quarta-feira, 15 de abril de 2015

Olá, um bom dia para todos nós.

Quarta-feira, meio da semana, e nada melhor do que uma poesia, não é mesmo? Então segue Outono dos sonhos tristes, da poetisa e escritora Dione Souto Rosa. A autora tem publicações em poesia com indicação ao Codex de Ouro/2011 e diversos contos em coautoria.

Espero que apreciem.

Grande abraço,

Miriam

 

Outono dos sonhos tristes

Pesadas nuvens se elevam
Sem a chuva desabar.
Os secos bosques enlevam
Desejo de refrescar.

As folhas de seda verde
São o prenúncio de Outono...
Sonhos tristes... Auriverde
Relva que tece o abandono.

A noite cai silenciosa
No longínquo bosque. Só
A lua que anda graciosa.

Prazeres ocultos são
Bebidos em taças. Oh!

Embriaguez do coração.

Dione Souto Rosa


Nenhum comentário: