segunda-feira, 14 de abril de 2014

Um bom início de semana para todos nós.
Hoje deixo uma dica de história de um fato muito importante que acometeu o Brasil e que o levou à escuridão. Trata-se da exposição Direito à memória e à verdade, sobre a ditadura militar, no Memorial da América Latina.
Espero que tenham gostado.
Grande abraço,
Miriam

Exposição Direito à 
memória e à verdade

Uma viagem no tempo e na memória da história recente do Brasil. Essa é a proposta dos organizadores da exposição Direito à memória e à verdade – a Ditadura no Brasil 1964-1985, que está em cartaz até dia 30 de abril na biblioteca do Memorial da América Latina, em São Paulo. O intuito do evento é recuperar e divulgar o que aconteceu nesse período da vida republicana brasileira.
A exposição, que percorre o país desde 2006, é promovida pela
Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República em parceria com a UNESP (Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho) e Instituto Vladimir Herzog. São 14 painéis com imagens e textos sobre o período turbulento da ditadura militar – desde a deflagração do golpe militar, em 1964, à retomada da democracia, passando por revoltas estudantis e pelas campanhas de anistia e das ‘Diretas Já’.

Serviço
Exposição: Direito à memoria e à verdade
Quando: até dia 30/4, de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h e sábado das 10h às 17h
Local: Memorial da América Latina – Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664, Barra Funda, São Paulo
Telefone: (11) 3823-4600
Entrada franca (portões 1, 2 e 5) 

Nenhum comentário: