segunda-feira, 26 de junho de 2017

Seu nome é Hoje
Poema de Gabriela Mistral

Bom dia queridos amigos, que tal iniciarmos a semana com um poema? Então deixo aqui “Seu nome é Hoje”, da poetisa Gabriela Mistral, espero que gostem. Abraços,
Míriam

Somos culpados de muitos erros e muitas falhas, mas nosso pior crime é abandonar as crianças, desprezando a fonte da vida.
Muitas das coisas que precisamos podem esperar.
A criança não pode.
É exatamente agora que seus ossos estão se formando, seu sangue é produzido, e seus sentidos estão se desenvolvendo.
Para ela não podemos responder "Amanhã".


Gabriela Mistral
Gabriela Mistral (1889-1957), pseudónimo escolhido de Lucila de María del Perpetuo Socorro Godoy Alcayaga, foi uma poetisa, educadora, diplomata e feminista chilena, agraciada com o Nobel de Literatura de 1945.
Gabriela Mistral nasceu em Vicuña, Chile, no dia 7 de abril de 1889. Desde jovem, demonstrou interesse pela escrita e pela docência. Sua vida foi marcada por episódios trágicos: o suicídio do namorado e o suicídio de um sobrinho, fatos que refletiram em sua poesia.
Em 1914, ganhou um concurso de poesia e em 1922 publicou seu primeiro livro de poemas, “Desolação”, onde os temas são o amor, as mágoas e as perdas. Como professora, tornou-se uma referência na Pedagogia – elaborou as bases do sistema educacional do México.
Gabriela foi consulesa do Chile e representou seu país em Nápoles, Madri e Rio de Janeiro. Em 1914, tornou-se o primeiro nome da América Latina a vencer o Prêmio Nobel de Literatura – na época, morava em Petrópolis, no Rio de Janeiro.
Sua poesia é mística e está cheia de lirismo. Faleceu em Nova Iorque, Estados Unidos, no dia 10 de janeiro de 1957.


Nenhum comentário: