terça-feira, 14 de agosto de 2012


Bom dia e aproveitem a terça-feira.
Veja o que tá rolando hoje aqui na página:
Vem aí a IV Mostra de Teatro do Sindicato dos Metalúrgicos de Santos, que começa nesta quinta-feira, às 20h, com preços que variam de R$ 5,00 a R$ 10,00.
Já para quem gosta de apresentação poética, tem evento em grande estilo e gratuito neste sábado (18), ás 17h, na Pinacoteca Benedicto Calixto, em Santos.

Interessante livro Mundocorpo (poesia), de Márcio Barreto.

Finalizando, leia O Poeta, do escritor Marcos Henrique, autor do livro “O Lado Avesso”,
Espero que gostem dos assuntos e amanhã tem mais.
Abraços,
Miriam
  

IV Mostra de Teatro do Sindicato dos Metalúrgicos de Santos


A IV Mostra de Teatro do Sindicato dos Metalúrgicos de Santos começa nesta quinta-feira, às 20h, com preços que variam de R$ 5,00 a R$ 10,00.
A mostra acontece até o dia 26 de agosto e traz, para a sede do sindicato, mais de 20 grupos de Teatro da Baixada Santista e de São Paulo.
Na 4ª edição os grupos de teatro ganham espaço para apresentarem espetáculos, cenas e leituras à preços populares. Este ano o ator e diretor santista Antonio Roberto Marchese será homenageado e apresenta no dia 21, às 20 horas, o filme "Dois Coelhos" de Afonso Poyart, com atores do filme e entrada franca.

Serviço:
IV Mostra de Teatro do Sindicato dos Metalúrgicos de Santos
Ingressos: de R$ 5,00 a R$ 10,00 e podem ser adquiridos no Sindicato dos Metalúrgicos
Endereço: Av. Ana Costa, 55, Vila Mathias, Santos
Telefone: (13) 8118-2734

Veja a programação:

16 de Agosto às 20h   
Abertura Oficial da IV Mostra de Teatro do Sindicato dos Metalúrgicos de Santos
Patrono Antonio Roberto Marchese
Sax - Fernando Ramos
Intervenção Musical - Isabel Opm e Rogério Baraquet 
Homenagem à Zéllus Machado e Seth Nascimento
Cena Convidada: A Carta - TEP - Teatro Experimental de Pesquisa
Coquetel

17 de Agosto às 20h

Espetáculo: Arrumadinho - Trupe Olho da Rua    
21h    
Cenas: Duo Acrobático.... Anos 70 - Les Dumbs 
Cena: À Espera de Ser Chamado - Grupo Artístico Manamanah    
Cena: Para Uma Avenca Partindo - Presepada (TESCOM)

18 de Agosto às 20h

Espetáculo: Jogo Cênico: Do Melodrama ao Besteirol - Silia e Ceci Dance Theatre

19 de Agosto às 15h

Espetáculo: Parlendar - Cia de Teatro Uni-Duni-Tê
(Espetáculo Infantil - SP)    

Cenas às 20h
Cena: Na Loja de Chapéus - Grupo Ierá Stádio    
Cena: Jóia do Oeste - Grupo Ala de Baco    
Cena: Amor... Do Querer e Não Poder Ter - Grupo Artístico Manamanah    
Cena: Sonho de Uma Noite de Verão - Ierá Stádio

22 de Agosto às 20h
Filme - Dois Coelhos (a confirmar)
Direção: Afonso Poyart

23 de Agosto às 20h

Espetáculo: Coquetel de Cenas de Delivery - Grupo Teatro Delivery
Composto pelas peças curtas:
Refugio de Anne
O Porta-Malas
O Faxineiro

24 de Agosto às 20h
Espetáculo: Sol, Dó, Si, Mi, Ré, Lá - Alunos da Oficina de Teatro da Estação da Cidadania e Cultura de Santos    
Cena: Mamãe Não Tem Cachorros em Casa... - Grupo Taetro de Teatro

25 de Agosto às 20h

Cena: Valsa Nº 6    
Espetáculo: Exercício em Nelson
Grupo Taetro
de Teatro e Alunos da Secretária de Cultura de São Vicente


26 de Agosto às 20h

Espetáculo: O Filho do Cão - Grupo de Arte "O Pessoal do Ainda"

- Encerramento da IV Mostra de Teatro do Sindicato dos Metalúrgicos de Santos

Fonte: Diário do Litoral e site do sindicato
-----------------------

Apresentação poética na 

Pinacoteca de Santos


Evento em grande estilo e gratuito pode ser conferido neste sábado (18), ás 17h, na Pinacoteca Benedicto Calixto, em Santos.
Trata-se de apresentação poética que marca o Percutindo Mundos: Mundocorpo, evento que traz música, danças e literatura. 
A atração é um jogo de música, teatro e literatura com uma equipe que trabalha com quase 100 instrumentos diferentes. A apresentação é inspirada no livro "Mundocorpo", da Edições Caiçaras, escrito por Márcio Barreto, que atua no grupo com voz, percussão e sopro. 
O livro foi lançado em maio na Casa das Rosas durante a Quinta Poética em São Paulo.
O grupo é composto por Márcio Barreto (voz, percussão e sopro), Célia Faustino (voz, percussão e dança), Jean Ferreira (voz, percussão e dança), Felipe Faustino (percussão), Léo Augusto (percussão), Bira Aljahara (voz e percussão), Robson Peres (viola erudita) e Bruno Davoglio (baixo).

Serviço:
Apresentação poética
Dia: sábado (18), às 17h
Local: Pinacoteca Benedicto Calixto - Av. Bartolomeu de Gusmão, 15, Boqueirão, Santos
Telefone: (13) 3467-4387
Entrada gratuita

Fonte: jornal A Tribuna

Mundocorpo (poesia), 

de Márcio Barreto



"Mundocorpo", de Márcio Barreto, lançado dia 31 de maio deste ano, na Casa das Rosas, em São Paulo, é o quinto livro do autor. 
Segundo Barreto, o livro é a tentativa de compreender a corporeidade do mundo através da dança dos corpos celestes e átomos que nos compõem, a afirmação poética que dentro de nós o universo se expande criando outros universos: a mente, o corpo e o mundo unidos por partículas que se apresentam ora como matéria, ora como onda, letra, número. 
"Universos abraçam-me a pele da palavra tenra como gesto tênue sobre o dorso do esquecimento".
Uma poesia que procura outro modo de olhar o mundo e reinterpretá-lo através de suas combinações numéricas e semiologias químicas, a poesia que avança para dentro de si e descobre o universo.
-----------------------------
O poeta

Marcos Henrique Martins

Não sou maior que qualquer poema, por menos parágrafos ou linhas que tenha. Sou apenas um condutor, um maquinista que não faz mais que sua obrigação. Na poesia, às vaidades devem ser esquecidas, pois o poeta que cria um belo poema, apenas pelos aplausos e gritos de “bravo!”, não deve ser lido, pois seu poetar não tem serventia.

O poeta deve ficar feliz com o brilho nos olhos de seu leitor e conter sua vaidade de homem, pois poetas não são deus, são homens que distorcem o real para que mais pessoas possam enxergar as variações de cores; às variações de tons, às infinitas formas de sonhar, sofrer, sorrir, existir, se emocionar. O poeta deve proporcionar uma visão das coisas, criar uma ponte para hemisférios que poucos conseguem perceber.

O verdadeiro poeta se alegra, não com o nascer de seu poema, mas com todas as sensações que uma poesia possa propiciar a quem se aventura a desbrava-la, aquém se aventurar, desnudo, a viajar para dentro dos mistérios de seu coração e não temer perder-se.

Marcos é o autor do livro “O Lado Avesso”: história de Tibério, um homem que ao ser atropelado no dia em que vai pedir a mão de sua namorada em casamento, entra em coma no mundo consciente como é chamado nosso mundo, e desperta em um novo mundo. Um lugar onde há vários anos está em guerra para tentar destituir o tirando rei Basef de seu trono, esse conseguido após Basef assassinar o verdadeiro Rei de Fargo. Ao despertar em Fargo, Tibério não sabe quem é ou de onde veio, nem seu nome, nesse novo mundo ele passa a se chamar Theo e junto com o príncipe curupira Apuã e a espírito da floresta Háfia vão à busca do Mago Nornes, para conseguir descobrir quem é ou como chegou até Fargo. Theo não se lembra do mundo consciente, apenas tem lampejos desse mundo, mas não sabe explicar o que está acontecendo com ele.

Conheça mais sobre o autor, acesse:



Nenhum comentário: