quinta-feira, 15 de novembro de 2012


Para quem não se lembra, vale a pena recordar este importante feriado que depois de algumas guerras, consegui-se a proclamação da república.

Hoje é Dia da Proclamação 
da República

Entre 1822 e 1889 era o regime monárquico que vigorava em nosso país e ao longo desse período tivemos dois imperadores: D. Pedro I e D. Pedro II. Por ser um tipo de regime que não leva em consideração as necessidades do povo, ao longo de todos esses anos o regime monárquico ficou desgastado e a necessidade de mudanças cada vez mais evidente.
Houve várias tentativas de mudança: a primeira delas ocorreu em 1789, em Vila Rica, Minas Gerais, onde vivia Tiradentes e outros revolucionários que tentaram modificar a realidade, principalmente por não concordarem com os altos impostos cobrados pelo rei. Esse movimento ficou conhecido com a Inconfidência Mineira e não acabou nada bem, pois Tiradentes terminou sendo preso e enforcado, encerrando temporariamente com as manifestações. 
Depois, em 1824, outro grupo revolucionário, agora de Pernambuco, tentou ir contra o imperador, constituindo a Confederação do Equador, ação que durou apenas 4 meses e também resultou na prisão e morte de muitos dos envolvidos.
Ainda em 1836, lideres do Rio Grande do Sul entram em guerra contra o Imperador organizando a Revolução Farroupilha, grupo que também foi derrotado e a monarquia continua imperando no país.
Com todas essas derrotas e como a insatisfação estava evidente em todas as classes sociais, houve acontecimentos determinantes para que a proclamação da república realmente acontecesse: os fazendeiros ficaram descontentes com a abolição da escravatura e exigiam que o imperador os indenizasse; e, os produtores de café do interior paulista eram favoráveis às ações liberais e mão de obra livre. 
Cada vez mais isolado, o imperador recebeu o golpe final porque, aos poucos, os militares também foram se revoltando contra o império.
Assim, a Proclamação da República foi um evento que contou com a participação de muitas pessoas, entre elas as que participaram das campanhas abolicionistas, os fazendeiros e o exército. Quem começou, de fato, a conspirar para a derrubada da monarquia foi Benjamim Constant. Porém, quem proclamou a República e pôs fim ao império foi o Marechal Deodoro da Fonseca, figura de maior prestígio no exército. Convencido por Benjamim Constant, o Marechal Deodoro concordou com tal ato no dia 11 de novembro. Foi difícil convencê-lo, pois o Marechal era amigo de Dom Pedro II.
Na manhã de 15 de novembro de 1889, Deodoro, à frente de um batalhão, marchou para o Ministério da Guerra, e declarou o fim do período imperial, e o início do período republicano. 
Dom Pedro II, o imperador da época, que estava em Petrópolis, retornou ao Rio de Janeiro. Ele pensava que o objetivo dos revolucionários era apenas substituir o Ministério. 
No dia seguinte, foi-lhe entregue um comunicado confirmando a proclamação e solicitando sua partida para o exterior. Entre 1889 e 1930 o governo foi uma democracia constitucional e a presidência alternava entre os estados dominantes da época: São Paulo e Minas Gerais.

Fonte: Smart Kids
--------------------------
Estreia hoje Amanhecer – parte 2

Em Amanhecer - Parte 2, a felicidade dos recém-casados Bella Swan (Kristen Stewart) e Edward Cullen (Robert Pattinson) é interrompida quando uma série de traições e desgraças ameaça destruir o mundo deles. Após dar a luz a Renesmee (Mackenzie Foy), Bella desperta já vampira. Ela descobre que Jake (Taylor Lautner), seu melhor amigo, teve um imprinting com a filha e passa a acompanhar seu rápido desenvolvimento. Bella não aceita esse fato no início, mas depois compreende e eles convivem em harmonia.
Paralelamente, Aro (Michael Sheen) elabora um plano para ter a garota em seu poder, graças aos dons especiais que ela possui.

Elenco:
Kristen Stewart, Robert Pattinson, Taylor Lautner, Peter Facinelli, Elizabeth Reaser, Ashley Greene, Jackson Rathbone, Kellan Lutz, Nikki Reed, Billy Burke, Chaske Spencer, Mackenzie Foy, Maggie Grace, Jamie Campbell Bower, Christopher Heyerdahl, Michael Sheen, Lateef Crowder, Daniel Cudmore, Charlie Bewley, Billy Wagenseller, Dakota Fanning, Cameron Bright, Andrea Powell e MyAnna Buring.
Direção: Bill Condon
Gênero: Romance/Aventura
Duração: 115 min.
Distribuidora: Paris Filmes
Orçamento: US$ 131,5 milhões
Classificação indicativa: para maiores de 12 anos

Curiosidades
-A Paris Filmes alterou o título nacional de 'A Saga Crepúsculo: Amanhecer - Parte 2' para 'A Saga Crepúsculo: Amanhecer - O Final'. Dois meses depois, a distribuidora voltou atrás na decisão e manteve o título inicial.
-As filmagens aconteceram entre 1º de novembro de 2010 e 15 de março de 2011. Algumas cenas adicionais tiveram que ser rodadas em 2012.
-O ator Robert Pattison atua e canta em 'A Saga Crepúsculo: Amanhecer - Parte 2', filme que encerra a saga. Ele canta e toca piano na música, traduzida como 'Canção de Ninar da Renesmee'. Duas músicas de Pattinson já foram utilizadas na trilha sonora de 'Crepúsculo': "Never Think" e "Let Me Sign".
-A pré-venda de ingressos de 'A Saga Crepúsculo: Amanhecer - Parte 1' vendeu mais de 370 mil ingressos em todo o País, o equivalente a 5 estádios do Morumbi completamente lotados. A pré-venda de ingressos de 'A Saga Crepúsculo: Amanhecer - Parte 2' teve ainda mais sucesso: 400 mil ingressos.
-Nos EUA, a pré-venda de 'Amanhecer – Parte 2' foi 87% maior que a de 'Amanhecer - Parte 1'. Enquanto o primeiro filme vendeu US$ 626 mil, o segundo conseguiu US$ 1,1 milhão.
-'Amanhecer' foi o maior lançamento em quantidade de salas já realizado no Brasil, com 1.200 cinemas em todo o País além de contar com as tradicionais sessões para fãs a partir da madrugada do dia 17 para o dia 18 de novembro.
-A première da Parte 1, que aconteceria no Rio de Janeiro, foi cancelada.
-Kristen Stewart e Robert Pattinson vieram ao Brasil filmar cenas do longa. Apesar do barulho dos fãs e o tumulto das filmagens, o Rio foi o cenário para apenas cinco minutos da trama de 'A Saga Crepúsculo: Amanhecer'. O acordo com a RioFilme fez a empresa pagar cerca de R$ 850 mil para a produção do projeto.
-Stewart e Pattinson terminaram o namoro em agosto de 2012, quando fotos da atriz beijando o diretor Rupert Sanders durante as filmagens de 'Branca de Neve e o Caçador' vazaram na internet. Meses depois, antes do lançamento de 'A Saga Crepúsculo: Amanhecer - Parte 2', Stewart pediu desculpas publicamente e o casal reatou o namoro.
-Bill Condon, que tem no currículo filmes de prestígio como 'Kinsey - Vamos Falar de Sexo' e 'Dreamgirls - Em Busca de Um Sonho', é o diretor.
Sofia Coppola ('Encontros e Desencontros'), Gus Van Sant ('Milk - A Voz da Igualdade'), Stephen Daldry ('As Horas'), M. Night Shyamalan ('O Sexto Sentido') e o brasileiro Fernando Meirelles ('Cidade de Deus') foram cotados para a direção.
-Catherine Hardwicke ('Aos Treze') dirigiu 'Crepúsculo', Chris Weitz ('A Bússola de Ouro) comandou 'Lua Nova' e David Slade ('30 Dias de Noite') tomou conta de 'Eclipse'.
-'Amanhecer', o quarto livro da franquia, foi dividido em dois filmes. O último livro é o mais complexo e comprido, e seria difícil ser adaptado em apenas um filme.

Veja o trailler, assista a filme:
--------------------------------
1ª Exposição Filatélica Luso-Brasileira

O Prédio Histórico dos Correios de São Paulo, localizado no Vale do Anhangabaú, recebe até domingo (18/11) a 21ª Exposição Filatélica Luso-Brasileira - LUBRAPEX 2012, com entrada gratuita para todos os visitantes.
Celebrando o centenário de Jorge Amado, a feira conta com 215 participantes de todo o mundo em uma exposição com mais de 70 mil selos. Dentre a programação estão atrações culturais, palestras, competições entre expositores e lançamento de selos e carimbos comemorativos. 
No sábado (17/11), às 11h, acontece o Encontro da Associação Brasileira de Jornalistas Filatélicos (Abrajof), organizado por Geraldo de Andrade Ribeiro Jr., presidente da Comissão Organizadora do evento, Secretário da Abrajof e jornalista filatélico há 40 anos.
A Abrajof possui hoje quarenta associados, em geral profissionais de outras áreas que praticam a filatelia e por isso escrevem sobre o assunto.
O encontro é voltado para profissionais que mantêm contato pela internet, trocam informações e correspondências, mas não se conhecem pessoalmente. Aberto ao público, jornalistas não-associados e interessados também podem participar do encontro.
A primeira revista filatélica publicada no Brasil foi lançada em 1822 pelo comerciante e compositor Luiz Henrique Levy, a Brazil Philatélico, uma publicação mensal que teve apenas três edições e, atualmente, está disponível no site da Associação Brasileira de Filatelia Temática (Abrafite). Milhares de revistas e colunas especializadas em todo o Brasil foram lançadas desde então, com o auge do jornalismo filatélico na década de 1970. 
Com a diminuição dos anunciantes e a crise financeira que atinge o jornalismo impresso há algumas décadas, a filatelia encara a internet mais como aliada do que possível vilã. Se o número de correspondências – e, consequentemente, de uso de selos – diminuiu, a oferta de novas informações vindas do mundo virtual facilitou a vida dos filatelistas.
Para saber mais informações, acesso o site da Lubrapex e confira a programação. Para se associar à Abrajof é preciso entrar em contato com a instituição através do site. A exposição fica aberta até domingo (18/11), das 9h às 17h. 

Serviço:
1ª Exposição Filatélica Luso-Brasileira
Quando: até dia 18/11 (domingo), das 9h às 17h
Local: Prédio Histórico dos Correios de São Paulo, localizado no Vale do Anhangabaú – Avenida São João, s/nº, Centro

Fonte: Portal Imprensa  
---------------------------------

Nenhum comentário: