quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Logo no Mês de Janeiro

Olá queridos amigos, excelente quarta-feira a todos nós!
E com “Logo no Mês de Janeiro” me despeço do livro “As palavras voam”, de Cecília Meireles que li e me encantei com esta obra-prima.
Abraços, até amanhã,
Míriam

Logo no Mês de Janeiro



Logo no mês de janeiro,
apertei a tua mão.
Vou passar o ano inteiro
nessa mesma posição.

Se queres, te prendo.
Se queres, te solto...
E se queres me arrependo,
e se queres ainda volto...

(Não rias,
porque é verdade,
tu parecias
a felicidade.)

As palavras voam

As palavras voam, livro de poesia de Cecília Meireles.
Composta por 55 poemas, a obra foi organizada por Bartolomeu Campos de Queirós, poeta e escritor que, como ela, sabia ver beleza na simplicidade.
Editora Global.
“Visitar os mistérios da existência guiados pela intuição poética de Cecília Meireles é um privilégio maior. Com sensibilidade e inteligência, sua poesia alivia nossas dúvidas, nos acorda para os encantos dos dias, nos enche de auroras como se o tempo todo inteiro só fosse feito de manhãs. “ É com essa delicadeza que Bartolomeu Campos de Queirós reuniu em As Palavras Voam, o que há de mais singelo na obra de Cecília. Ele, que como ela, sabia ver beleza na simplicidade e dedicou sua arte aos pequenos e aos nem tão pequenos assim.
Lançado pela Global Editora, a seleção de Bartolomeu nos revela a poeta que fala das coisas mais profundas e bonitas da essência humana. Com olhar leve e sincero, Cecília nos ensina a encarar o mundo de frente, um lugar em que não existem apenas flores e passarinhos, mas também lágrimas, noite e escuridão, sem nunca perder a ternura. “Nenhum aspecto a que está sujeita a alma, desde as incertezas até as provisórias verdades, ficou esquecido em sua obra”, diz Bartolomeu na apresentação do livro.
As palavras de Cecília Meireles voam e alcançam a todos, independente da idade e da cidade. E, ao final deste livro, vemos tudo com outros olhos, mais maduros e mais sensíveis, capazes de aproveitar a maravilha das pequenas coisas da vida.

Cecília Meireles

Cecília Benevides de Carvalho Meireles (1901 - 1964) foi poetisa, pintora, jornalista e professora, considerada umas das maiores escritoras brasileiras. 

Nenhum comentário: