sábado, 18 de agosto de 2012


Olá amigos, tenham um sábado especial!
Tem eventos interessantes acontecendo hoje, vejam só:
1° Sarau de NOD – rock, poesia, teatro e ousadia, gratuito.
Percutindo Mundos: Mundocorpo, na Pinacoteca Benedicto Calixto, gratuito.
Inscrições abertas para workshop de Direção de Fotografia para Cinema, leia mais.
Se você gosta de livros polêmicos não pode perder Private Empire. 
Bem, por hoje é só, espero que gostem e amanhã tem mais novidades.
Abraços,
Miriam

 
1° Sarau de NOD

Acontece hoje, às 19h, a 1ª edição do Sarau de NOD - rock, poesia, teatro e ousadia.
O evento promete uma noite cultural com atores do Teatro Genoma e com músicos da Theatro de Nod e seus convidados, traga sua poesia, leia e se divirta, pois nessa noite a Liberdade de Expressão será total.
Prestigie a cultura de Praia Grande, em homenagem a grande poetiza Elza Batalha.

Serviço:
1° Sarau de NOD
Dia: 18/8, às 19h
Local: Rua Genera Humberto de Souza Mello , 477 - Canto do Forte, Praia Grande - Tapióca do Land.
----------------------------

Percutindo Mundos: Mundocorpo

Hoje, na Pinacoteca Benedicto Calixto


Evento em grande estilo e gratuito pode ser conferido hoje, às 17h, na Pinacoteca Benedicto Calixto, em Santos.
Trata-se de apresentação poética que marca o Percutindo Mundos: Mundocorpo, evento que traz música, danças e literatura. 
A atração é um jogo de música, teatro e literatura com uma equipe que trabalha com quase 100 instrumentos diferentes. A apresentação é inspirada no livro "Mundocorpo", da Edições Caiçaras, escrito por Márcio Barreto, que atua no grupo com voz, percussão e sopro. 
O grupo é composto por Márcio Barreto (voz, percussão e sopro), Célia Faustino (voz, percussão e dança), Jean Ferreira (voz, percussão e dança), Felipe Faustino (percussão), Léo Augusto (percussão), Bira Aljahara (voz e percussão), Robson Peres (viola erudita) e Bruno Davoglio (baixo).

Serviço:
Apresentação poética
Dia: sábado (18), às 17h
Local: Pinacoteca Benedicto Calixto - Av. Bartolomeu de Gusmão, 15, Boqueirão, Santos
Telefone: (13) 3467-4387
Entrada gratuita
-------------------------

Workshop de Direção de 

Fotografia para Cinema

Em parceria entre o Instituto Querô e o Sesc Santos, o projeto Circuito de Oficinas de Audiovisual realiza o workshop de Direção de Fotografia para Cinema, com Alyson Montrezol. As aulas são ministradas nos dias 25 e 26 de agosto, das 13 às 19 horas, no Sesc.
Para se inscrever o interessado, a partir de 16 anos, deverá ter conhecimento da área. No curso serão utilizadas câmeras DSRL, obrigatórias em todo o mercado audiovisual. 
O limite é de 25 vagas e as inscrições devem ser realizadas mediante envio de e-mail para workshop@institutoquero.org
Os selecionados serão avisados via e-mail.
O Sesc-Santos fica na Rua Conselheiro Ribas, 136, Aparecida.

Fonte: A Tribuna online
-------------------------

Private Empire, livro polêmico

De Steve Coll

 

A gigante do petróleo extrai combustíveis poluentes do solo e os vende com margens de lucro exorbitantes. A fusão de 1999 da Exxon, conhecida no Brasil pelo seu nome original, Esso, e da Mobil criou uma empresa cuja receita a colocaria em 21º lugar na lista dos maiores países do mundo, caso o seu faturamento contasse como PIB (um dado questionável porque o PIB se aproximaria mais do lucro, mas mesmo assim muito citada).

A ExxonMobil está enredada nas politicagens de países complicados, em cujos territórios a empresa efetua perfurações em busca de petróleo e gás. O presidente da companhia pelos 12 anos anteriores a 2005, Lee Raymond , é um cético feroz do aquecimento global e amigo de Dick Cheney. Devido a suas flácidas e cartunescas papadas, alguns acham que o executivo se parece exatamente com um vilão.

Steve Coll merece crédito por se recusar a reproduzir tal abordagem simplista em “Private Empire”, seu novo livro sobre a ExxonMobil. Coll, ex-editor administrativo do jornal Washington Post, escreve hoje para a New Yorker e é presidente do New America Foundation, um centro de estudos. Seus dois livros mais recentes foram relatos exaustivamente pesquisados da CIA e da família Bin Laden. Em “Private Empire”, ele volta à mesma visão detalhista sobre uma instituição igualmente controversa. 

Fonte: Opinião & Notícia e Folha de S. Paulo

---------------------------------

Nenhum comentário: