domingo, 4 de novembro de 2012


O Céu Pode Esperar
Comédia, no Teatro Guarany

A Associação dos Aposentados da Fundação CESP apresenta o espetáculo “O céu pode esperar”, comédia que aborda a questão da vida após a morte. Com os atores José Roberto Mororo, Roseli, Elenice, Leonildo, Marina e Cida Pestana.

Serviço:
O Céu pode Esperar
Dia: Hoje (4), às 19h
Local: Teatro Guarany – Praça dos Andradas, 100, Centro, Santos 
Classificação: Livre
Entradas franca
----------------------------
Catavento Cultural e Educacional

Três exposições acontecem no local, são elas: O Sistema Solar em suas Mãos; Opinião – O que o Brasil acha do Brasil e O Estereoscópio de Elliot está instalado na Sala “Luz e Óptica”.

O Sistema Solar em suas mãos: Você poderá interagir com um globo luminoso que apresenta características da superfície de astros do Sistema Solar: o Sol, planetas e luas. Poderá conhecer as rotas de correntes marítimas e as temperaturas dos oceanos da Terra. Esta tecnologia utiliza imagens reais em alta definição e sensores de toque.

Opinião – O que o Brasil acha do Brasil: Transformar números em arte não parece ser uma tarefa fácil. Mas a exposição “Opinião - O que o Brasil acha do Brasil” mostra que isso é algo possível. A exposição traz parte do acervo de pesquisas do grupo IBOPE traduzidas em painéis e instalações interativas que resgatam importantes momentos da história do Brasil. Até 18 de novembro.

O Estereoscópio de Elliot está instalado na Sala “Luz e Óptica”: Depois de passar por reforma, a Sala “Luz e Óptica”, na seção Engenho, reabre para o público com nova atração, o Estereoscópio de Elliot. O aparelho explica, de maneira direta, o princípio da visão 3D, a chamada estereoscópica. No Catavento a imagem que viabiliza a demonstração do efeito é uma montagem contendo uma fotografia da cidade de São Paulo. O retrato foi feito a partir de um prédio na Avenida São João e a Lua foi inserida no cenário depois. Para ficar mais divertida, a cena é composta por um disco voador e um balão. Hoje, o cinema 3D é sucesso entre a maioria do público e a estereoscopia avança cada vez mais em outras áreas, como nos games, jogos eletrônicos e até exames clínicos com imagem.
O Catavento está situado no Palácio das Indústrias, antiga sede da Prefeitura, no Parque D. Pedro II, no centro da cidade de São Paulo, entre a Av. do Estado e a Av. Mercúrio, em frente à Casa das Retortas e próximo ao Mercado Municipal. Com estacionamento no local.

Palácio das Indústrias
O esplêndido prédio que é o Catavento foi construído durante 13 anos, entre 1911 e 1924, quando São Paulo tinha apenas cerca de 100 mil habitantes, e representou um considerável esforço da Cidade.
Foi idealizado como Palácio das Indústrias, nome que na época incluía também a agricultura e a pecuária, como local de exposições, pois São Paulo já despontava como centro de produção. A Represa Billings proporcionaria a energia elétrica que iria movimentar a famosa indústria paulista.
Aproveitando a enorme área disponível com a retificação do Tamanduateí, foi construído pelo Escritório Ramos de Azevedo, responsável, por exemplo, pelo Teatro Municipal. Tem estrutura metálica importada no seu prédio principal, que é bem visível no sótão. Utiliza tijolo aparente como principal acabamento e tem inúmeros elementos decorativos, uns ligados à produção, como touros, e outros não, como cachorros, e seteiras em vários cumes de muradas.  Agregaram-se um verdadeiro claustro, e, depois, uma longa galeria, com dois anexos mantendo uma certa semelhança de estilo. Tem um excepcional porão, que encanta os que o visitam. A área total, incluindo varandas cobertas, é de cerca de 8000m².
Foi Palácio de Exposições, mas com o desenvolvimento acelerado de São Paulo, passou a outros usos, como delegacia de polícia, com prisões no claustro, Assembléia Legislativa e sede da Prefeitura de São Paulo.
Para grande alegria e aproveitamento da população, o Governo do Estado de São Paulo o dedicou ao Catavento, um fim nobre e apropriado. Retorna assim à sua finalidade original, exposições. A adaptação do prédio respeitou o tombamento integralmente.

Serviço:

Palácio das Indústrias
ONDE: Parque Dom Pedro 2º, Centro
QUANTO: R$ 6 (meia a R$ 3)
Horário: O museu fica aberto das 9h às 17h (3ª a domingo).O Telefone: (11) 3246-4137

Fotos: Alexandre Rezende e KASchramm
------------------------------
Feira do Livro de Poá
A Fantasia na Literatura Nacional

Hoje acontece bate-papo sobre o gênero fantástico, com autores consagrados e a nova geração, com Eduardo Spohr, Raphael Draccon, Carolina Munhóz e Leonel Caldela.


Serviço:
Data: 04/11
Horário: 19h
Onde: Porto Alegre - Sala dos Jacarandás - Memorial do RS -

Rua Sete de Setembro, 1020 - Praça da Alfândega 
Com quem: Eduardo Spohr, Raphael Draccon e Leonel Caldela.

Programação e informações: 



Nenhum comentário: