos costumes e tradições de um mundo diverso em suas origens.
André ganhou diversos prêmios nacionais e internacionais com temas relacionados à natureza. Entre eles estão o ABB Photo Competition, em Zurique, na Suíça; dois prêmios FUNARTE, no Brasil; e dois Latinos Americanos de Fotografia, presidido pelo fotógrafo da Magnum René Burri. Levou o primeiro prêmio no Festival Internacional de Filmes de Montanha, e foi finalista do prêmio HSBC de Jornalismo, com o tema sustentabilidade.
O fotógrafo trabalha também em projetos de livros. Clicou os cenários do livro Parques Nacionais Brasileiros, lançado pela Editare, em 2014, trabalhou no livro da E-Pharma, sobre saúde nos rincões do Brasil, lançado pela Auana Editora, em 2014, e atualmente trabalha no projeto do Livro Madeira-Mamoré, na Amazônia, ainda em fase de execução. A força das imagens capturadas "in loco" e o desafio de buscar inspiração em lugares isolados e de difícil acesso tornaram-se a marca da trajetória do fotógrafo. Seja a seis mil metros de altitude, nos escarpados picos andinos ou na umidade verde da Amazônia, a lente de Dib sempre consegue enquadrar algo mais vivo, mais atrevido, mais inédito, mais belo, mais significativo.

Projeto itinerante
O projeto apresenta obras originais ou reproduções fotográficas, criando circuitos alternativos de mostras de artes visuais nas unidades do SESI-SP e nas indústrias associadas por meio do Programa Caixa de Cultura.

Serviço:
Exposição fotográfica Pantanal: Mundo das Águas
Quando: até dia 02/03, de segunda a sexta, das 11h às 17h e sábados, das 11h às 15h
Local: saguão do Palácio Saturnino de Brito – Av. São Francisco, 128, Centro, Santos (sede da Sabesp na Baixada)

Entrada gratuita

Nenhum comentário: