segunda-feira, 31 de março de 2014

Bom dia! Vamos com força que hoje ainda é segunda!!!!
Minha amiga escritora e poetisa Dione Mara promove hoje evento virtual de seu recente livro Luar de Sangue, vejam só que legal:


Luar de Sangue!


A escritora e poetisa Dione Mara Souto da Rosa promove hoje evento virtual no Facebook de seu recente livro “Luar de Sangue”.
Na aquisição do livro, você ganha o CD “Behind the Mask”, da banda Semblant.

Acompanhe o evento, acesse:

Sinopse

Três sacerdotisas celtas impetuosas. Somente uma é guardiã de uma relíquia sagrada. Caminhos que se cruzam perante a traição e a busca pelo poder, acarretando a morte. Destinos que se encontram em tempos futuros, trazendo revelações.
Vampiros obcecados, cruéis e temperamentais digladiam-se pela conquista do Condado. Para conquistar o cargo do rei, precisam gerar filhos com sacerdotisas.
A paixão de uma das sacerdotisas por um vampiro dá luz a gêmeos, os quais se tornarão vampiros. Mesmo obrigados a respeitar o pacto de territorialidade imposto por sacerdotes
druidas, o descumprem e engendram os mais ardilosos planos para deterem o controle dos demais vampiros.
Anne, uma heroína sem memória, sofrerá muito. Sem saber quem verdadeiramente personifica, é raptada por um dos
gêmeos vampiros. Ela precisará lutar por sua sobrevivência enquanto tenta recuperar sua memória e se livrar do temperamental vampiro. 

sábado, 29 de março de 2014

Olá, que o sabadão seja ótimo para todos nós.
Hoje não deixo nenhuma dica cultural aqui na página, mas convido a todos a fazer parte da corrente da Hora do Planeta!
Participe!
Grande abraço,
Miriam

A Hora do Planeta

Neste sábado (29), a partir das 20h30 acontece a Hora do Planeta. Instituições, empresas e comunidades mobilizam-se para apagar as luzes por uma hora e refletir sobre hábitos de consumo e práticas mais sustentáveis.
Um interruptor gigante instalado na Praça Victor Civita, em Pinheiros, São Paulo, irá apagar, simbolicamente, todas as cidades brasileiras participantes e iniciar oficialmente a Hora do Planeta no Brasil.
Pela primeira vez, São Paulo será a
sede nacional do projeto, maior movimento mundial contra o aquecimento global, promovido no país pela organização ambientalista WWF-Brasil
Compareça ao evento. Se não puder apague as luzes por uma hora, prepare um jantar a luz de velas, use e abuse da criatividade para pensarmos em causas ambientais. Vale lembrar que redução no consumo de energia elétrica representa economia de água.


O que?
Hora do Planeta

Quando?

29 de março de 2014

Horário

Das 20h30 às 21h30

Onde?

Praça Victor Civita
Rua Sumidouro, 580, São Paulo
Na sua casa, com a família ou entre amigos. Participe! 

sexta-feira, 28 de março de 2014

Boa sexta-feira a todos! Até que enfim a bendita chegou!
A Vida em Duas Cores é o tema da exposição que está em cartaz até dia 6/4, do fotógrafo Fabrício Costa que apresenta belíssimas imagens reproduzidas do Nordeste, Rio e São Paulo. Eu pretendo conhecer no final de semana.
Bem, fica aqui uma dica para quem aprecia exposição fotográfica como eu.
Grande abraço,
Miriam

Exposição fotográfica 
A Vida em Duas Cores
            
A Galeria de Arte Braz Cubas promove a exposição fotográfica “A Vida em Duas Cores”, do fotógrafo de moda Fabrício Costa. Em sua primeira exposição individual, Fabrício apresenta 70 imagens produzidas ao longo de três anos de trabalho em percursos pelo Nordeste, São Paulo, Rio de Janeiro e também em Santos.
Fabrício selecionou trabalhos que tematizam a urbanidade, e os organizou em seis séries: “belezas e ruínas”, “vista grossa”, do “lixo ao luxo”, “minimalista”, “fine art” e “rodo cotidiano”.



Fabrício Costa é santista, tem 35 anos, e busca imprimir em suas fotografias elementos do impressionismo, dos contrastes do cinema de Pedro Almodóvar, do universo onírico de Salvador Dalí, privilegiando os traços arquiteturais do Renascimento.
A mostra, inaugurada na última quinta-feira (20), permanece até o dia 6/4, diariamente, das 14h às 20h na área VIP da Galeria de Arte Braz Cubas.

Serviço:
Exposição fotográfica A Vida em Duas Cores
Quando: até dia 6/4, das 14h às 20h, diariamente com entrada franca
Local: Galeria de Arte Braz Cubas - 2º piso do Teatro Municipal de Santos, na Avenida Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias 

quinta-feira, 27 de março de 2014

Olá! Que o dia seja ótimo para todos nós.
Para quem curte filme nacional, dia 24 foi a pré-estreia de Confia em mim, estrelado por Mateus Solano e Fernanda Machado. Já a estreia acontece dia 4 de abril.
Espero que tenham gostado da dica de cinema.
Até mais,
Miriam

Pré-estreia do filme Confia em mim

Na noite de segunda-feira (24) aconteceu a pré-estreia do filme Confia em Mim, estrelado pelo ator Mateus Solano e pela atriz Fernanda Machado, na sala Cinemark do Shopping Iguatemi, na capital.
O filme exigiu tanta dedicação de Fernanda que a atriz realizou um workshop de gastronomia durante dois meses e meio e ajudou em restaurantes de grande porte para poder adquirir uma experiência para o longa. Ela acaba de voltar de sua lua de mel para o lançamento do filme. O curioso é que a artista se casou com o chef de cozinha americano Robert Riskin, e no longa de Michel Tikhomiroff, ela vive Mari, também uma chef.
“Sem vocês a idealização de mais um trabalho não seria possível. Jamais estaríamos contemplando a reta final de mais esse sucesso”, disse Fernanda, ao agradecer a presença dos convidados, produtores, diretores e patrocinadores, entre eles a Sabesp.








Explicando a virada de seu personagem, que aparece no início charmoso e depois se torna um bandido, Mateus avaliou. "É um choque para o público perceber que aquele rapaz tão gentil e querido não é bem quem a gente imaginava", disse. "Ele é um psicopata. Um cara que veste a máscara que for para conseguir o que quer. Ele não tem pena de ninguém. É simplesmente um cara que engana os outros e não tem vergonha disso".
Na narrativa, Mari (Fernanda Machado), uma subchefe de cozinha que sonha com o reconhecimento profissional em um momento conturbado de sua vida, acaba conhecendo e se envolvendo com o carismático e apaixonante Caio (Mateus Solano). A relação vai bem até que Mari descobre que o jovem não é bem o que ela imaginava. O suspense “Confia em Mim”, com estreia nacional marcada para o dia 4 de abril, é dirigido por Michel Tikhomiroff, produtor dos longas de grande sucesso “Besouro” e “Corações Sujos”.

Confira o trailer:

terça-feira, 25 de março de 2014

Olá meus amigos! Tenham uma excelente terça-feira.
Você sabe qual é a diferença entre A, Há e Há muitos anos atrás? Então veja os exemplos e escreva certo, pois é sempre bom recordar para não errar na grafia, porque nossa língua é muito difícil.
Até mais,
Miriam

A, Há e Há muitos anos atrás
A
Quando a ideia é de “tempo futuro” ou de “distância”, devemos usar a preposição “A”


Ex.: Ele viajará daqui a três semanas.
       Ela mora a dois quilômetros do trabalho.

Usamos a forma  , do verbo haver, quando nos referimos a um tempo já transcorrido.

Ex.: Ele não vê sua mãe há dois anos.
       Ela parou de beber há algum tempo.
  
Dicas:
— Se for verbo, devemos escrever há; se não for, trata-se da preposição a.

— Para verificar se é verbo, simplesmente substitua há pela forma faz:
Há (=faz) dois meses que Pedrinho morreu.
Não nos vemos há (=faz) dois meses.

— Caso a substituição não seja possível, significa que não é verbo. Em Nos veremos daqui a dois dias, não é possível susbtituir por: Nos veremos daqui faz dois dias (não faz sentido). 

HÁ MUITO TEMPO ATRÁS 
O verbo haver impede a palavra atrás em seguida sempre que estiver relacionado a tempo, portanto, a expressão há muito tempo atrás nada mais é do que uma redundância, pois, se ocorreu há muito tempo, só pode ter sido muito tempo atrás.
 
O fato é que a redundância Há atrás  só ocorre com o verboHaver, pois quando se utiliza o verbo Fazer, ninguém diz: 
Faz dez anos atrás”, mas sim: “Faz dez anos”; “Faz muito tempo”.


Fonte: Michaelis e Brasil Escola


segunda-feira, 24 de março de 2014

Olá meus amigos! Cá estamos em início de mais uma semana!
Sem muita animação por ser segunda-feira, mas animada com a peça que está em cartaz em São Paulo: Drácula Com Vortice Dance Company, que foi inspirada no livro de Bram Stoker, vale a pena assistir.
Espero que gostem da dica, grande abraço,
Miriam

Drácula Com Vortice Dance Company no Teatro Bradesco

 

Nos dias 15 e 16 de março, chegou ao Teatro Bradesco o mais famoso conto de vampiros da literatura, DRACULA com VORTICE DANCE COMPANY.
Para a criação da peça DRACULA, além de se inspirarem na obra literária de Bram Stoker, os coreógrafos Cláudia Martins e Rafael Carriço trabalham em cima de novos personagens, atuais ou não como a Condessa Bathory, além de outras lendas e mitos.
No desenrolar da peça, DRACULA assume diferentes formas, caras, animais e corpos. A essência deste ser malévolo e de muitos outros personagens é transposta para a contemporaneidade, explorando as várias formas do lado sombrio que existe em nós mesmos.


Serviço:
Drácula Com Vortice Dance Company
Onde: Teatro Bradesco – Rua Turiassu, 2100 – 3° Piso, SP
Quando: Até 26 de março
Mais informações:  http://www.teatrobradesco.com.br/


O conteúdo do post é resultado da associação do Teatro Bradesco com o São Paulo Convention & Visitors Bureau.

domingo, 23 de março de 2014

Tenham um ótimo domingo para ler, ir ao cinema ou assistir um bom filme em casa, essas são algumas opções para um dia chuvoso. De qualquer forma, aproveitem.
Bem, para quem é fã da série Game of Thrones, vejam a boa notícia de que poderá virar filme.
Compartilho com vocês duas poesias de Sonia Maria Piologo, da Casa do Poeta de Praia Grande, no Cantinho da Poesia.
Grande abraço,
Miriam

Game of Thrones pode virar filme


Para quem não perde um capítulo de Game of Thrones, uma das séries televisivas de maior sucesso,  a saga  pode ganhar uma versão cinematográfica, de acordo com informações do site da revista The Hollywood Reporter.
A informações foi feita pelo próprio escritor George R. R. Martin, que disse depender da longevidade do seriado, e que considera transformar o final da saga em um filme de grande orçamento.
O autor ainda cogitou a possibilidade de uma outra adaptação para o cinema, inspirada na trilogia As Aventuras de Dunk e Egg, que se passa 90 anos antes da Guerra dos Tronos. 
A quarta temporada de Game of Thrones começa a ser exibida em abril deste ano nos Estados Unidos e no Brasil.
Vamos aguardar pelo retorno da série e do filme.
------------------------



Compartilho duas poesias de Sonia Maria Piologo, grande poetisa que mantém sua obra divulgada na Casa do Poeta Brasileiro de Praia Grande.

SONHOS DESFEITOS
Ela esperava ansiosa
Que, neste dia tão sonhado,
O sol brilhasse radiante!
Num límpido céu azul,
Que leve brisa trouxesse,
Perfumes de belas flores...
Qual obra de feiticeiro
Caiu chuva impiedosa!
Escureceu, virou noite,
Embora, ainda dia fosse...
Prenúncio talvez... quem sabe?
E ela a linda noiva,
Suava as mãos delicadas,
Enfeitando os seus cabelos,
Belas pérolas em lágrimas
Nos olhos um triste brilho...
No peito um sentimento estranho...
E o céu continuou em prantos...
Se derramando em cascatas,
Molhou seu lindo vestido...
Prenunciando o futuro
De castelos despedaçados...
De tristes dias chorados...
De sonhos para traz deixados.
Em meio a tantas lembranças,
Um príncipe que virou “Ogro”,
Do lindo vestido branco...
Ainda restam os trapos rotos...
Da noiva cheia de encantos...
Ficou um olhar tristonho.

DEVASTAÇÃO
Destruição, extinção, desrespeito...
E o que vemos pelo mundo afora
“Verde que te quero verde...”
Apenas uma frase contraditória
Sabemos que o mal já está feito,
Todos temos responsabilidade...
Ainda que tentemos reparar plantando
Cada árvore que fora derrubada
Ainda que tentemos recuperar as perdas,
O “Caos” caminha a passos largos...

sábado, 22 de março de 2014

Olá queridos amigos! Tenham um bom sábado e curtam bastante.
Vejam que interessante, recebi essa informação por e-mail e compartilho com vocês, pois trata-se de um importante concurso literário da região.
Grande abraço,
Miriam

Concurso Literário Internacional da Casa do Poeta Brasileiro de Praia Grande


A Casa do Poeta Brasileiro de Praia Grande realiza o primeiro concurso internacional de contos, crônicas e poesias na Língua Portuguesa, aberto à participação de associados e de simpatizantes da Casa do Poeta Brasileiro de Praia Grande-SP.

Regras
   Cada trabalho apresentado deverá:
a)     Conter o título e a categoria, se crônica, conto ou poesia;
b)    Ser assinado com o nome artístico do autor, acrescentando a idade, a localidade e o país onde reside;
c)     Ser apresentado em, no máximo, a medida de uma página de papel A4, fonte Arial ou Calibri 12 ou 14, espaçamento normal, no idioma português;
d)    Ser enviado para o E-mail  

2ª – O período para o recebimento dos trabalhos será 30 de junho de 2014.

3ª – Será considerado apenas o primeiro trabalho mensal enviado por cada participante, em cada categoria.

  Será nomeada uma comissão de escritores e poetas notáveis, todos associados da Casa do Poeta Brasileiro de Praia Grande-SP, para avaliar cada apresentação e decidir qual trabalho de cada participante, um por categoria, será publicado no Blog/Antologia, e que será levado à votação virtual para escolha do primeiro colocado em cada categoria.

5ª – Será permitido a um mesmo participante concorrer em todas as categorias.

6ª – O estilo aceito será:
a)     Livre, para contos e crônicas;
b)    Moderno, clássico ou contemporâneo, para poesias.

7ª – O concurso será classificado por 3 faixas etárias, para efeito de seleção e publicação:
a)     Até os 18 anos, as 20 melhores crônicas, os 20 melhores contos e as 20 melhores poesias;
b)    Dos 18 aos 60 anos, as 20 melhores crônicas, os 20 melhores contos e as 20 melhores poesias;
c)     Acima de 60 anos de idade, as 20 melhores crônicas, os 20 melhores contos e as 20 melhores poesias.

  Da premiação:
a)     Os 60 melhores trabalhos de cada área serão publicados sob a forma de livro, sendo lançados 3 livros, simultaneamente, um para cada categoria, com os títulos: Antologia “60 Contos Selecionados”, Antologia “60 Crônicas Selecionadas e Antologia “60 Poesias Selecionadas”.
b)    Cada participante pré-selecionado, que atenda às exigências mínimas de cada categoria, receberá um exemplar grátis correspondente à sua categoria, mesmo que o seu trabalho não seja publicado.
c)     Cada participante selecionado, cujo trabalho seja publicado, receberá dois exemplares grátis correspondentes à sua categoria.

  Todos os participantes, selecionados ou não, poderão adquirir quantos exemplares desejar, via internet, com remessa postal, pela metade do preço de capa da obra.

10ª  Se o participante selecionado em cada categoria for Associado Contribuinte, receberá, como prêmio extra, sem ônus, uma edição exclusiva e impressão de 100 exemplares de sua obra literária, com até 100 páginas, com a mesma qualidade da 2ª Antologia desta Casa do Poeta, com o devido registro na Biblioteca Nacional.

Esclareça as dúvidas e envie sua participação pelo e-mail:

sexta-feira, 21 de março de 2014

Bom dia a todos! Felicidade por ser sexta-feira, pois essa semana não foi fácil para mim, por causa de alguns problemas.
Para relaxar, compartilho a crônica Negócio de menino, de Rubem Braga, da coleção Para Gostar de Ler – volume I, coletânia que adoro e faço questão de rever. Espero que gostem da dica de hoje. 
Grande abraço,

Miriam

Negócio de menino
Rubem Braga

Tem dez anos, é filho de um amigo, e nos encontramos na praia:
- Papai me disse que o senhor tem muito passarinho...
- Só tenho três.
- Tem coleira?
- Tenho um coleirinha.
- Virado?
- Virado.
- Muito velho?
- Virado há um ano.
- Canta?
- Uma beleza.
- Manso?
- Canta no dedo.
- O senhor vende?
- Vendo.
- Quanto?
- Dez contos.
Pausa. Depois volta:
- Só tem coleira?
- Tenho um melro e um curió.
- É melro mesmo ou é vira?
- É quase do tamanho de uma graúna.
- Deixa coçar a cabeça?
- Claro. Come na mão...
- E o curió?
- É muito bom curió.
- Por quanto o senhor vende?
- Dez contos.
Pausa.
- Deixa mais barato...
- Para você, seis contos.
- Com a gaiola?
- Sem a gaiola.
Pausa.
- E o melro?
- O melro eu não vendo.
- Como se chama?
- Brigitte.
- Uai, é fêmea?
- Não. Foi a empregada que botou o nome. Quando ela fala com ele, ele se arrepia todo, fica todo despenteado, então ela diz que é Brigitte.
Pausa.
- O coleira o senhor também deixa por seis contos?
- Deixo por oito contos.
- Com a gaiola?
- Sem a gaiola.
Longa pausa. Hesitação. A irmãzinha o chama de dentro d'água. E, antes de sair correndo, propõe, sem me encarar:
- O senhor não me dá um passarinho de presente, não?