domingo, 23 de março de 2014

Tenham um ótimo domingo para ler, ir ao cinema ou assistir um bom filme em casa, essas são algumas opções para um dia chuvoso. De qualquer forma, aproveitem.
Bem, para quem é fã da série Game of Thrones, vejam a boa notícia de que poderá virar filme.
Compartilho com vocês duas poesias de Sonia Maria Piologo, da Casa do Poeta de Praia Grande, no Cantinho da Poesia.
Grande abraço,
Miriam

Game of Thrones pode virar filme


Para quem não perde um capítulo de Game of Thrones, uma das séries televisivas de maior sucesso,  a saga  pode ganhar uma versão cinematográfica, de acordo com informações do site da revista The Hollywood Reporter.
A informações foi feita pelo próprio escritor George R. R. Martin, que disse depender da longevidade do seriado, e que considera transformar o final da saga em um filme de grande orçamento.
O autor ainda cogitou a possibilidade de uma outra adaptação para o cinema, inspirada na trilogia As Aventuras de Dunk e Egg, que se passa 90 anos antes da Guerra dos Tronos. 
A quarta temporada de Game of Thrones começa a ser exibida em abril deste ano nos Estados Unidos e no Brasil.
Vamos aguardar pelo retorno da série e do filme.
------------------------



Compartilho duas poesias de Sonia Maria Piologo, grande poetisa que mantém sua obra divulgada na Casa do Poeta Brasileiro de Praia Grande.

SONHOS DESFEITOS
Ela esperava ansiosa
Que, neste dia tão sonhado,
O sol brilhasse radiante!
Num límpido céu azul,
Que leve brisa trouxesse,
Perfumes de belas flores...
Qual obra de feiticeiro
Caiu chuva impiedosa!
Escureceu, virou noite,
Embora, ainda dia fosse...
Prenúncio talvez... quem sabe?
E ela a linda noiva,
Suava as mãos delicadas,
Enfeitando os seus cabelos,
Belas pérolas em lágrimas
Nos olhos um triste brilho...
No peito um sentimento estranho...
E o céu continuou em prantos...
Se derramando em cascatas,
Molhou seu lindo vestido...
Prenunciando o futuro
De castelos despedaçados...
De tristes dias chorados...
De sonhos para traz deixados.
Em meio a tantas lembranças,
Um príncipe que virou “Ogro”,
Do lindo vestido branco...
Ainda restam os trapos rotos...
Da noiva cheia de encantos...
Ficou um olhar tristonho.

DEVASTAÇÃO
Destruição, extinção, desrespeito...
E o que vemos pelo mundo afora
“Verde que te quero verde...”
Apenas uma frase contraditória
Sabemos que o mal já está feito,
Todos temos responsabilidade...
Ainda que tentemos reparar plantando
Cada árvore que fora derrubada
Ainda que tentemos recuperar as perdas,
O “Caos” caminha a passos largos...

Nenhum comentário: