sexta-feira, 3 de agosto de 2012


Olá, tenham uma ótima sexta-feira e que o sol prossiga.
Novidades na Bienal do Livro com o Ouro da Casa Mauricio de Sousa.
O livro O Ladrão Catabrum completa 50 anos, leia mais.
A maior exposição já feita na América Latina de obras do artista italiano Michelangelo Merisi de Caravaggio chegou a São Paulo. Primo de Al Gore e irmão de Jackie Kennedy, escritor morre aos 86.
Por hoje vou finalizando e amanhã tem mais assuntos.
Grande beijo,
Miriam

Novidades na Bienal do Livro 2012

“Ouro da Casa” em homenagem a 

Mauricio de Sousa

 

O livro Ouro da Casa, homenagem a Mauricio de Sousa, será lançado na Bienal Internacional do Livro de São Paulo. Todos os autores da obra, que tem diferentes versões da Turma da Mônica, são colaboradores da Mauricio de Sousa Produções.
A ideia começou a tomar forma em 2009, quando, por ocasião do cinquentenário de carreira do criador da Turma da Mônica, teve início, com o livro MSP 50 - Mauricio de Sousa Por 50 Artistas, uma série de publicações em que autores do Brasil inteiro criaram em seu próprio estilo histórias com os personagens de Mauricio.
Essas releituras se tornaram sucesso de público e crítica. Tanto que, nos dois anos seguintes, o projeto foi complementado pelos álbuns MSP + 50 - Mauricio de Sousa por Mais 50 Artistas e MSP Novos 50 - Mauricio de Sousa por 50 Novos Artistas.
Até que os profissionais que trabalham na Mauricio de Sousa Produções também resolveram mostrar as suas versões dos personagens criados pelo chefe. Quase 80 profissionais participaram do livro Ouro da Casa. Desde funcionários antigos, com mais de 50 anos de empresa, até recém-chegados. Entre eles estão Thiago Martins, Romahs, J. Márcio Nicolosi, João Marcos e Giba Valadares.

 

Fonte: Opinião & Notícia

------------------------

Clássico 'O Ladrão Catabrum' completa 50 anos

 

Inspirado no teatro de fantoches, o livro O Ladrão Catabrum, do autor alemão Otfried Preussler, comemora 50 anos em 2012. Lançado em 1962 o primeiro da série de três livros já foi traduzido em 32 línguas e agora se prepara para entrar na era dos aplicativos.
Com sua pistola de pimenta, o ladrão Hotzenplotz ou "Catabrum", como foi batizado no Brasil ameaça a pobre velhinha e rouba a moedora de café dela. Mas Kasperl (Gasparzinho) e Sepperl (Zezinho) decidem recuperar a máquina. Infelizmente, eles caem nas garras de um feiticeiro malvado e precisam de truques bem espertos para conseguir escapar dele e do Catabrum.
Der Räuber Hotzenplotz (O Ladrão Catabrum) é um clássico da literatura infantil de Otfried Preussler, nascido da paixão que desde criança ele tinha pelo teatro de fantoches. O primeiro livro foi publicado há exatos 50 anos, no dia 1º de agosto de 1962.
--------------------------

MASP recebe exposição de Caravaggio


A maior exposição já feita na América Latina de obras do artista italiano Michelangelo Merisi de Caravaggio chegou a São Paulo, depois de passar por Nova Lima, município da região metropolitana de Belo Horizonte. Com o título Caravaggio e Seus Seguidores, a mostra fica em cartaz no Museu de Arte de São Paulo (MASP) até dia 30 de setembro.
No acervo estão seis telas de Caravaggio, que representam 10% dos trabalhos deixados por ele, e mais 14 trabalhos de pintores caravaggescos, como são chamados os artistas influenciados pelo italiano. Entre elas, estão as de autoria de Artemisia Gentileschi, Bartolomeo Cavarozzi, Giovanni Baglione, Hendrick van Somer e Jusepe di Ribera.
Além da limitação quanto ao número de obras, existe uma discussão sobre autoria envolvendo o acervo de Caravaggio. Vista pela primeira vez fora da Itália, a Medusa Murtola (1597) está entre as obras reconhecidas há pouco tempo. Murtola, palavra acrescida ao título da obra, faz referência a um poeta contemporâneo de Caravaggio que tinha esse nome. Murtola havia escrito a carta mais antiga que documenta a existência da segunda Medusa feita por Caravaggio.
A obra era considerada a segunda versão de uma pintura feita por Caravaggio em que também retratava Medusa, o monstro da mitologia grega. Após 20 anos de estudos e análises, porém, Medusa Murtola ganhou status de primeira versão. De acordo com o curador, essa tela foi pintada sobre um escudo de madeira num formato convexo. Diz a lenda mitológica que o escudo refletia o olhar do mostro que transformava em pedra quem o encarasse. O instrumento serviu na defesa de Perseu, o herói da mitologia, no momento em que decapitava Medusa.
A lenda explica a insistência de Caravaggio em pintar sobre o escudo. Mas, por ser um objeto convexo, a dificuldade em executar a pintura foi grande.
Por meio desse raciocínio, concluiu-se que a outra obra de Medusa feita por Caravaggio - sem necessidade de desenho antes da pintura - era a segunda versão, uma ampliação da obra do escudo. Além do escudo, a mostra terá o Retrato do Cardeal (1600), que poderá ser apreciada pela primeira vez fora da Itália.

Serviço:
Exposição Caravaggio
Local: Masp, na Avenida Paulista, de terça-feira a domingo, das 11h às 18h. Nas quintas-feiras, vai até as 20h.
Ingressos: R$15 a inteira e R$ 7 a meia-entrada.
A entrada é gratuita para crianças até 10 anos e para as pessoas acima de 60 anos. Às terças-feiras, todo o público tem acesso gratuito.
------------------------

Primo de Al Gore e irmão de Jackie Kennedy, escritor morre aos 86

 

O americano Gore Vidal, escritor, romancista, ensaísta e roteirista de cinema, morreu nesta terça-feira em sua casa em Los Angeles (Estados Unidos), aos 86 anos de idade, informou a imprensa local.
Vidal faleceu devido às complicações geradas por uma pneumonia, segundo indicaram vários meios da imprensa americana, que citam fontes familiares do autor de Juliano, Apóstata e Hollywood, entre outras diversas obras.
Como roteirista de cinema, Vidal escreveu os textos de Calígula (1979) eParis Está em Chamas? (1966), tendo muito sucesso também como autor de peças de teatro. Candidato eterno ao Nobel da Literatura, Vidal era primo de Al Gore e meio-irmão de Jacqueline Kennedy.
Gore Vidal era considerado um dos intelectuais americanos mais críticos à política oficial de seu país, junto a Susan Sontag, Noam Chomsky e Norman Mailer. Ao lado de Mailer e Truman Capote, também era tido como um dos melhores escritores e pensadores dos Estados Unidos.
Vidal foi um ávido escritor e frustrado político cuja produção literária girou em torno do romance histórico, da sátira sobre o estilo de vida dos americanos e da ficção científica.
Em 1993, obteve o Prêmio Nacional do Livro dos Estados Unidos por seu ensaio "United States Essays, 1952-1992".
No campo da política, Vidal não conseguiu o mesmo sucesso. Nos anos 60, teve um papel muito ativo dentro das fileiras mais liberais do Partido Democrata e se apresentou sem sucesso para o posto de congressista pelo estado de Nova York.
Entre 1970 e 1972, presidiu o People''s Party (de tendência liberal), e em 1982 se apresentou como senador pela Califórnia e ficou perto de conquistar uma cadeira no Congresso ao obter mais de 500 mil votos.
-----------------------



Um comentário:

Sylvia Roesch disse...

Gostaria de saber se "O Ladrao Catabrum" foi publicado em portugues.

Obrigada

Sylvia Roesch