quinta-feira, 14 de junho de 2012

Olá, hoje é dia do começo do Santos Jazz Festival, que continua até dia 17, e no dia 21/6 tem início a 4ª edição da Tarrafa Literária, festival de literatura concebido pelo livreiro e diretor da Realejo Livraria, José Luiz Tahan.
A ameaça da internet obrigou as revistas a se tornarem mais inteligentes. “O jornalismo impresso está morto” era um bordão comum há uns dois anos. Leia mais.
A conferência Rio+20, que começou ontem, no Rio de Janeiro, e vai até o próximo dia 22, está fadada a produzir mais declarações e mensagens do que compromissos concretos, segundo expectativa do Ministério das Relações Exteriores do Brasil.
O inverno está chegando e se você acha que a estação não é propícia para saladas porque a temperatura é baixa e estes alimentos são para o verão, saiba que deixando de ingeri-los você está cometendo uma agressão ao seu organismo, prejudicando sensivelmente a sua pele. Leia mais no Espaço Beleza.
Ufa, por hoje é só, e amanhã tem mais.
Abraços a todos vocês leitores do Histórias Fantásticas.
Miriam

Santos será a capital 
nacional do jazz

Com o objetivo de democratizar o acesso à música de qualidade e estabelecer o município como referência no fomento musical, será realizado, de 14 a 17 de junho, o 1º Santos Jazz Festival www.santosjazzfestival.com.br
Trata-se do primeiro grande festival de jazz do litoral paulista, apoiado pela Lei Rouanet. Serão vinte apresentações, mais oficinas, todas gratuitas, em ruas e boulevares do Centro Histórico, Bolsa Oficial do Café e teatros Coliseu e Guarany.
Para começar com o pé direito, o festival terá como patrono Hermeto Pascoal. Celebrado internacionalmente, o compositor, arranjador e instrumentista de 76 anos fará o show de abertura, ao lado da Orquestra Sinfônica de Santos e da Jazz Big Band, onde apresentará uma canção inédita especialmente para a ocasião: “Do Brasil Para o Mundo”.
Na programação, constam outros nomes reconhecidos nacionalmente e fora do Brasil, a exemplo de Yamandu Costa, Heraldo do Monte, Arismar Espírito Santo, André Christovam, Filó Machado e Delicatessen.

Retirada de ingressos

Toda a programação do Santos Jazz Festival é gratuita. Para os shows de abertura, dia 14h, 21h, no Teatro Coliseu, com Hermeto Pascoal, Jazz Big Band e Orquestra Sinfônica, e a apresentação de encerramento, dia 17, 20h, também no teatro, com Roberto Sion e Yamandu Costa, será necessário retirar os ingressos na bilheteria do local antecipadamente.
Aqueles que pretendem ir ao encerramento do festival, poderão buscar os ingressos nos dias 15 e 16, no mesmo horário. Cada pessoa pode retirar dois convites. Há a possibilidade dos ingressos se esgotarem no primeiro dia de distribuição, para cada noite.

O Teatro Coliseu fica na Rua Amador Bueno, 237, Centro de Santos.
Telefone: (13) 4062-0016.

Workshops

Durante três dias do evento acontecem workshops gratuitos com Hermeto, Arismar Espírito Santo, Michel Leme, Luís do Monte & Mauro Hector, e aula apresentação do Jazz Combo de Tatuí, cidade cujo conservatório é referência nacional. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas no site. São 250 vagas para cada encontro. 
---------------------
Início das Tarrafadas Literárias

Em agosto, acontecerá a quarta edição da Tarrafa Literária, festival concebido pelo livreiro e diretor da Realejo, José Luiz Tahan, e que traz a Santos grandes nomes do setor no país e fora dele. Este ano, um dos parceiros do evento é o Sesc. Para dar início à dobradinha Realejo-Sesc, acontecerá, uma vez por mês, a Tarrafada, bate-papo com algum nome de destaque na literatura, sempre mediado por Tahan. Na primeira edição do projeto, quinta-feira, 21 de junho, 20h, no auditório do Sesc Santos, a atração será o jornalista e escritor Xico Sá.
Ele é autor de “Chabadabadá – As Aventuras do Macho Perdido e da Fêmea que se Acha” e mais 10 livros. Na TV, participou do programa Cartão Verde (Cultura) e marca presença no Saia Justa (GNT). A entrada é franca.
“Essa parceria com o Sesc, além de ser um preparativo para a Tarrafa Literária, propiciará ao público da região a chance de conhecer mais da obra de nomes relevantes não só da literatura, mas do jornalismo e da cultura no país”, diz José Luiz Tahan.

Em julho, a Tarrafada será com o jornalista Moacir Assunção.
A 4ª Tarrafa Literária acontece de 22 a 26 de agosto.  

Serviço:
Tarrafada, com Xico Sá
Dia: Quinta, 21 de junho, 20h
Onde: Auditório do Sesc – rua Conselheiro Ribas, 136, Aparecida, Santos/SP
Entrada franca
Colaboração: André Azenha – Assessor de Imprensa    
----------------------     
A ameaça da internet 

“O jornalismo impresso está morto” era um bordão comum há uns dois anos. Os caros anúncios impressos que mantinham as revistas e os jornais vivos estavam migrando para a internet, onde eles custavam apenas centavos.
Mas a tempestade amainou e uma nova paisagem editorial emergiu. O que outrora fora um negócio razoavelmente uniforme – identificar um grupo de pessoas unidas por alguma identidade ou paixão compartilhada, escrever matérias para que elas leiam e vender anúncios entre as matérias – foi dividido entre vários tipos diferentes.
As matérias factuais talvez sejam as mais difíceis de serem tornadas lucrativas. Estas são cada vez mais instantâneas, constantes e commoditizadas (como petróleo ou arroz, os consumidores não se importam com sua origem). Com raras exceções, ganhar dinheiro com notícias significa ou publicar o tipo barato de matérias que atraem uma grande audiência, e ganhar dinheiro com anúncios, ou ganhar dinheiro com assinaturas. Ambos são negócios inclementes; em países ricos, muitos jornais estão fechando as portas.
Mas entre as revistas há uma nova sensação de otimismo. Na América do Norte, onde a recessão foi mais profunda, mais revistas novas foram lançadas do que saíram do mercado em 2011 pelo segundo ano seguido. A Association of Magazine Medias (MPA) afirma que o público das revistas está crescendo mais rápido do que o da TV e dos jornais, especialmente entre os jovens.
Diferentemente de jornais, as revistas não tinham grandes seções de classificados a serem capturadas pela internet, e o seu material tem uma vida útil mais longa. Acima de tudo, afirma David Carey, chefe da Hearst Magazines, uma grande editora americana, elas representam aspirações: “elas fazem muito bem o trabalho de inspirar os sonhos das pessoas”. As pessoas se identificam bastante com as revistas que leem e por isso os anunciantes as amam: as revistas, afirma Paul-Bernhard Kallen, presidente do Hubert Burda Media, uma grande editora alemã, continua essencial à construção de marca.
O que explica o sucesso particular das revistas voltadas para o mercado de luxo, assim como aquelas dos mercados emergentes, onde uma classe média que cresce rapidamente está entrando na vista desses anunciantes. No Brasil, por exemplo, o Grupo Abril transformou a Minha Casa, uma revista de decoração, na líder de mercado em dois anos graças a um foco cuidadoso em novos proprietários.
 --------------------
Rio+20: muito barulho por nada?

A conferência Rio+20, que começou ontem, no Rio de Janeiro, e vai até o próximo dia 22, está fadada a produzir mais declarações e mensagens do que compromissos concretos, segundo expectativa do Ministério das Relações Exteriores do Brasil.
O entendimento do Itamaraty é de que da Rio+20 deve sair apenas uma declaração conjunta, e não um documento que exija mudanças concretas nas relações entre a economia e o meio ambiente.
A diplomacia brasileira prevê que a declaração final da Rio+20 contenha cerca de 80 páginas, ao longo das quais não constarão medidas fora dos orçamentos previstos por cada país nem alterações das suas respectivas e atuais legislações.
O governo brasileiro deverá gastar no total quase meio bilhão de reais para organizar a Rio+20. Cerca de 140 delegações participam da conferência. A cidade do Rio decretou ponto facultativo (na prática, feriado) nos dias 20, 21 e 22 de junho, quando os chefes de Estado estarão reunidos. 
------------------------
Alimentação saudável no inverno

O inverno está chegando e se você acha que a estação não é propícia para saladas porque a temperatura é baixa e estes alimentos são para o verão, saiba que deixando de ingeri-los você está cometendo uma agressão ao seu organismo, prejudicando sensivelmente a sua pele.
Os alimentos ricos em vitaminas e minerais podem ajudar na batalha contra a pele ressecada no inverno.
Esses poderosos auxiliares encontram-se nos legumes, hortaliças e frutas que combatem os radicais livres.
Aproveite a vitamina C do morango, laranja, mexerica, limão; os efeitos antioxidantes do repolho, brócolis, e da cenoura.
Não se esqueça de incluir as isoflavonas dos grãos de soja e seus derivados e da Vitamina E contida nas castanhas, nozes e amêndoas.
Ninguém precisa ganhar uns quilinhos, o segredo é manter a alimentação balanceada, dividir as refeições em seis porções diárias incluindo estes alimentos. Fuja dos alimentos gordurosos, frituras, enlatados, industrializados em geral.
Uma outra questão é sobre o uso do protetor solar, que mesmo no clima frio, deve ser usado regularmente.  




Nenhum comentário: