sexta-feira, 14 de março de 2014

Um bom dia cheio de poesia à você, porque hoje é o Dia Nacional da Poesia!
Para marcar a data tem Roda Literária na Casa do Poeta de Praia Grande. Tem também poesias de grandes poetas, Marcos Martins e Elias Akhenaton.
Abraços,
Miriam


Hoje tem Roda Literária
Na Casa do Poeta de Praia Grande

Hoje é Dia da Poesia e a Casa do Poeta Brasileiro de Praia Grande convida para comemorar a data com a tradicional Roda Literária, que se realiza na Biblioteca Porto do Saber.
A dinâmica da Roda Literária conta com a presença dos poetas e demais convidados, todos amantes da arte literária, sentados em roda.
Dado início a apresentação e considerações iniciais segue em sentido horário até que se complete o ciclo.
Há declamações de poemas, citações de autores consagrados e troca de informações, bem como abertura para jogos literários e improvisos com muita interação do público.

Serviço:
Roda Literária em homenagem ao Dia da Poesia
Quando: hoje, às 18 horas
Local : Biblioteca Porto do Saber – Av. São Paulo, 900, Boqueirão, Praia Grande

Poesias

Tu
Marcos Martins

Se te contar como eu me sinto te fizesse mais compassível comigo, abriria o verbo, gritaria tudo o que quero externar, mas deixo meus dizeres retraídos em meu peito. Doo-me de corpo e alma, mas esse doar não é recíproco como todos que amam almejam em seus cúmplices.
Mais uma vez só tenho a mim para me acalentar, só tenho a mim para reconfortar a cabeça e limpar as lágrimas que descem em límpidas cachoeiras pelas corredeiras de minhas pálpebras.
Sou único, o último de minha espécie, um gramático sem palavras novas para ofertar a seus alunos. Sou só.
Sou único, o último dos homens que sonha em compartilhar bem mais que prazeres carnais, e por isto mesmo vago só, sendo tocado por esta multidão que me toca, mas não me senti. Sou só.
Se te contar como me sinto me fizesse mais vivo, hoje, desejaria morrer, por que sei que desistisses de mim, que desistisses do amor e das flores que um dia roubei para te presentear.
Marcos Martins.

Sob a Luz do Sol...
Elias Akhenaton

Das altas montanhas
Descendo entre os canteiros 
Floridos, chega um vento
Brando e suave
Impregnado com aromas
Frescos matinais,
Perfumando minha mente...
E na fluidez etérea do pensamento,
Clareia no oriente
A luz mística do sol
Nascente,
Num espetáculo inigualável 
Na magia dos seus raios dourados,
Revelando;
Um lindo dia!
Cenário propício para alegria,
Cantar a melodia
Da inspirada e doce poesia.
Elias Akhenaton
Um peregrino da vida, pescador de emoções.



Nenhum comentário: