sexta-feira, 7 de março de 2014

Olá! Tenham uma excelente sexta-feira!
Hoje é a abertura da exposição fotográfica Marcas, do fotógrafo Alyson Montrezol, mostra que comemora o Dia Internacional da Mulher (8/3). A exposição fica em cartaz no MISS até o dia 2/5. Vale a pena conferir. Irei no sábado.
Abraços,
Miriam

Mostra fotográfica Marcas comemora o Dia Internacional da Mulher

Para comemorar o Dia Internacional da Mulher (8/3), o fotógrafo Alyson Montrezol promove a exposição Marcas, no Museu da Imagem e do Som (MISS).
A abertura da mostra ocorre hoje, às 19h30, e seguirá aberta para visitação até o dia 2 de maio, das 9h às 18h (segunda a sexta) e das 14h às 18h (aos sábados). 
O foco da exposição são retratos de mulheres fortes e lutadoras, que apresentam as marcas de uma realidade vivida com sacrifício e dificuldade em seus países. As fotos foram clicadas no Peru, Haiti, Zâmbia e Brasil (nas tribos indígenas Parecis e Nambikwaras), alguns dos países pelos quais o fotógrafo passou ao longo de sua trajetória profissional. 
As imagens fazem parte de um trabalho de 1998 a janeiro de 2014 e algumas ainda utilizam a técnica do filme fotográfico. Quem assina a curadoria é o finlandês Jarkko Wickström, mestre em fotografia pela Universidade de Tampere da Finlândia.
No segundo semestre, Montrezol lançará a exposição Eko-image, de retratos de famílias da Ruanda, fugitivas de guerras, que moram num campo de refugiados da Zâmbia, país localizado na África Central. 

Serviço:
Exposição fotográfica Marcas
Quando: de 8/3 a 2/5
Horário: de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h e aos sábados, das 14h às 18h
Local: MISS – Museu da Imagem e do Som - Centro de Cultura Patrícia Galvão - Av. Pinheiro Machado, 48, na Vila Mathias, Santos – entrada gratuita

Alyson Montrezol

Formado em Comunicação Social, é cineasta, fotógrafo, professor universitário e Coodenador Técnico do Curso de Cinema e Audiovisual da UNIMONTE em Santos. Dirige a Phanton ARTS que iniciou suas atividades no mercado de produção audiovisual em 2002.
Um de seus trabalhos de maior relevância é um projeto fotográfico de cunho antropológico realizado no Peru entre os anos de 1998 a 2008.
A partir de 2001, iniciou um projeto que tem, como principal objetivo, proporcionar uma reflexão sobre identidade relacionando o tema com as etnias indígenas brasileiras. Em 2010 recebeu o prêmio de melhor direção de videoclipe na mostra Brasilis do 8º Festival de Curtas da cidade de Santos - o Curta Santos.
Recebeu uma indicação em um festival de cinema internacional - Possible Futures Film Contest pelo curta-metragem “Cross The Line”. Atualmente está dirigindo seu primeiro filme longa-metragem - um documentário sobre a reconstrução do Haiti pós-terremoto e também lidera um grupo de fotógrafos na produção de retratos do povo haitiano. Em 2011 iniciou estudos de Pós-Graduação em Multimeios na UNICAMP. 

Nenhum comentário: