domingo, 9 de dezembro de 2012


Clarice Lispector ganha 

homenagem

Hoje, completa 35 anos da morte da escritora Clarice Lispector. Na segunda-feira, seria seu aniversário de 93 anos. Para homenageá-la, a editora Rocco, o Instituto Moreira Salles e outras instituições promovem uma série de atividades no País afora dentro da programação Hora de Clarice. O dia instituído para a comemoração é o de seu nascimento, 10, mas a partir de sábado, fãs da autora que estiverem em São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Curitiba, Florianópolis e Brasília, entre outras cidades, puderam celebrá-la. Nessa mesma linha, o Projeto Clarice, criado em Portugal antes da Hora de Clarice, já conta com a adesão de dez cidades portuguesas e de algumas brasileiras.

“Clarice tem uma posição na literatura brasileira de extremo destaque e a cada ano novos leitores descobrem sua obra”, diz Paulo Rocco, que edita sua obra. Para março de 2013, ele planeja o lançamento de “Clarice e Seus Quadros”, com ensaio do crítico português Carlos Mendes de Souza sobre o trabalho de pintura da escritora, bem como sua relação com os quadros que comprava ou ganhava.

A programação desta edição da Hora de Clarice está mais robusta que a de 2011 e a tendência é que cresça a cada ano, com novas adesões aqui e em outros países.

No Rio, hoje, fãs se reúnem no Jardim Botânico para um sarau, às 10 h, quando serão lidas crônicas de “A Descoberta do Mundo”. Às 11 h, haverá passeio guiado por Teresa, ali mesmo no Jardim Botânico, seguido da inauguração dos bancos cunhados com frases da autora de “A Hora da Estrela”. 

 

O grande dia

 Segunda-feira concentra as atrações para o público adulto. Em São Paulo, há três opções para às 19h. Na Cultura do Conjunto Nacional, o compositor e professor de literatura da USP, José Miguel Wisnik, fala sobre “Laços de Família” e “A Legião Estrangeira”. Na Livraria da Vila da Vila Madalena, Juliana Silvia Loyola faz a palestra O Narrador na Obra Infantil de Clarice Lispector em Texto e Imagem. E na Cultura do Shopping Bourbon, o lado jornalista da autora será abordado por Aparecida Nunes, que acaba de lançar “Clarice Jornalista” (Rocco), e por Nadia Battella Gotlib, organizadora de “Clarice Fotobiografia” (Edusp e Imprensa Oficial).

No Rio, o crítico Silviano Santiago fala na Academia Brasileira de Letras, a partir das 17h30, sobre ficção de Clarice. Ele focará a relação dela com a política. Ao seu lado, Eduardo Portella, que conviveu com a escritora, dará um testemunho.

Eliana Yunes, diretora da Cátedra Unesco de Leitura PUC-Rio, e Regina Michelli conversam sobre o tema Encantamento e Sedução na Arte de Contar Histórias de Clarice Lispector. Será às 19h30, na Travessa do Shopping Leblon. Um pouco antes, às 19 h, no Midrash Centro Cultural, Clarice Niskier e Esther Jablonsky apresentam a peça “Silêncios Claros”. Na sequência, debate com Clarisse Fukelman e Arnado Niskier. Encerrando a programação, o Instituto Moreira Salles promove, no Rio, na terça-feira, às 20h, o concerto “Outra Hora da Estrela”, com Jussara Silveira, Bebê Kramer, Marcelo Costa e Muri Costa.

Esses são os destaques da agenda oficial, mas todos são convidados a celebrar Clarice lendo sua obra, compartilhando suas frases nas redes sociais ou organizando outros eventos.

 

Site
Será lançado na segunda-feira, pelo Instituto Moreira Salles, o site www.claricelispectorims.com.br

Nele, haverá a relação de toda a sua obra comentada por especialistas, além de cronologia ilustrada, vídeo com aula de José Miguel Wisnik, álbum de retratos narrado por Nádia Gotlib e até um blog para divulgar eventos relacionados à escritora.

-------------------------
“Uma Vila de Natal” 
em Campos do Jordão

Um dos maiores atrativos nos natais em Campos do Jordão é a Vila de Natal, organizada na Praça Pinho Bravo, no Capivari. A Vila de Natal conta com pequenos chalés decorados e caracterizados, bonecos automatizados de personagens natalinos, Papai Noel, diversas atividades para todo o público infantil e atividades extras.
Além disso, a Vila ainda oferece ao público histórias contadas e atrações musicais culturais.
A ação é patrocinada pela Sabesp e realizada pela Comissão de Natal e a gestão Comercial Empresarial de Campos do Jordão, além do apoio da Prefeitura e outras empresas.

Serviço:
“Uma Vila de Natal”
Quando: Até 6 de janeiro de 2013
Horário: das 10h às 21h
Local: Praça Pinho Bravo, Capivari, Campos do Jordão (em frente à Avenida Emílio Ribas, número 1008)

Valor: gratuito

-----------------------------

 

Lançamento do livro O fole roncou


Haverá, às 18h, autógrafos e coquetel regional no Bar do Canto. A partir das 19h, baile de forró no Canto da Ema com o Trio Dona Zefa. Os convidados do lançamento pagam meia-entrada para o baile nesse dia.
Um dos mais autênticos gêneros musicais brasileiros, o forró tem uma história cheia de episódios marcantes. Nascido a partir da mistura de ritmos nordestinos como baião, xaxado, coco, arrasta-pé e xote, existe há sete décadas, sobrevivendo aos muitos modismos. 
"O fole roncou" reconstitui a sua trajetória e revela histórias curiosas e divertidas de grandes nomes da música popular, como Luiz Gonzaga, personagem central dessa trama; Jackson do Pandeiro, Marinês, Dominguinhos, Trio Nordestino, Genival Lacerda, Anastácia, Antonio Barros e Sivuca.

Serviço:
Quando: hoje, às 18h
Local: Canto da Ema – Av. Brigadeiro Faria Lima, 364, Pinheiros, São Paulo
----------------------------
O nome dela é Sabine
Hoje e amanhã no Cine Arte

Ciclo França#Passado#Presente
A exibição deste filme tem o apoio da Embaixada da França no Brasil, Cinemateca da Embaixada da França e Institut Français e apoio institucional da Aliança Francesa-Santos.

Dias 9 e 10 de dezembro

“O nome dela é Sabine” - (Elle s\'appelle Sabine)
França / 2007 / 85 minutos / cor / 35 mm
Direção - Sandrine Bonnaire
Classificação – 14 anos


A atriz Sandrine Bonnaire narra a história da irmã Sabine, que é autista, através de imagens
filmadas ao longo de 25 anos. Sandrine testemunha o momento atual de Sabine, que depois
de uma estadia infeliz num hospital psiquiátrico, passa a viver numa estrutura adaptada a ela.

E, dessa forma, numa casa na região de Charente, na França, reencontra a felicidade. A partir
desse episódio, o documentário mostra a penúria e o despreparo de algumas instituições
especializadas e as dramáticas conseqüências que podem causar aos doentes.
* Participou da Quinzena dos Realizadores em Cannes 2007.

Serviço:
O nome dela é Sabine
Dias 9 e 10/12
Local: Cine Arte Posto 4 - Orla do Gonzaga ao lado do canal 3, Santos
Sessões: 16h, 18h30 e 21h
Cinema – documentário
Ingresso: R$ 3,00 (inteira) e R$ 1,50 (meia-entrada - estudantes, maiores de 60 anos e menores de 18 anos, com apresentação do R.G. e professores da rede estadual de ensino). 

Nenhum comentário: