sábado, 7 de novembro de 2015

Bom dia e que o sábado seja produtivo para todos nós.

Hoje pretendo assistir o novo filme (24º) da franquia 007.

Vejam que exposição prá lá de legal acontece na Casa das Rosas: Um corpo estranho – Centenário de publicação de A metamorfose, de Franz Kafka, acho que vale a pena conferir.

Bem, por hoje é só.

Obrigada,

Míriam


Exposição Um corpo estranho – Centenário de publicação de A metamorfose, de Kafka

De hoje até dia 29 de fevereiro está em exposição na Casa das Rosas “Um corpo estranho”, que aborda a vida e obra de Franz Kafka, autor tcheco que produziu textos desconcertantes, originais na temática e na forma, reconhecido tempos depois de sua morte e até hoje como um dos criadores mais importantes na história da literatura.

O destaque da mostra será a obra A metamorfose, que completará 100 anos da primeira publicação em livro (ocorrido em novembro de 1915). Porém, também serão relembrados outros livros como Carta ao pai; além de seus diários. 



Aspectos da vida conturbada do autor e de sua relação com o pai também farão parte da mostra, assim como recriações e interpretações de sua obra que foram publicadas posteriormente à sua morte.

A exposição será separada por três núcleos expositivos. Os ambientes terão fotos, ilustrações, sonorização e ambientação especial para que o visitante conheça um pouco da obra e do caráter de estranhamento, pessimismo, dúvidas, insegurança e transformação presentes na obra de Kafka.

Serviço:
Exposição Um corpo estranho – Centenário de publicação de A metamorfose, de Kafka
Quando: de 07/11 a 29/02/16
Local: Casa das Rosas: Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura – Av. Paulista, 37, São Paulo (prox. À Estação Brigadeiro do Metrô)
Horário de funcionamento: de terça-feira a sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 10h às 18h. 
Convênio com o estacionamento Parkimetro: Alameda Santos, 74 (exceto domingos e feriados). 
Telefones: (11) 3285-6986 / 3288-9447 
Site: 
www.casadasrosas.org.br

Franz Kafka


Franz Kafka (1883-1924), escritor tcheco de língua alemã. É considerado um dos principais escritores de literatura moderna. Sua obra retrata as ansiedades e a alienação do homem do século XX.

Kafka nasceu em Praga (03/07/1883), cidade que pertencia ao império austro-húngaro, filho de um comerciante judeu muito abastado, cresceu sob as influências de três culturas: a judia, a tcheca e a alemã.
Na adolescência, declara-se socialista e ateu.

Fez parte, junto com outros escritores da época, da chamada Escola de Praga. Esse movimento era basicamente uma maneira de criação artística alicerçada em uma grande atração pelo realismo, uma inclinação à metafísica e uma síntese entre uma racional lucidez e um forte traço irônico. Além do realismo, seu estilo é marcado pela crueza e pelo detalhamento com que descreve situações incomuns – como em O Processo, de 1925, cujo personagem principal é preso, julgado e executado por um crime que desconhece.

Em seus livros, é constante o confronto entre os personagens e o poder das instituições, demonstrando a impotência e a fragilidade do ser humano. Escreve ainda A Metamorfose (1916) e O Castelo (1926).


Fonte: Pensador.uol

Nenhum comentário: