terça-feira, 19 de junho de 2012

Bom dia a todos!
Hoje é Dia do Cinema Nacional, veja desde quando começou a produção de filmes no Brasil e a estreia do recente filme E aí... Comeu?
Se você deseja manter limpa a sua energia e atrair bons fluídos não perca o curso de Defesa Energética e Espiritual, que será neste sábado.
Por fim, uma poesia de Márcia Lailin no Cantinho da Poesia.
Bem, por hoje é só e amanhã tem mais. Aguardo você aqui.
Abraços,
Miriam

Hoje é Dia do Cinema Nacional

Dia 19 de junho foi o dia escolhido pela Ancine (Agência Nacional do Cinema) para comemorar o Dia do Cinema Brasileiro. No dia 19 de junho de 1889 o primeiro filme em movimento genuinamente brasileiro foi rodado, pelo cinegrafista italiano Afonso Segreto ao chegar da Europa a bordo do navio Brèsil. Este filme se chamava “Vista da baía de Guanabara” e era um documentário com cenas da Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro. Desde então, os irmãos Segreto começaram a registrar os principais acontecimentos do país, sendo os únicos produtores brasileiros até 1903.
A primeira exibição de cinema no Brasil foi no Rio de Janeiro, no dia 8 de julho de 1896. Com grande sucesso, um ano depois já existia uma sala de cinema fixa no Rio, chamada “Salão de Novidades Paris”, de Paschoal Segreto, um empresário ítalo-brasileiro.
Depois disso, a primeira companhia de cinema brasileira foi fundada, dia 29 de janeiro de 1911, distribuindo salas de cinema por todo o país. Porém, isso deixou muitos atores brasileiros desempregados, porque esta companhia também reproduzia fitas do cinema estrangeiro como o americano, que na época se destacava como o melhor do mundo. Com isso, o cinema nacional entrou em decadência.
Nos anos trinta, Adhemar Gonzaga instalou o primeiro estúdio de cinema no Rio de Janeiro, a Cinédia, que tornou possível as produções de dramas e comédias musicais brasileiras.  Em 1953, o filme “O Cangaceiro” foi realizado, e tornou-se um dos maiores sucessos do cinema brasileiro. O filme foi produzido pela Companhia Cinematográfica Vera Cruz e a história foi inspirada na figura de Lampião, um lendário cangaceiro brasileiro. “O Cangaceiro” foi o primeiro filme brasileiro a conquistar as telas estrangeiras, ele ganhou o prêmio de melhor filme de aventura e de melhor trilha sonora no Festival Internacional de Cannes. Com tal sucesso, o filme foi levado para 80 países e vendido para a Columbia Pictures.
Anos depois, em 1998, o filme "Central do Brasil", filme franco-brasileiro, conquista as bilheterias nacionais e estrangeiras, chegando mesmo a receber um Urso de Ouro em Berlim. A protagonista, a atriz Fernanda Montenegro ganhou o Globo de Ouro de melhor atriz, dando assim confiança aos brasileiros para continuar a fazer filmes de qualidade.
Quatro anos depois o cinema brasileiro conquista de vez o mundo com o filme "Cidade de Deus", recebendo 4 indicações ao Oscar e sendo considerado pela revista Time um dos 100 melhores filmes da história. Após "Cidade de Deus," outro filme a ter sucesso mundial foi o "Tropa de Elite"; porém, não só filmes brasileiros sobre favelas ou pobreza fazem sucesso. Mais recentemente, a comédia romântica "Se eu fosse você" foi adaptado ao cinema americano e ao francês, mostrando que o cinema brasileiro está em franca expansão.  
Fonte: EPortugêse
E aí... Comeu?
Estreia nacional dia 22

Sinopse

Fernando, Honório e Fonsinho são três amigos de infância que, diante da "nova mulher", tentam entender o papel do homem no mundo atual. Fernando (Bruno Mazzeo) é um arquiteto talentoso que acaba de ser deixado por Vitória (Tainá Muller). Ainda tentando entender os motivos da separação, conhece a linda adolescente Gabi (Laura Neiva), inteligente, bem resolvida e madura. Honório (Marcos Palmeira), jornalista, é o machão à moda antiga. Casado com a bela e independente Leila (Dira Paes), ele suspeita que está sendo traído. Fonsinho (Emilio Orciollo Netto) é um escritor conquistador de mulheres. Solteiro convicto, nunca se casou e nunca conseguiu terminar um livro. Sua maior crítica é a garota de programa Alana (Juliana Schalch), por quem ele acaba se apaixonando. Reunidos no Bar Harmonia, eles tentam resolver seus dilemas.
 ---------------------
Curso de Defesa Energética e Espiritual com Marcel Oliveira

Este curso ensina como perceber que estamos em desequilíbrio energético ou espiritual e como nos defender contra energias nocivas e negativas que nos atingem por diversos motivos: invejas, pragas, maldições, demandas mentais e sofredores. Saiba como desmanchar alguns trabalhos de magia negra que atrapalham todos os campos de nossas vidas. Aprenda a ter uma postura mental e comportamental que tornará sua vida mais leve, saudável e protegida em todos os sentidos. Curso teórico e prático com apostila e certificado.

Serviço:
Curso de Defesa Energética e Espiritual
Dia: 23/6, sábado – das 9h às 13h
Escola Recanto dos Saberes
Rua Padre Gastão de Morais, 212, Estuário,Canal 5, Santos 
Telefones: (13) 3025-2454 / 8840-4888
-------------------------
Marcia Lailin
Há duas coisas muito preciosas — tempo e vida. 
Em quantidade reduzida

Presto atenção ao meu coração
Em vez de ser minha cabeça, é meu coração, o órgão que determina minha motivação, meu afeto e meus desejos, 
quem realmente determina aquilo a que darei mais atenção

Não é impossível. 
Não é difícil demais

Embora o coração humano seja capaz das motivações mais nobres e sublimes, 
coisas sórdidas e repugnantes também podem proceder do coração

Nunca digamos: "Sou um caso perdido"
Nunca entre em nosso ouvido: "Um caso perdido"

Fazer a coisa certa
Não é apenas uma questão de se levantar de manhã e de dizer: 
“Hoje vou ser mais amoroso”

Cultivar boas qualidades como modo de vida na aplicação diária, para que se possam formar bons hábitos e boas características, e depois precisamos ser sinceros com nós mesmos em chegar a saber a causa básica de nossas más qualidades e tendências encravadas no coração

Enquanto escrevo tento aplicar em minha vida
Enquanto escrevo tento tirar da teoria para a prática
Enquanto escrevo percebo que sou um simples grão de areia
A noite quando deito digo: "Meu Deus o que faço com tantos erros!"

Então amanhece e começo tudo de novo

Conheça mais a poetisa, acesse:




Um comentário:

marcia lailin disse...

Amei
bjs
e me ache por ai

http://mlailin.blogspot.com.br/