domingo, 31 de março de 2013


Olá amigos! Tenham uma Feliz Páscoa cheia de amor e deliciosos ovinhos!

Hoje tem o final do conto Amor eterno.

 

Amor eterno
                        Final 
...
— Não suporto mais vê-lo desta forma, às escondidas e se meus pais descobrem, serei enviada para bem longe, tenho certeza, disse Flávia.
— Não se preocupe meu amor, — disse Arthur, — eu vou tirá-la daqui, vamos embora para vivermos em paz para sempre, disse certo de si o rapaz.
... 
E os dois armaram um plano. Flávia levaria em sua mochila escolar algumas peças de roupas, como se fosse os livros. Fingindo ir para as aulas, mudaria seu caminho até o local marcado por eles.
Assim aconteceu, Flávia naturalmente pegou a mochila, despediu-se da mãe e partiu rumo à sua nova vida, junto de seu amado.
Desviando o caminho, Flávia foi até a estação do metrô combinado por eles e aguardou por Arthur.
Já estava no local há duas horas e nada do jovem aparecer. Desesperada, a moça andava de um lado para outro, o que chamou a atenção de funcionários do metrô. Aos prantos, pois agora se passando quatro horas, Flávia não sabia o que fazer.
Será que ele mudou de ideia? Pensava a moça. Por que ele desistiu? Não compreendo, foi ele quem sugeriu a fuga, meu Deus, deve ter acontecido alguma coisa. Chorava Flávia, que tremia da cabeça aos pés.
Ao vê-la neste estado, os empregados chamaram a polícia. Relutando os policiais levaram Flávia, que chorava compulsivamente.
Em casa, os pais aflitos, mal podiam acreditar na história toda e decepcionados, não compreenderam a paixão da adolescente.
Já havia se passado uma semana e nenhum sinal de Arthur, nada, ele simplesmente havia desaparecido e Flávia não sabia onde procurar.
Com o coração ferido a moça caiu em profunda desilusão. Toda noite a jovem sonhava com o seu grande amor. Isso foi torturando-a dia após dia e Flávia entrou em depressão.
Sem saber o que fazer, os pais levaram-na para tratamento médico e a moça começou a tomar remédios fortíssimos.
Certa noite, Flávia foi despertada com um beijo nos lábios. Tremendo, a adolescente viu, diante de si, seu amor sorrindo para ela, com seus braços abertos e prontos para envolvê-la com sua paixão.
A felicidade, porém, durou pouco, pois Arthur nunca mais apareceu e, mais uma vez, Flávia, enterrou-se em uma tristeza sem volta. Parou de comer, de sair do quarto, de tomar sol e de querer viver.
Definhando a cada dia, ela foi internada, mas acabou se entregando à sua doença, preferindo deixar de existir.
O enterro de Flávia foi simples, mas repleto de rosas vermelhas, que ela tanto gostava.
... Depois de algumas horas, ao cair à noite...
Trajando um lindo vestido branco, a moça foi despertada por um beijo e abrindo os olhos, viu seu eterno amor, sorridente, estendendo-lhe os braços.
De mãos dadas os amantes caminharam sem pressa, pois agora tinham todo o tempo do mundo para o amor.
=====================
2º CulturalMente Santista

Ontem estive presente a mais um debate do 2º CulturalMente Santista, evento promovido pelo jornalista André Azenha, com apoio do SESC, que reúne, até o dia 6/4, grandes nomes da área cultural da Baixada Santista.
No debate, o colunista de cinema do jornal A Tribuna Gustavo Klein, e Chico Marques, colunista de música do Jornal da Orla, que conversaram sobre “Crítica e Jornalismo Cultural”, que apresentaram um panorama sobre a falta de crítica nos veículos de Comunicação, num mundo em que a cultura está cada vez mais em segundo plano, resultado esse de um Brasil que não investe na Educação, um dos grandes pilares da formação cultural do povo brasileiro. A mediação ficou por conta de Lincoln Spada.
O evento contou com a presença do secretário de Cultura Raul Christiano, além do escritor Sérgio Willians, entre outros.
Parabéns André Azenha por seu incansável trabalho na busca da cultura e proporcionar debates tão importantes como esse.



Domingo, 31 de março, 17h, na Gibiteca Municipal

MERCADO DE QUADRINHOS
Alexandre Barbosa, o Bar, quadrinista, chargista

André Rittes, jornalista e professor cujo doutorado foi o uso dos quadrinhos na educação
Mediação: André Azenha

O mercado de quadrinhos vive um momento efervescente, inclusive por conta das adaptações dos gibis para o cinema. No Brasil, qual o panorama do mercado? Como conseguir produzir material autoral.

Stand-up comedy com Caio Marques
Gratuito

Acompanhe a programação até o dia 6/4:



Terça-feira, 02 de abril, 19h30, no Ao Café
ARTES CÊNICAS
Célia Faustino, dança, Percutindo Mundos
Sidney Herzog, circo, do Núcleo Pavaneli, Teatro de Rua e Circo
Lourimar Vieira, teatro, Teatro do Kaos
Mediação: Denise Covas Borges 
Sinopse: Como as artes cênicas dialogam entre si, o momento destes segmentos no país, oportunidades de trabalho e festivais.
Seguido pela peça Dama da Noite, com texto de Caio Fernando Abreu, direção de André Leahum e Luiz Fernando Almeida em cena. 
Av. Siqueira Campos, 462, Boqueirão
Gratuito

Quarta-feira, 03 de abril, 19h30, no Cineclube Lanterna Mágica
MOSTRAS E FESTIVAIS DE CINEMA
Eduardo Ricci, coordenador do Cineme-se, bienal de audiovisual
Junior Brassalotti, diretor de produção do Curta Santos
Mediação: Carlos Oliveira 
Sinopse: O atual momentos dos festivais e mostras de cinema. Como Santos se posiciona neste cenário. A qualidade dos filmes inscritos.
Gratuito

Quinta-feira, 4 de abril, 19h30, no auditório do Sesc Santos
AS ADAPTAÇÕES DE LIVROS PARA O CINEMA
José Roberto Torero, diretor, roteirista, escritor
mediação: Jorge Oliveira 
Sinopse: A relação entre as diferentes artes. Como analisar filmes baseados em livros. Como construir roteiros a partir de livros. Comentários sobre filmes baseados em obras literárias.
Gratuito

Sexta-feira, 5 de abril, 19h30, na Livraria Porto das Letras
REVISTAS LITERÁRIAS INDEPENDENTES
Ademir Demarchi, criador da revista Babel
Valdir Alvarenga, criador da revista Mirante
Mediação: Ineide di Renzo
Sinopse: A produção literária independente, como conseguir publicar dessa forma, os incentivos, projetos, dicas para manter revistas neste formato.
Gratuito

Sábado, 6 de abril, 20h, no Almanaque
MERCADO DE DJS
Wagner Parra, DJ, responsável pelo sebo Disqueria Santos, produtor cultural e sonoplasta
Lufer, DJ, criador da Futurafrica
Mediação: Marcelo Rayel
Sinopse: O segmento de DJs se expande cada vez mais e são várias as formas de atuar neste meio. Será traçado um panorama do mercado, explicadas as diferentes maneiras de ser um DJ e os espaços para discotecagem.
Rua Euclides da Cunha, 97, Gonzaga
Stand-up comedy com Euclydes Escames e Caio Marques
Após o bate-papo, show musical com Danilo Nunes e Jorge Lampa e convidados.
Gratuito
          =====================
Orquestra Sinfônica Municipal
Apresentação no Ibirapuera

Especial de Páscoa, a Orquestra Sinfônica Municipal, sob regência do maestro Maestro John Neschling, se apresenta hoje, às 11h, no auditório do Ibirapuera - Av. Pedro Álvares Cabral, s/n°, Parque Ibirapuera, São Paulo.
O evento é gratuito. 

Nenhum comentário: