quinta-feira, 4 de maio de 2017

Imagem divulgação Google
Dicas da Língua Portuguesa

Olá pessoal, semana passando rápido, que bom.
Hoje é dia da coluna Dicas da Língua Portuguesa.
Pesquisei alguns erros mais comuns no mundo do trabalho e a explicação gramatical correta, pois infrações à norma culta da língua são uma constante no mundo corporativo – e em qualquer nível hierárquico.
Vamos então a cinco erros e suas correções que nos deparamos em nosso dia a dia com qualquer pessoa.

“Obrigado” / “Obrigada”

Errado: Muito obrigado! – disse a funcionária.
Certo: 
Muito obrigada! – disse a funcionária.
Por quê? 
Homens devem dizer “obrigado”. Mulheres dizem “obrigada”. A flexão também ocorre no plural: “Muito obrigadas! – disseram as garotas ao professor.”

 

“Menos” ou “Menas”

Errado: Os atendentes fizeram menas tarefas hoje.
Certo: 
Os atendentes fizeram menos tarefas hoje.
Por quê?
 “Menas” não existe. Mesmo referindo-se a palavras femininas, use sempre menos. Ex: Havia menos pessoas naquele departamento.

 

“Descriminar” / “Discriminar”

Errado: Os produtos estão descriminados na nota fiscal.
Certo: 
Os produtos estão discriminados na nota fiscal.
Por quê? 
Discriminar significa separar, diferenciar. Descriminar significa absolver, inocentar. Ex: O juiz descriminou o jovem acusado.

 

“Acerca de” / “a cerca de”

Errado: Estavam discutindo a cerca de política. 
Certo: 
Estavam discutindo acerca de política.
Por quê?
 Acerca de significa “a respeito de”. A cerca de indica aproximação. Ex: Eu trabalho a cerca de 5 km daqui.

 

“Meio-dia e meio” / “Meio-dia e meia”

Errado: Nesta empresa, o horário de almoço inicia ao meio-dia e meio.
Certo: 
Nesta empresa, o horário de almoço inicia ao meio-dia e meia.
Por quê? 
O correto é meio-dia e meia, pois o numeral fracionário concorda em gênero com a palavra hora. 


Fonte: Rosângela Cremaschi, professora de comunicação escrita na Faap e consultora na RC7

Nenhum comentário: