segunda-feira, 24 de junho de 2013

Bom dia amigos! Tenham uma excelente segunda-feira.

Mais uma semana se passou com muita manifestação da população, que considero super válida, mas sem depredação, sem violência e roubo. Qualquer ato de vandalismo perde a voz da palavra.
Bem, compartilho a oficina “Como transformar histórias reais e ensinamentos em livros”, promovida pela Editora Terracota.
Veja que boa dica da Nova Ortografia da revisora de textos Maria Bernadete Bernardo.

 

Oficina “Como transformar histórias reais e ensinamentos em livros” 

Com Nanete Neves


Muita gente tem histórias para contar e ensinamentos que gostaria de passar adiante, só que não sabe como transformar esse conhecimento em livro. Com um bom arsenal de ferramentas de escrita e orientação de leitura isso é possível.
Não ficção é o gênero que mais vende no Brasil. 
Ele inclui desde crônicas e autoajuda, até livros de reportagem e memórias. O ramo de desenvolvimento pessoal e profissional está em alta nas prateleiras e as oportunidades de bolsas e editais governamentais para a escrita de livros educacionais ou de métodos de ensino se multiplicam cada vez mais.
Jornalista e escritora com carreira sólida, Nanete Neves angariou vasta experiência nesse gênero que ela dividirá com os participantes por meio de exercícios e práticas em todos os quatro encontros dessa oficina. Os escritores exercitarão desde os fundamentos da boa escrita até dominarem técnicas focadas no desbloqueio da criatividade e na estruturação de uma obra interessante para o público e para as editoras.

Saiba mais e inscreva-se:

Mais sobre o curso:
·       O que é a literatura não-ficção?
·       Por que o mercado de não-ficção ganhou tanto destaque
·       Biografia, autobiografia, memórias.
·       Exercícios para desbloqueio da imaginação e criatividade
·       A boa crônica: delicadeza, humor e deslumbramento
·       Cuidados com o texto: vícios, exercícios, exemplos
·       O não-acontecimento como matéria de texto.
·       A pesquisa como forma de expandir a criatividade
A quem se destina: aspirantes ao ofício literário, escritores que queiram se dedicar à literatura de não-ficção, redatores publicitários, palestrantes motivacionais, jornalistas e blogueiros interessados em saber mais sobre o gênero e trabalhar intensivamente em seus textos e projetos editoriais.

Dias do curso:
Quando: 6, 13, 20 e 27 de julho
Horário: Sábados, das 10h às 13h
Vagas: 10


Nanete Neves publicou o polêmico livro-reportagem Lavoura dourada (Évora) em 2010. Acaba de lançar o Batendo ponto – uma colherada de humor na hora do cafezinho (Novo Século), que organizou e escreveu ao lado de Nelson de Oliveira e Marcelino Freire, formando um trio de ícones da safra contemporânea nacional. No cenário independente, participou do Projeto Portal e publicou na coletânea latino-lusófona de contos Corda Bamba entre autores portugueses, brasileiros e latinos. Sob o pseudônimo de Laura Fuentes, pode ser lida em diversas publicações da Terracota  como BLABLAblogue, Mecanismos Precários e Todos os Portais.
====================
Nova Ortografia
Colaboração: Maria Bernadete Bernardo 

Nenhum comentário: