quinta-feira, 11 de outubro de 2012


Oficina de Criação Poética

O que é a poesia? Partindo da questão que ele fomentou e instigou vários poetas a responder, o escritor e editor do Portal Musa Rara, Edson Cruz, elaborou uma oficina que tem como centro a criação poética abordada na perspectiva triádica que a fundamenta e a justifica: o poema, a poesia e o poeta.

O curso é formado sobre dois eixos:

1. Características da poesia: do que é feita? (material); Com o que se parece? (aspectos formais); Para que serve? (causa final); Quem a faz? (causa poética).
• As distinções fundamentais entre a prosa e a poesia.
• As formas fixas na poesia. A estrutura do soneto. A canção. A oralidade.
• Definições para quem gosta delas. O que os poetas dizem sobre o fazer poético.
• Exemplos práticos (análise e construção). Sonetos de Petrarca, Camões, Augusto dos Anjos e Glauco Mattoso.
• A poesia moderna. Temática. A métrica. O Verso branco. O enjambement.
• Análise de alguns poemas emblemáticos (Ferreira Gullar, Drummond, Manuel Bandeira, Augusto de Campos, Fernando Pessoa, João Cabral, Manoel de Barros, Leminski, Borges)
• Haicai: uma homenagem a síntese. O caso Matsuo Bashô.
• A Poesia Concreta e a Internet.
• Função poética e Jakobson.

2. Exercícios e discussões em grupo: a abordagem do módulo é iminentemente prática, mas sem prescindir dos aspectos teóricos. Escrever é antes de mais nada aprender a pensar e a questionar.
Como analisar um poema. Exemplos e exercícios.
• O soneto como a forma fixa mais tradicional. Exercitar.
• Transformando um texto de jornal em poema.
• Criação
de metáforas. O som e o sentido.
• Concisão. O haicai como exercício poético. A renga.
• Composição de poemas a partir de sugestões imagéticas.
• Poema com repetição de uma definição.
• Fazer um poema do sonho alheio.
• A importância do blogue como exercício de criação.
• O mercado editorial: sua lógica e especificidade.
• Dicas para a primeira edição.

Ao final do curso, será publicada uma coletânea dos melhores poemas compostos pelos alunos pela Terracota editora.

A quem se destina

Escritores, redatores publicitários, jornalistas e blogueiros interessados em saber mais sobre o gênero e trabalhar intensivamente em seus textos.
Vagas disponíveis: 18
Quando: 2 meses, 8 encontros. Início: 15 de setembro de 2012.
Horário: Sábados, das 9h30 às 12h30.
Investimento: 1+2 R$225,00 (boleto, cheque) ou em 6 vezes no cartão.
(desconto para ex-alunos e pagamento à vista).
Onde: Espaço Terracota – Av. Lins de Vasconcelos, 1886 – Vila Mariana.
(saiba como chegar aqui)
Inscrições e Informações: Clique aqui.

Sobre o poeta

Edson Cruz: Nasceu em Ilhéus, BA, é poeta, editor e revisor publicitário. Graduou-se em Psicologia, Música, Violão e Letras. Foi fundador e editor do site de literatura Cronópios (até meados de 2009) e da revista literária Mnemozine.
Fez entrevistas para TV Cronópios e Programa Bitniks com grandes escritores contemporâneos. Lançou em 2007, Sortilégio (poesia), pelo selo Demônio Negro/Annablume; como organizador, O que é poesia?, pela Confraria do Vento/Calibán; em 2010, uma adaptação do épico indiano, Mahâbhârata, pela Paulinas Editora. Em 2011, lançou seu poemário contemplado com Bolsa de Criação da Petrobras Cultural, Sambaqui, pela Crisálida Editora. É editor do site de Literatura e Adjacências, MUSA RARA e do selo MUSA RARA, em parceria com a Terracora Editora. Mantém blogue Sambaquis.
-----------------------------
Palácio Saturnino de Brito abre hoje para visitação noturna

Até dezembro o Palácio Saturnino de Brito abre para visitação noturna, das 18h às 21h, dois dias por mês.
Junto com o Museu do Café, local que abriga toda a história do café e do Porto de Santos, as primeiras visitas ocorreram nos dias 13 e 27/9, contando com mais de 200 pessoas.
Hoje ocorre a terceira visita noturna, e a próxima está agendada para o dia 25/10, monitoradas por guias bilíngues e entrada gratuita.
Para os meses de novembro e dezembro, a programação é a seguinte: dias 8 e 22/11 e 6 e 13/12.
Interessados devem agendar as visitas pelo telefone (13) 3201-2657 ou por e-mail: comunicação_rs@sabesp.com.br.
Endereço: Avenida São Francisco, 128, Centro Histórico de Santos.

Aberto durante o feriado

Durante o feriado de 12 de outubro, dia de Nossa Senhora Aparecida, o acervo Saturnino de Brito estará aberto em horário normal, das 11h às 17h, juntamente com o Bonde Histórico de Santos, que funciona também no dia e no mesmo horário.

Palácio Saturnino de Brito

O Palácio Saturnino de Brito faz parte do trajeto do Bonde Turístico do Centro Histórico de Santos e é aberto a visitas de terça a domingo, das 11 às 17 horas, com entrada gratuita e guias bilíngues.
O local concentra ainda o acervo do saneamento, com objetos utilizados pelo engenheiro Francisco Rodrigues Saturnino de Brito e plantas históricas da implantação do saneamento na região, todos abertos à visitação.
Além disso, da sua grande porta de entrada, em ferro batido, a visão é grandiosa: uma escadaria em mármore nacional emoldura um imponente vitral multicolorido, que retrata a escalada da Serra do Mar pelos Bandeirantes. Esta é a primeira impressão que o visitante tem do Palácio Saturnino de Brito. A beleza do prédio, construído em 1936, se integra perfeitamente à paisagem do Centro Histórico de Santos, onde está localizado.
Outra atração é a Sala de Fotos, com imagens da construção dos canais de drenagem, da Ponte Pênsil, do Emissário de Itaipu, do Sistema de Abastecimento de Água da antiga empresa City Of Santos, de equipamentos tombados como a Centenária Usina Terminal situada na Estação de Precondicionamento de Esgotos no José Menino e a Estação Elevatória de Esgoto localizada na área portuária, além de instrumentos de desenho e hidrômetros antigos.  

Nenhum comentário: