quinta-feira, 23 de março de 2017

Coluna Dicas da Língua Portuguesa
Escreva certo

Bom dia queridos amigos, hoje é quinta-feira e dia da coluna Dicas da Língua Portuguesa – escreva certo.
E vamos relembrar mais três exemplos que costumam causar dúvidas na hora da escrita.
Obrigada, abraços,
Míriam


“Senão” / “Se não”

Errado: Nada fazia se não reclamar.
Certo: Nada fazia senão reclamar.
Por quê? Senão significa “a não ser”, “caso contrário”.
Se não é usado nas orações subordinadas condicionais. Ex: Se não chover, poderemos sair.

 

“Onde” / “Aonde”

Errado: Aonde coloquei minhas chaves?
Certo: Onde coloquei minhas chaves?
Por quê? Onde se refere a um lugar em que alguém ou alguma coisa está. Indica permanência. Aonde se refere ao lugar para onde alguém ou alguma coisa vai. Indica movimento. Ex: Ainda não sabemos aonde iremos.

 

“Visar” / “Visar a”

Errado: Ele visava o cargo de gerente.
Certo: Ele visava ao cargo de gerente.
Por quê? O verbo visar, no sentido de almejar, pede a preposição a. 
Obs: Quando anteceder um verbo, dispensa-se a preposição “a”. Ex: Elas visavam viajar para o exterior.


Fonte: Exame.com 

Nenhum comentário: