quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Palestra na Realejo Livros
O exercício do filosofar e as questões cotidianas

A Editora FiloCzar, o Instituto Interseção e Realejo Livros convidam para a palestra “O exercício do filosofar e as questões cotidianas”, com Monica Aiub.

Diante dos incômodos da existência, muitas pessoas buscam soluções na farmácia ou no consultório médico, desejando respostas rápidas para seus problemas existenciais. Longe dos modismos que oferecem “pílulas de filosofia”, prometendo resolver os problemas, pode a filosofia nos auxiliar a repensar a existência, a nos apropriarmos de um conhecimento sobre nós mesmos e sobre o mundo em que vivemos, a fim de construirmos novos modos de viver?



A santista Monica Aiub, filósofa clínica, doutora em Filosofia pela PUC-SP, responsável pelo Interseção – Instituto de Filosofia Clínica de São Paulo, autora de livros e artigos em Filosofia, apresentará sua trajetória de estudos, pesquisas e trabalhos em Filosofia Clínica, atuando no consultório de Filosofia e desenvolvendo pesquisas em interface com a Filosofia da Mente e a Neurociência.

Como destaque de sua apresentação, sua publicação mais recente: Peirce e a neurociência do século XXI: Reflexões sobre filosofia e medicina, da Editora FiloCzar.

Serviço:
Palestra “O exercício do filosofar e as questões cotidianas”, com Monica Aiub
Quando: nesta sexta, dia 17/11,às 19h30

Local: Realejo Livros  - Av. Mal. Deodoro, 2, Gonzaga, Santos
Entrada Franca
Informações: (13) 3289-4935

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

15ª edição do Festival 
de Cinema Curta Santos

Olá meus amigos, excelente feriado a todos nós.
Para quem gosta do Curta Santos, vá se programando, pois a 15ª edição começa nesta sexta (17).
Abraços,
Míriam



A 15ª edição do festival de cinema Curta Santos começa a partir desta sexta-feira (17/11) e até o dia 23, diversos pontos de Santos e Cubatão serão ocupados com exibições de filmes, oficinas e apresentações musicais. 
A abertura do evento, com o tema "Tabu", acontece às 16h, no Parque Municipal Roberto Mário Santini, no Emissário Submarino, no José Menino, na orla da praia de Santos (canal 1).
Entre as atrações previstas para a abertura estão aulas abertas de yoga e parkour e feira com Encontro dos Criadores (16h); intervenção artística do coletivo de hip hop Dinamick Breaks, que comemora 25 anos de existência (17h); Show da Banda Querô, em homenagem aos 15 anos do Instituto Arte no Dique (18h); Mostra internacional de videodança com a Cia Etra (18h30); Bateria da Escola de Samba União Imperial (19h30) e Quarteto de Cordas Martins Fontes: Trilhas & Temas (20h).
Até o dia 23, o evento conta com ampla programação.

Acompanhe no site do evento:


Fonte: Curta Santos e jornal A Tribuna

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Bate-papo Liga da Justiça: 
Enfim, as lendas reunidas

Bom dia amigos, preparados para mais um feriado? Eu sim, embora fique com o celu do plantão imprensa, mas tudo bem, faz parte da profissão.
Recebi convite de meu amigo jornalista e crítico de cinema para participar deste evento e disponibilizo a quem tiver interesse, abraços,
Míriam


O bate-papo Liga da Justiça acontece nesta terça-feira, dia 14/11, das 19h30 às 20h45, no Roxy Premium Lounge by Cozinha Zero Treze, em Santos.
Tendo em vista a estreia da Liga da Justiça Filme no Roxy, o Roxy Premium Lounge by Cozinha Zero Treze realiza, no projeto Cinema Expresso, esse encontro.
O evento conta com Alexandre Fidélis Martuscelli e Rodrigo Piovezan, da Santos Comic Expo, Henrique Heo, um dos maiores colecionadores do país, e André Azenha, crítico de cinema e jornalista, que falam sobre o grupo de heróis da Terra.
A atividade conta ainda com sorteio de brindes, como álbuns de figurinhas da Liga, cortesia da HEO Design. O sorteio valerá para quem consumir no mínimo R$ 20 durante o debate. O Roxy Premium Lounge fica na Avenida Ana Costa, 465, primeiro piso do Pátio Iporanga.

A pré-estreia do filme acontece de terça pra quarta, à 0h01, no Roxy 5.

Ingressos à venda: 
http://cineroxy.com.br/filme/liga-da-justica-pre-estreia

Liga da Justiça, o filme:
Alimentado por sua fé restaurada na humanidade e inspirado pelo ato de altruísmo de Superman, Bruce Wayne busca a ajuda de sua nova aliada, Diana Prince, para encarar um inimigo ainda maior. Juntos,
Batman e Mulher-Maravilha trabalham rapidamente para encontrar e recrutar um time de meta-humanos para encarar essa ameaça recém-desperta. Mas apesar da formação dessa liga sem precedentes de heróis - Batman, Mulher-Maravilha, Aquaman, Ciborgue e Flash - talvez seja tarde demais para salvar o planeta de um ataque de proporções catastróficas. O filme tem estreia prevista para 15 de novembro de 2017 nos cinemas brasileiros. 


 Trailer:


Serviço:
Bate-papo Liga da Justiça - Enfim, as lendas reunidas
Quando: dia 14/11, das 19h30 às 20h45
Local: Roxy Premium by Cozinha Zero Treze- Avenida Ana Costa, 465, primeiro piso do Shopping Pátio Iporanga, Gonzaga, Santos (estacionamento pago no local)
Mais informações: (13) 3877-6742 

segunda-feira, 13 de novembro de 2017


Rústica, de Florbela Espanca

Bom dia e bom início de semana a todos nós, com direito a mais um feriado!
E nesta segunda, no Cantinho da Poesia, vamos recordar Florbela Espanca, autora que faz parte da coletânea de poesias portuguesas.


Ser a moça mais linda do povoado. 
Pisar, sempre contente, o mesmo trilho, 
Ver descer sobre o ninho aconchegado 
A bênção do Senhor em cada filho. 

Um vestido de chita bem lavado, 
Cheirando a alfazema e a tomilho... 
- Com o luar matar a sede ao gado, 
Dar às pombas o sol num grão de milho... 

Ser pura como a água da cisterna, 
Ter confiança numa vida eterna 
Quando descer à "terra da verdade"... 

Deus, dai-me esta calma, esta pobreza! 
Dou por elas meu trono de Princesa, 
E todos os meus Reinos de Ansiedade. 

Florbela Espanca

Florbela Espanca (1894-1930) foi poetisa portuguesa, autora de sonetos e contos importantes na literatura de Portugal. Foi uma das primeiras feministas de Portugal. Sua poesia é conhecida por um estilo peculiar, com forte teor emocional, onde o sofrimento, a solidão, e o desencanto estão aliados ao desejo de ser feliz.
Florbela Espanca (1894-1930) nasceu na vila de Viçosa, Alentejo Portugal, no dia 8 de dezembro de 1894. Filha de Antónia da Conceição Lobo, que faleceu em 1908. Florbela é então educada pela madrasta Mariana e pelo pai, João Maria, que só a reconheceu como filha depois de sua morte. Estudou no Liceu, em Évora, concluindo o curso de Letras. Seu primeiro poema é escrito em 1903 “A Vida e a Morte”. Atuou como jornalista na publicação Modas & Bordados e na Voz Pública, um jornal de Évora.

Florbela d'Alma da Conceição Espanca tem hoje seus versos admirados em todos os cantos do mundo, diferentemente do que aconteceu quando ainda viva, época em que foi praticamente ignorada pelos apreciadores da poesia e pelos críticos de então. Os dois livros que publicou, por sua conta, em vida, foram "O Livro das Mágoas" (1919) e "Livro de "Sóror Saudade" (1923). Às vésperas da publicação de seu livro "Charneca em Flor", em dezembro de 1930, Florbela pôs fim à sua vida. Tal ato de desespero fez com que o público se interessasse pelo livro e passasse a conhecer melhor a sua obra. Dizem os críticos que a polêmica e o encantamento de seus versos é devido à carga romântica e juvenil de seus poemas, que têm como interlocutor principal o universo masculino.

domingo, 12 de novembro de 2017

Hoje tem Cora Coralina 

no SESC Santos


Bom dia pessoal. Espetáculo sobre a grande poetisa Cora Coralina hoje no SESC Santos, com ingressos bem acessíveis.
Bem, fica minha dica cultural de hoje, espero que gostem, abraços, até amanhã,
Míriam


O espetáculo conta um pouco da vida e da obra de Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas, mais conhecida como Cora Coralina, "poetisa por dom, doceira por profissão". A trajetória de Aninha vai sendo desenhada desde sua infância até sua vida adulta, em cenas que permeiam o lúdico, o real e o fantástico. As atrizes se revezam nas várias Anas, como ela mesmo se denominava, num jogo cênico dinâmico, poético, musical e sempre delineado pelas canções que ambientam os lugares por onde Cora passou. 
As músicas foram compostas originalmente para o espetáculo e são executadas ao vivo pelas próprias atrizes. Assim como o cenário, a simplicidade dos objetos de cena nos remontam à velha casa simples da ponte, morada de Cora até seus últimos dias de vida. O espetáculo é ainda inédito, e fará parte do encerramento da mostra. Cora foi a poetisa escolhida pelo grupo para marcar uma década de existência, assim como o grupo, Cora tem em sua biografia grande dedicação e amor pela literatura e pelo povo brasileiro. 

Serviço:

Cora, doce poesia

Quando: dia 12/11, às 17h30
Local: SESC Santos – Rua Conselheiro Ribas, 136, Aparecida (estacionamento pago no local)
Ingressos: R$5,00; R$8,50 e R$17,00
Mais informações: (13) 3278-9800
  
Cora Coralina
Cora Coralina (1889-1985) nasceu na cidade de Goiás, no dia 20 de agosto de 1889. Seu nome de batismo era Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas. Tornou-se doceira, ofício que exerceu até os últimos dias de sua vida. Famosos eram os seus doces de abóbora e figo.
Cora Coralina já escrevia poemas em 1903 e chegou a publicá-los no jornal de poemas femininos "A Rosa", em 1908. Em 1910, foi publicado o seu conto "Tragédia na Roça" no "Anuário Histórico e Geográfico do Estado de Goiás", usando o pseudônimo de Cora Coralina. Em 1911, Fugiu com o advogado divorciado Cantídio Tolentino Bretas, com quem teve seis filhos. Foi convidada a participar da Semana de Arte Moderna, mas é impedida pelo seu marido.
Já em São Paulo, em 1934, trabalhou como vendedora de livros na editora José Olímpio, onde lançou seu primeiro livro, em 1965, quando tinha 76 anos, "O Poema dos Becos de Goiás e Estórias Mais". Em 1976, é lançado o livro "Meu Livro de Cordel" pela editora Goiana. Mas o interesse do grande público é despertado graças aos elogios do poeta Carlos Drummond de Andrade, em 1980.
Cora Coralina recebeu o título de Doutor Honoris Causa da UFG e foi eleita com o "Prêmio Juca Pato" da União Brasileira dos Escritores, como intelectual do ano de 1983.
Cora Coralina faleceu em Goiânia, no dia 10 de abril de 1985.

Fonte: site ebiografia


sábado, 11 de novembro de 2017

Clube LeYa de Ficção Fantástica 


Bom dia pessoal. Recebi o convite para participar, mas com visita não poderei comparecer, no entanto, disponibilizo para quem tiver interesse.
Abraços, até amanhã,
Míriam

A LeYa Brasil e a Saraiva, em parceria com o site Acervo do Leitor e o grupo Reino dos Livros, realizam a 5ª edição do Clube LeYa de Ficção Fantástica, com debate:  “Universos literários: quando um livro vai muito além de um livro”.


Você sabe o que é uma obra canônica? E uma obra apócrifa?
O encontro prevê ainda fãs da ficção fantástica e as grandes obras literárias que vão muito além só de um livro ou uma série, interagindo com demais obras e mídias!

O evento acontece na Saraiva do Shopping Center Norte, neste sábado, dia 11, às 16h, entrada gratuita.

Serviço:

Clube LeYa de Ficção Fantástica - 5ª edição

Quando: dia 11/11, das 16h às 18h
Local: Livraria Saraiva do Shopping Center Norte, em São Paulo – Travessa Casalbuono, 120
Mais informações: (11) 2089-6250


sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Dica cultural gratuita no SESI Santos

O espetáculo Asas para FC, parte integrante dos 30 anos de jornada do Núcleo de Artes Cênicas do SESI-SP, retrata as drásticas mudanças em uma pequena comunidade praiana depois da aparição de FC. Questionando escolhas e tradições, a peça acontece no SESI Santos, nos dias 11 e 17 de novembro, às 20h.
Os ingressos estão disponíveis para reserva gratuita no sistema Meu SESI www.sesisp.org.br/meu-sesi
Inspirado na obra Fernão Capelo Gaivota, de Richard Bach, o espetáculo acontece em uma vila praiana de pescadores, harmonia e tradição são as palavras de ordem. No entanto, quando sonhos e conflitos pessoais emergem a partir das atitudes de FC, a comunidade não é mais a mesma. No simples cotidiano das personagens, o público se identifica com os desejos e anseios ali retratados, que os leva a refletir sobre liberdade, amor e escolhas.
A peça faz parte do trabalho coletivo do Núcleo de Artes Cênicas (NAC) do SESI Santos, sob direção de Yara Lo Martins, orientadora de Artes Cênicas do SESI-SP, e está dentro da programação do Cena Livre, temporada de espetáculos dos NACs que traz, este ano, o tema Portas Abertas.

Serviço:
Espetáculo Asas para FC
Quando: dias 11 e 17/11, às 20h
Local: Teatro do SESI Santos – Av. Nossa Senhora de Fátima, 366, Jardim Santa Maria
Capacidade: 145 lugares
Duração: 50 minutos
Classificação indicativa: Não indicado para menores de 14 anos
Modalidade: Adulto
Gênero: Comédia Dramática
Mais informações: (13) 3209-8230
Entrada gratuita
Reservas antecipadas pelo Meu SESI www.sesisp.org.br/meu-sesi
Uma cota dos ingressos será distribuída a partir de 01 hora antes do início do espetáculo

Núcleo de Artes Cênicas do SESI-SP


Com 30 anos de existência, o Núcleo de Artes Cênicas é um dos mais expressivos programas de formação em cultura do SESI-SP. Atende mais de 6 mil alunos por ano, atuando na promoção da qualidade de vida em cursos para adultos, na orientação de jovens estudantes de teatro e na expansão da criatividade infantil por meio da vivência teatral. São ao todo 21 unidades, espalhadas em 18 cidades em todo Estado - A.E. Carvalho, Catumbi (Belenzinho), Vila Leopoldina e Vila das Mercês; Grande São Paulo: Mauá, Osasco, Mogi das Cruzes e São Bernardo do Campo; litoral: Santos. Interior: Araraquara, Birigui, Campinas, Franca, Itapetininga, Marília, Piracicaba, Ribeirão Preto, Rio Claro, São José dos Campos, São José do Rio Preto e Sorocaba.

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Denise Fraga protagoniza peça gratuita no Teatro do Sesi

 

Um bom dia a todos nós! E já estamos novamente chegando ao final de semana, como está passando rápido, né? E pensando nisso, vá se programando, pois tem peça gratuita com a Denise Fraga no SESI, acompanha a programação:

 

A visita da velha senhora

 

Depois do sucesso em “Galileu Galilei”, a atriz Denise Fraga volta ao teatro, agora como a milionária Claire Zachanassian, em “A Visita da Velha Senhora”.
Nesta adaptação, ela discute a fragilidade dos valores morais, da ética e da justiça quando o dinheiro entra em jogo nas relações humanas. Na trama, Claire foi traída e abandonada na juventude pelo homem por quem estava apaixonada. Seu desejo de vingança é tamanho que ela promete doar uma quantia milionária à cidade onde está hospedada se
alguém matar o traidor. E é a partir daí que a trama se desenvolve.


Serviço:

Peça teatral A visita da velha senhora

Quando: de quinta a sábado, às 19h e domingos, às 20h – até dia 26/11
Local: Centro Cultural FIESP – Teatro do SESI-SP: Av.  Paulista, 1313, Bela Vista, (em frente à estação Trianon-Masp do Metrô)
Informações: (11) 3146-7405
Evento gratuito que requer reservar ingressos antecipadamente

 

Acesse o site do evento para reservar ingressos:

http://www.sesisp.org.br/cultura/teatro/a-visita-da-velha-senhora.html



quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Curso A Singularidade do “Eu” de Augusto dos Anjos

Gratuito, inscrições abertas

 

Um bom dia a todos nós!

Vejam que tem curso gratuito de literatura na Casa das Rosas, com inscrições abertas.

Abraços, até amanhã.

 

O curso gratuito e ministrado por Daniel Candeias acontecerá nos dias 10, 17 e 24 de novembro (sextas-feiras), às 19h.
É quase uma unanimidade entre os leitores e a crítica que a obra de Augusto dos Anjos possui características tão próprias que lhe conferem uma posição de isolamento na tradição literária brasileira.
A proposta do curso é investigar as particularidades dessa obra e seus principais fios condutores e sentidos. 

Inscrições:
Presencialmente na recepção da Casa das Rosas até o preenchimento das vagas. 

É necessário confirmar a inscrição frequentando a primeira aula do curso. Faltar na primeira aula implica o desligamento automático do aluno.

Serviço:

Curso A Singularidade do “Eu” de Augusto dos Anjos

Quando: sextas, dias 10, 17 e 24/11, às 19h
Local: Casa das Rosas – Av. Paulista, 37, Bela Vista, São Paulo
Informações: 55 (11) 3285-6986/3288-9447
E-mail: contato@casadasrosas.org.br

Augusto dos Anjos

Augusto dos Anjos (1884-1914) foi poeta brasileiro, considerado um dos mais críticos de sua época. Foi identificado como o mais importante poeta do pré-modernismo, embora revele em sua poesia, raízes do simbolismo, retratando o gosto pela morte, a angústia e o uso de metáforas. Declarou-se "Cantor da poesia de tudo que é morto".
O domínio técnico em sua poesia, comprovaria também a tradição parnasiana. Durante muito tempo foi ignorado pela crítica, que julgou seu vocabulário mórbido e vulgar. Sua obra poética está resumida em um único livro "EU", publicado em 1912, e reeditado com o nome "Eu e Outros Poemas".
Augusto dos Anjos (1884-1914) nasceu no engenho "Pau d'Arco", na Paraíba, no dia 22 de abril de 1884. Filho de Alexandre Rodrigues dos Anjos e de Córdula de Carvalho Rodrigues dos Anjos. Recebeu do pai, formado em Direito, as primeiras instruções. No ano de 1900, ingressou no Liceu Paraibano e compõe nessa época, seu primeiro soneto, "Saudade".
Durante sua vida, publicou vários poemas em jornais e periódicos. Em 1912 publicou seu único livro "EU", que causou espanto nos críticos da época, diante de um vocabulário grotesco e sua obsessão pela morte: "podridão da carne, cadáveres fétidos e vermes famintos". Como também por sua retórica delirante, por vezes criativa, por vezes absurda, como neste trecho do poema "Psicologia de um Vencido": "Eu, filho do carbono e do amoníaco,/ Monstro da escuridão e rutilância,/ Sofro, desde a epigênese da infância,/ A influência má dos signos do zodíaco".

Augusto de Carvalho Rodrigues dos Anjos faleceu em Leopoldina, Minas Gerais, no dia 12 de novembro de 1914.

terça-feira, 7 de novembro de 2017

Revista Conexão Literatura
Edição de novembro, gratuita!

 

Olá meus amigos, excelente dia para todos nós!

Já está disponível para baixar gratuitamente a edição de novembro da Revista Conexão Literatura.

Participo com o conto: “Abismo: Nada além da escuridão o outro lado da vida”.

 

Editorial com Ademir Pascale:

Novembro finalmente chegou e o fim do ano está logo aí. Muitos autores (nacionais e internacionais) passaram por nossas edições, mas um que eu tinha em mente desde a edição de nº 01 era o poeta, tipógrafo e pintor inglês William Blake, destaque da capa deste mês. Muitos outros autores ainda estão na pauta, como Mary Shelley, Irmãs Bronte, Agatha Christie, Ernest Hemingway, George Orwell, Florbela Espanca etc, isso sem contar os nacionais, como Augusto dos Anjos, Graciliano Ramos, Carlos Drummond de Andrade, Ariano Suassuna e muitos outros, é só ficar de olho nas próximas edições . Nas páginas da revista, além de entrevistas, contos e dicas de livros, o leitor poderá conferir o conto vencedor do concurso cultural "O melhor conto da Revista Conexão Literatura 2017", além de entrevista com o vencedor. Outros autores também recebem menção honrosa
por seus contos. Compartilhem a nossa revista para os seus amigos, ela é gratuita”, ressalta Ademir.


 
Para baixar a edição:

Site da Revista: