terça-feira, 29 de setembro de 2015

Bom dia meus amigos e tenham uma ótima terça-feira, e que venha logo a sexta!

Dia 29 de setembro é uma grande data, pois é o dia de falecimento de Machado de Assis e de nascimento de Miguel de Cervantes, dois grandes marcos da literatura, brasileira e espanhola. Deixo então, um breve resumo de cada um.

Abraços,

Míriam


Hoje é dia do falecimento 
de Machado de Assis

Joaquim Maria Machado de Assis nasceu no Rio de Janeiro em 21 de junho de 1839 e faleceu no dia 29 de setembro de 1908, também no Rio.
Mais conhecido como Machado de Assim, foi considerado como o maior nome da literatura nacional, pois Machado escreveu em praticamente todos os gêneros literários, sendo poeta, romancista, cronista, dramaturgo, contista, folhetinista, jornalista, e crítico literário. 
Sua extensa obra constitui-se de nove romances e peças teatrais, duzentos contos, cinco coletâneas de poemas e sonetos, e mais de seiscentas crônicas.
Machado de Assis é considerado o introdutor do Realismo no Brasil, com a publicação de Memórias Póstumas de Brás Cubas (1881). Este romance é posto ao lado de todas suas produções posteriores, Quincas Borba, Dom Casmurro, Esaú e Jacó e Memorial de Aires, conhecidas como pertencentes a sua segunda fase, em que se notam traços de pessimismo e ironia, embora não haja rompimento de resíduos românticos.
Dessa fase, os críticos destacam que suas melhores obras são as da Trilogia Realista. Sua primeira fase literária é constituída de obras como Ressurreição, A Mão e a Luva, Helena e Iaiá Garcia, onde notam-se características herdadas do Romantismo, ou "convencionalismo", como prefere a crítica moderna.

Dia de nascimento 
de Miguel de Cervantes

Miguel de Cervantes Saavedra nasceu em Alcalá de Henares, em 29 de setembo de 1547 e faleceu em Madri, no dia 22 de abril de 1616.
Cervantes foi romancista, dramaturgo e poeta castelhano.
A sua obra-prima foi Dom Quixote, muitas vezes considerada o primeiro romance moderno.
Dom Quixote é um clássico da literatura ocidental e regularmente considerada um dos melhores romances já escritos. Seu trabalho é
considerado entre os mais importantes em toda a literatura, e sua influência sobre a língua castelhana tem sido tão grande que o castelhano é frequentemente chamado de La lengua de Cervantes (A língua de Cervantes).
Em 1605 publica a primeira parte de sua principal obra: O engenhoso fidalgo dom Quixote de La Mancha. A segunda parte não aparece até 1615: O engenhoso cavaleiro dom Quixote de La Mancha. Num ano antes aparece publicada uma falsa continuação de Alonso Fernández de Avellaneda.
Entre as duas partes de Dom Quixote, aparecem as Novelas exemplares (1613), um conjunto de doze narrações breves, bem como Viagem de Parnaso (1614).
Em 1615 publica Oito comédias e oito entremezes novos nunca antes representados, mas seu drama mais popular hoje, A Numancia, além de O trato de Argel , ficou inédito até ao final do século XVIII.
Miguel de Cervantes morreu em 1616, parecendo ter alcançado uma serenidade final de espírito.
Um ano depois de sua morte aparece a novela Os trabalhos de Persiles e Sigismunda.  

Nenhum comentário: