quarta-feira, 22 de março de 2017

Crônica Pilões

Olá meus amigos hoje se comemora o Dia Mundial da Água, data criada no intuito de chamar a atenção de pessoas de todo o mundo sobre a importância de se economizar água, bem finito e muito escasso em muitos países de nosso globo terrestre.
Também se pretende nesta data verificar ações de prevenção contra o uso inadequado do líquido.
Aproveitando essa importante comemoração, minha participação na Revista Conexão Literatura de Março foi com a crônica Pilões, que disponibilizo aqui para vocês.
Espero que apreciem, obrigada,
Míriam

Crônica Pilões
Por Míriam Santiago

Março é o mês da água e diante da importância deste bem finito para a nossa sobrevivência, surgiu o Dia Mundial da Água. Essa data, comemorada no dia 22 de março, foi criada em 1992 pela Organização das Nações Unidas (ONU) e visa à ampliação da discussão sobre esse tema. E minha publicação deste mês na revista comemora esta importante data destacando Pilões, uma das captações de serra da Baixada Santista, localizada no município de Cubatão


Mês passado estive em Pilões, visitando o lugar para fazer uma matéria, mais uma de tantas que já fiz, entre captações, reservatórios e obras ambientais.
A Estação de Tratamento de Água (ETA) Pilões é um lugar daqueles que sempre tenho vontade de voltar, não importa quantas vezes eu vá. Lá eu me sinto bem, vendo deslizar entre pedras águas cálidas e límpidas do rio Pilões, vindas lá do alto da serra, misturando-se ao verde da mata circundante.
A paisagem se completa com o todo do local. Tudo é perfeito lá, uma sincronia de sons da natureza, onde Vivaldi com certeza comporia mais uma bela sinfonia. O cantar dos passarinhos se junta à melodia produzida pela água do rio que desce rápido não se importando com tantas rochas que estão em seu caminho.
Meu coração bate mais forte naquele lugar, quando meus olhos se fixam no todo daquela paisagem deslumbrante. Para mim, a sensação de bem-estar que preenche todo o meu ser é sempre igual, tal qual cheguei a Pilões pela primeira vez, quando fui agraciada com um banho de pétalas que plainavam suavemente até se findarem as águas da queda d´água.
A estação que hoje pertence a Sabesp, há mais de 100 anos fora construída por outra empresa, Companhia City. Sabiamente os ingleses escolheram um lugar abençoado para fornecer água à população.
Em Pilões eu me sinto livre, meus pensamentos voam como as aves habitantes daquele lugar, bem alto, até se perder de vista.
Lá, me lembro de meu passado, quando eu costumava andar por trilhas e desbravar a natureza, conhecendo lugares maravilhosos deste meu Brasil verde e amarelo, País que abriga os mais belos encantos naturais da Mata Atlântica, considerada um dos ecossistemas mais ricos do mundo em diversidade de espécies de árvores raras, frutos e animais silvestres.  


Nenhum comentário: