domingo, 6 de maio de 2012


Olá, para quem gosta de música clássica hoje tem o Tocando Santos, lá no Teatro Coliseu, veja como adquirir o ingresso, que custa de R$ 2 a R$ 8.
Você sabia que o quadro “O Grito” é o segundo mais caro do mundo? Eu não sabia e fiquei abismada com o valor pago em leilão.
Veja que lindas as esculturas subaquáticas, e naquele mar maravilhoso de Cancun.
Para finalizar os assuntos de hoje, um pouco de poesia para deixar o dia mais belo. Veja no Cantinho da Poesia, “Jardins envolventes”, de Dione Mara Souto da Rosa.
Beijinhos e até amanhã.
Miriam


‘Tocando Santos’ apresenta a Orquestra Heliópolis no Coliseu

A 18ª edição do projeto 'Tocando Santos' reserva para hoje (6) música clássica, com exibição da Orquestra Sinfônica Heliópolis, às 18h, no Teatro Coliseu, sob regência do maestro Edilson Ventureli. No programa, abertura da ópera ‘Fosca’ (de Carlos Gomes) e Sinfonia nº 9 ‘Novo Mundo’ (Antonín Dvorák).
A Sinfônica Heliópolis nasceu em 1996, com um grupo de 36 alunos da comunidade que leva seu nome. Em 2004, após um projeto do Instituto Baccarelli, a orquestra abriu vagas para estudantes de música de todo o país. Atualmente, o grupo sinfônico é formado por 80 músicos.
Os ingressos, de R$ 2 a R$ 8, estão à venda no Sesc (Rua Conselheiro Ribas, 136, Aparecida), até as 16h de hoje, e após esse horário, somente na bilheteria do Coliseu (Rua Amador Bueno, 237, Centro Histórico).
Informações: (13) 3278-9800
----------------------
O Grito’ é o quadro leiloado mais caro da história

Um leilão realizado na quarta-feira (2) entrou para a história do mercado de arte. O quadro “O Grito”, pintado em 1895 pelo norueguês Edvard Munch, foi arrematado por um comprador anônimo pelo valor recorde de US$ 120 milhões.
O leilão histórico foi realizado na Sotheby’s, em Nova York. O quadro mais caro vendido em leilões até agora era “Nude, Green Leaves and Bust”, de Pablo Picasso, arrematado em 2010 por US$ 106,5 milhões.
“O Grito” vendido nesta quarta pertencia ao empresário norueguês Petter Olsen, cujo pai foi amigo, vizinho e patrono de Munch. O quadro é na verdade uma das quatro variações da obra, a única nas mãos de um colecionador privado.
O quadro mais caro vendido até hoje foi “The Card Players”, de Paul Cezanne, adquirido pela família real do Qatar em fevereiro deste ano por US$ 250 milhões — mais que o dobro do valor do lance final por “O Grito” na Sotheby’s.
-------------------------
Esculturas subaquáticas

Em 2009, o escultor submarino Jason de Caires Taylor, fundou o Museu Subaquático de Arte (Musa), em Cancun, México, o primeiro museu do mundo debaixo d’ água. Suas obras de arte, admiradas por mais de 750 mil visitantes ao ano, são projetadas para se tornar recifes artificiais, que proporcionam um habitat único para as criaturas mais frágeis e extraordinárias do oceano: os corais e seus muitos habitantes marinhos.
Este ano, a artista Colleen Flanigan foi convidada para participar do projeto com alguns de seus designs feitos a partir de rochas vivas artificiais (“Biorock”, em inglês). Enquanto a temperatura e a acidez dos oceanos do mundo continuam a aumentar sob os efeitos do aquecimento global, estas novas esculturas oferecem um ambiente alcalino vital para os corais. Usando uma corrente elétrica de baixa tensão, as instalações criadas por Colleen elevam o pH da água do mar para atrair os minerais de calcário, que aderem à matriz metálica e ajudam os corais a obterem o carbonato de cálcio de que precisam para construir seus exoesqueletos.
Colleen está adquirindo os materiais necessários para dar início ao projeto: equipamentos de soldagem, metais, fontes de energia, aluguel de barcos, tanques de mergulho e a contratação de um cineasta profissional para capturar a sua incrível jornada. Sua ideia é financiar o projeto através da empresa Kickstarter, uma plataforma fantástica para o microfinanciamento de projetos criativos.
--------------------------
Jardins envolventes
Do livro “O Segredo da Rosa”
de Dione Mara

Noite álgida.  Um homem olha as insensíveis
Folhas dispersas em jardins da eternidade:
São poemas voluptuosos. A mulher invade
Silentes sonhos tão distantes, impossíveis.

Um inebriante luar toca os lábios macios
Suspirando por beijos. As brumas, sim, tecem
Desejos de paixão. Mistérios que adormecem
Vão derramando estrelas a unir desvarios.

Desvendados segredos a destilar pelos
Sentimentos de amor. Reveladas e ardentes
Sensações irrompem em fascínio e desvelos.

Num êxtase do enlevo espraiam mil olores,
Recendendo ao calor de corpos envolventes
Que adormecem à sombra em vesperais amores.

Conheça a poetisa, acesse:

E aí, gostaram dos assuntos de hoje?
Deixe sua opinião, sugestão, enfim, envie seus comentários. 

2 comentários:

Dirosa1910 disse...

Oi, Miriam
Ficou muito bonita a postagem. Obrigada pelo espaço!
Beijão,
Dione

miriam santiago disse...

Oi Dione, bom saber que vc gostou.
Suas poesias são ótimas e ficam ainda mais lindas com o toque da imagem que vc coloca.
Beijão, eu é que agradeço por você fazer parte.
Miriam