terça-feira, 31 de março de 2015

Tenham uma boa terça-feira.

Hoje é Dia da Saúde e Nutrição, por isso, vamos pensar em alimentação saudável para uma vida melhor.

Para hoje, uma poesia de um autor que gosto muito Charles Baudelaire, espero que vocês gostem.

Abraços,

Miriam

 

O Homem e o Mar


Homem livre, o oceano é um espelho fulgente 
Que tu sempre hás-de amar. No seu dorso agitado, 
Como em puro cristal, contemplas, retratado, 
Teu íntimo sentir, teu coração ardente. 

Gostas de te banhar na tua própria imagem. 
Dás-lhe beijo até, e, às vezes, teus gemidos 
Nem sentes, ao escutar os gritos doloridos, 
As queixas que ele diz em mística linguagem.

Vós sois, ambos os dois, discretos tenebrosos; 
Homem, ninguém sondou teus negros paroxismos, 
Ó mar, ninguém conhece os teus fundos abismos; 
Os segredos guardais, avaros, receosos! 

E há séculos mil, séculos inumeráveis, 
Que os dois vos combateis n'uma luta selvagem, 
De tal modo gostais n'uma luta selvagem, 
Eternos lutador's ó irmãos implacáveis! 

Charles Baudelaire (09/04/1821 – 31/08/1867), in "As Flores do Mal" 
Tradução de Delfim Guimarães 

Baudelaire foi poeta, escritor e crítico francês 

domingo, 29 de março de 2015

Olá, que o domingão seja ótimo para todos nós.

O americano Wynton Marsalis e sua Big Band estará hoje promovendo show gratuito no Ibirapuera, vale a pena.

Bem, essa é minha dica cultural de hoje, espero que tenha agradado.

Grande abraço,

Miriam

 

Wynton Marsalis no Ibirapuera 

Hoje, show gratuito


Aos 53 anos, o americano de New Orleans se desdobra entre as tarefas de professor, compositor, trompetista e diretor artístico da Jazz at Lincoln Center Orchestra, fundada por ele em 1988.
Wynton e sua Big Band com 15 instrumentistas vêm ao parque Ibirapuera, em São Paulo, em sua terceira passagem pelo país, dentro do brasiljazzfest (antigo BMW Jazz Festival). Todas as apresentações fechadas do evento – que conta ainda com The Cookers, Miguel Zenón Quartet, Tord Gustavsen Trio e André Mehmari Trio – estão com ingressos esgotados, mas é possível ter uma palhinha especial da festa com o show que Marsalis e banda fazem de forma gratuita, hoje, às 11h, na área externa do Auditório Ibirapuera.
O repertório deve passear por clássicos de Duke Ellington, Thelonious Monk e Dizzy Gillespie, assim como composições originais de nomes atuais, como Wayne Shorter e Joe Lovano, traçando um panorama do gênero que promete agradar leigos e iniciados.
Não perca!

Serviço: 
Wynton Marsalis e Big Band 

Quando: hoje, dia 29/03, às 11 horas 
Local: área externa do Auditório Ibirapuera - Av. Pedro Álvares Cabral, Moema, São Paulo

 

Fonte: Metro jornal 

sábado, 28 de março de 2015

Olá amigos, tenham um excelente sábado.

Vejam que legal a exposição que está em cartaz: Picasso e a Modernidade Espanhola no Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo.

Espero que gostem do evento cultural.

Abraços,

Miriam

 

Em cartaz Picasso e 

a Modernidade Espanhola

 

Com cerca de 90 obras a exposição evidencia a influência de Picasso na arte moderna espanhola e os traços mais importantes e originais da sensibilidade artística que o pintor e seus contemporâneos espanhóis imprimiram ao cenário internacional das artes.
A exposição faz referência ao percurso de Picasso como artista e como mito, até chegar à realização de Guernica; à sua relação com mestres da arte moderna espanhola, como Gris, Miró, Dalí, Domínguez e Tàpies, entre outros presentes na mostra; e a suas contribuições para uma noção de modernidade voltada para o tempo presente.

 

Saiba mais sobre o assunto, acesse:


http://culturabancodobrasil.com.br/portal/picasso-e-modernidade-espanhola/

sexta-feira, 27 de março de 2015

Até que enfim a sexta-feira chegou! Que o dia seja excelente para todos nós.

Interessados em participar de antologia que valoriza a mulher, as inscrições estão abertas para a antologia Ser Mulher, veja mais como participar.

Grande abraço a todos,

Miriam

 

Antologia Ser Mulher

Inscrições abertas até dia 31

 

Porque o mês de março é o mês da Mulher!
Até dia 31/3 as inscrições estão abertas para a antologia "Ser Mulher".
Interessados devem enviar 4 poemas ou 4 prosas - Tema Livre (incluindo uma pequena biografia)
O tamanho da letra e a fonte não são importantes
E-mail candidaturas: nos.poetas.editamos@gmail.com

No Assunto deverá mencionar: "Antologia Ser Mulher" – para maiores 18 anos



quinta-feira, 26 de março de 2015

Olá queridos amigos, que a quinta-feira seja boa para todos nós.

Hoje é dia da coluna da revisora Bernadete Bernardo, que nos traz a história da autora inglesa Miss Potter como dica de Literatura.

Confesso que eu não conhecia essa escritora e graças à Bernadete, agora sei quem é.

Grande abraço,

Miriam

 

Dicas de Literatura 
da Bernadete Bernardo

Miss Potter


Fonte: Wikipédia      
Fotos: UDaily University of Delaware/ Photobucket.com/Sandrasanchezherreros.wordpress/ Yorktown.library.pitt.ed

quarta-feira, 25 de março de 2015

Boa quarta-feira para todos nós.

Vejam que legal, o livro No Mundo dos Cavaleiros e Dragões, do qual participo com um conto, está em promoção no site das Casas Bahia, vejam só.

Grande abraço,

Miriam

 

"No Mundo dos Cavaleiros e Dragões", em promoção no site da Casas Bahia


No Mundo dos Cavaleiros e Dragões é uma coletânea de contos épicos e contemporâneos, uma reunião de contistas brasileiros.
Nas páginas do livro, o leitor encontrará magos, bruxas, reis, princesas, cavaleiros, dragões, batalhas, duelos, aventuras, entre outros.

Acesse:


terça-feira, 24 de março de 2015

Muito bom dia a todos nós!

Dia tumultuado ontem, mas hoje tudo bem.

Fãs e simpatizantes do autor fantástico Edgar Allan Poe podem participar da antologia Contos de terror, inspirados em Edgar Allan Poe, que já abriu inscrições.

Saiba mais como participar.

Grande abraço,

Miriam

 

Contos de terror, inspirados em Edgar Allan Poe
As inscrições já estão abertas

As inscrições começaram ontem e terminam no dia 15/05/2015. Podendo ser prorrogado. A participação é gratuita, com previsão de publicação do e-book dia 25/06/2015.


 Saiba como participar, acesse:


domingo, 22 de março de 2015

Olá amigos, tenham um ótimo domingo, tempo nublado, mas fazer o que.

Começa hoje o Circuito São Paulo de Cultura, com mais de 500 atrações.

Veja mais a programação.

Abraços,

Miriam

 

Circuito São Paulo de Cultura

São mais de 500 atrações


A cidade de São Paulo terá, a partir de hoje, uma série de eventos culturais gratuitos. A primeira etapa do Circuito São Paulo de Cultura 2015, da Prefeitura, traz mais de 500 atrações em cerca de 40 pontos da capital durante quatro meses.
Haverá, além de shows de música e peças de teatro, espetáculos de dança, apresentações de cinema, circo e literatura. As atrações acontecerão em sete teatros, 27 bibliotecas públicas, dois pontos de leitura, dois ônibus-biblioteca, além dos centros culturais da Juventude, na Zona Norte, de Cidade Tiradentes, na Zona Leste e na Galeria Olido, no Centro.
O público infantil também será contemplado. Serão 200 atrações para as crianças.
A abertura acontece hoje às 18h, com apresentação da cantora francesa Zaz no Auditório Ibirapuera. Ela irá cantar ao lado das brasileiras Céu e Tulipa Ruiz. Nesta primeira fase de 2015 serão investidos, ao todo, R$ 5,4 milhões.
De acordo com a Prefeitura, nos próximos meses será divulgada a programação da segunda etapa, que irá integrar os 45 Centros Educacionais Unificados (CEU) e dois teatros que estão concluindo reformas, o Paulo Eiró, em Santo Amaro, e Artur Azevedo, na Mooca. Serão mais quatro meses de programação, somando mais de 600 atrações.
Esta é a segunda edição do Circuito. Segundo a Secretaria Municipal da Cultura, no ano passado o evento trouxe mais de mil atrações e contou com público de cerca de 1 milhão de pessoas.

Fonte: G1

Acompanhe a programação, acesse:

sábado, 21 de março de 2015

Bom dia amigos, hoje acontece mais um evento cultural de grande importância para quem aprecia poesia, fotos, contos etc. Trata-se da XXXI edição do Sarau Virtual, que aceita visitantes e participantes. 

O evento começa às 19h e só terminará na segunda-feira, às 8 horas.

Participe!

Abraços,

Miriam

 

XXXI Sarau Virtual do 

Grupo Caixa de Poemas

A XXIX edição do Sarau Virtual do Grupo Caixa de Poemas de Manoel Hélio começa hoje às 19 horas.
Você pode visitar a página e também participar com a sua obra, pois o objetivo principal do evento é apresentar diversos trabalhos (poemas, crônicas, contos, romances, vídeos, fotografias, músicas, sites, lançamentos literários e eventos variados) e que todos possam comentar, curtir e compartilhar.
O Sarau só terminará às 8 horas de segunda-feira, participe!
Programa ALTO IMPACTO com Mantus Morte transmitindo ao VIVO o sarau virtual a partir das 23h. Não percam!

Conheça o evento, acesse:


sexta-feira, 20 de março de 2015

Até que enfim a sexta-feira chegou! Nossa, demorou, a semana não acabava mais.

Hoje tem lançamento de livro de poesia na Realejo Livraria, em Santos.

Bem, por hoje é só.

Grande abraço, e até amanhã.

Miriam

 

Tem lançamento de livro de poesia hoje na Realejo Livros

 

Nesta sexta-feira, 20 de março, às 18h30, Rodrigo Savazoni autografa o seu livro Poemas a uma mão na Livraria Realejo, em Santos.

Av. Marechal Deodoro, 2, Gonzaga, Santos (próximo à praça da Independência).



quinta-feira, 19 de março de 2015

Olá, tenham uma ótima quinta-feira, quase sexta!

Como foi anunciado ontem aqui na página, hoje é dia da coluna da revisora Bernadete Bernardo, que traz um texto muito legal sobre Monteiro Lobato, autor de grande nome da nossa Literatura.

Grande abraço, e até amanhã.


Miriam


 

Fonte: Sua pesquisa.com/ revista Aventuras na História –edição 140 – março 2015/ Wikipédia
Fotos: Revista Crescer/ Wikipédia/ Educar para crescer

quarta-feira, 18 de março de 2015

Uma ótima quarta-feira a todos nós.

Hoje o poema O Navio Negreiro, escrito por Castro Alves completa 147 anos.

O poema foi escrito no dia 18 de abril de 1868, e é um dos meus favoritos.

Espero que apreciem.

Grande abraço, e até amanhã com a coluna da revisora Bernadete Bernardo.

Miriam

 

O Navio Negreiro – 147 anos
Castro Alves

'Stamos em pleno mar... Doudo no espaço
Brinca o luar — dourada borboleta;
E as vagas após ele correm... cansam
Como turba de infantes inquieta.  

'Stamos em pleno mar... Do firmamento
Os astros saltam como espumas de ouro...
O mar em troca acende as ardentias,
— Constelações do líquido tesouro...  

'Stamos em pleno mar... Dois infinitos
Ali se estreitam num abraço insano,
Azuis, dourados, plácidos, sublimes...
Qual dos dous é o céu? qual o oceano?...  

'Stamos em pleno mar. . . Abrindo as velas
Ao quente arfar das virações marinhas,
Veleiro brigue corre à flor dos mares,
Como roçam na vaga as andorinhas...  

Donde vem? onde vai?  Das naus errantes
Quem sabe o rumo se é tão grande o espaço?
Neste saara os corcéis o pó levantam,  
Galopam, voam, mas não deixam traço.  

Bem feliz quem ali pode nest'hora
Sentir deste painel a majestade!
Embaixo — o mar em cima — o firmamento...
E no mar e no céu — a imensidade!  

Oh! que doce harmonia traz-me a brisa!
Que música suave ao longe soa!
Meu Deus! como é sublime um canto ardente
Pelas vagas sem fim boiando à toa!  

Homens do mar! ó rudes marinheiros,
Tostados pelo sol dos quatro mundos!
Crianças que a procela acalentara
No berço destes pélagos profundos!  

Esperai! esperai! deixai que eu beba
Esta selvagem, livre poesia
Orquestra — é o mar, que ruge pela proa,
E o vento, que nas cordas assobia...
..........................................................  

Antônio de Castro Alves 
Nasceu em 14 de março de 1847 na Bahia e é considerado o último grande poeta do Romantismo. Foi o escritor mais importante desta fase, a 3ª fase romântica chamada Poesia Social.
Esta fase que se iniciou, aproximadamente em 1860, é marcada pelas ideias liberais e democráticas e pelo envolvimento dos escritores por questões políticas e sociais. A obra de Castro Alves tem como características a indignação com tantas opressões e a compreensão dos problemas sociais. Sua poesia também possui um tom vigoroso e versos expressivos.
Castro Alves recebeu o apelido de Poeta dos Escravos, pois é na poesia abolicionista que ele melhor se sobressaiu. Nas obras Navio Negreiro e Vozes d’África o poeta denuncia as injustiças e clama por liberdade.
A poesia amorosa de Castro Alves é mais sensual do que o comum na época. A mulher aparece envolvida em um clima de erotismo e paixão e está muito próxima a ele. O amor, em suas obras, não é mais platônico.

Obras
- Gonzaga ou a Revolução de Minas
- Espumas Flutuantes (1870) única obra publicada em vida
- A Cachoeira de Paulo Afonso (1876)
- Os Escravos (1883) nesta obra está incluído o poema 

O Navio Negreiro também é conhecido como Tragédia no Mar.
Considerado um poema épico, foi escrito no dia 18 de abril de 1868, e tornado público no dia 7 de setembro deste mesmo ano quando foi declamado durante a sessão magna comemorativa da Independência.

 

Fonte: Instituto Estadual de Educação Elisa Valls e InfoEscola    

 

Acesse para ler a poesia completa:

https://docs.google.com/document/d/1JhybP7NGRYDtiQgl8BcBPRXRmh4pyALUldJ7gy6pVps/edit?hl=pt_BR&pli=1


 

terça-feira, 17 de março de 2015

Tenham uma excelente terça-feira!

Um pouco de Cora Coralina, que encanta com sua poesia simples e tocante.

Um grande abraço, e até amanhã.

Miriam

 

Assim eu vejo a vida

Cora Coralina

A vida tem duas faces:
Positiva e negativa
O passado foi duro
mas deixou o seu legado
Saber viver é a grande sabedoria
Que eu possa dignificar
Minha condição de mulher,
Aceitar suas limitações
E me fazer pedra de segurança
dos valores que vão desmoronando.
Nasci em tempos rudes
Aceitei contradições
lutas e pedras
como lições de vida
e delas me sirvo
Aprendi a viver.  

segunda-feira, 16 de março de 2015

Um bom dia a todos nós.

Que tal iniciarmos bem a semana com um conto de Rubem Alves?

Espero que apreciem, pois eu gosto muito dele.

Abraços e até amanhã.

Miriam

 

Urubus e sabiás
Rubem Alves

"Tudo aconteceu numa terra distante, no tempo em que os bichos falavam... Os urubus, aves por natureza becadas, mas sem grandes dotes para o canto, decidiram que, mesmo contra a natureza eles haveriam de se tornar grandes cantores. E para isto fundaram escolas e importaram professores, gargarejaram dó-ré-mi-fá, mandaram imprimir diplomas, e fizeram competições entre si, para ver quais deles seriam os mais importantes e teriam a permissão para mandar nos outros. Foi assim que eles organizaram concursos e se deram nomes pomposos, e o sonho de cada urubuzinho, instrutor em início de carreira, era se tornar um respeitável urubu titular, a quem todos chamam de Vossa Excelência. Tudo ia muito bem até que a doce tranqüilidade da hierarquia dos urubus foi estremecida. A floresta foi invadida por bandos de pintassilgos tagarelas, que brincavam com os canários e faziam serenatas para os sabiás... Os velhos urubus entortaram o bico, o rancor encrespou a testa , e eles convocaram pintassilgos, sabiás e canários para um inquérito.


— Onde estão os documentos dos seus concursos? E as pobres aves se olharam perplexas, porque nunca haviam imaginado que tais coisas houvessem. Não haviam passado por escolas de canto, porque o canto nascera com elas. E nunca apresentaram um diploma para provar que sabiam cantar, mas cantavam simplesmente...

— Não, assim não pode ser. Cantar sem a titulação devida é um desrespeito à ordem.


E os urubus, em uníssono, expulsaram da floresta os passarinhos que cantavam sem alvarás...


Moral: Em terra de urubus diplomados não se houve canto de sabiá.