terça-feira, 14 de agosto de 2018

Oficina de Escrita Criativa, com Rodrigo Petronio
Casa Contemporânea

Olá amigos, tenham uma ótima terça-feira.
A Oficina de Escrita Criativa começou na semana passada, mas ainda dá tempo de participar, pois são quatro meses de curso, confira:

A escrita de um texto pressupõe o uso consciente de diversos recursos expressivos da linguagem: musicalidade, palavras, ritmo, imagens, frases, parágrafos, diálogos, pausas. E também se baseia na busca do que será dito: enredo, estrutura, personagem, conceitos, narrador, ideias, ou seja, os motivos do texto.
A Oficina de Escrita Criativa é fruto de mais de 10 anos de experiência do professor Rodrigo Petronio ministrando oficinas, cursos livres e como professor-coordenador de dois cursos de pós-graduação da FAAP: Escrita Criativa e Roteiro para Cinema e Televisão. Oferece técnicas para o desenvolvimento de textos em diversos gêneros, como ensaio, poesia, conto, crônica ou romance.


Todas as aulas contemplam exposição de teoria e leitura de textos. Isso é possível porque esta é uma das poucas Oficinas que trabalham com encontros de 4 horas de duração. Em termos práticos, a Oficina visa à produção de textos autorais, que serão comentados e avaliados, coletiva e individualmente. Além das leituras coletivas feitas em aula, o aluno pode encaminhar para o professor textos de Leitura Paralela (LP). Estes textos serão analisados e comentados pelo professor durante as aulas.
Um dos intuitos da Oficina também é fazer uma ponte com o mercado editorial e indicar o manuscrito/original do aluno para uma eventual publicação. Não é preciso ter experiência em literatura para participar da Oficina. A Oficina de Escrita Criativa se destina não apenas àqueles que queiram desenvolver uma carreira profissional de escritor, mas a todos os interessados em aprimorar as técnicas da escrita.

Data e horário: 
De agosto a novembro de 2018, às quintas-feiras, das 19h às 23h
AGOSTO 09, 16, 23, 30
SETEMBRO 06, 13, 20, 27
OUTUBRO 04, 11, 18, 25
NOVEMBRO 01, 08, 22, 29
Duração: 16 encontros [4 meses]
Carga horária: 4 horas|aula, 64 horas|aula
A Casa oferece certificado final de participação na Oficina de Escrita Criativa
Há estacionamento próximo ao local e também é possível estacionar na rua
Informações e Inscrições: rodrigopetronio@gmail.com
Local: Casa Contemporânea
Rua Capitão Macedo, 370, Vila Mariana, São Paulo
Fale conosco:
Telefone: (11) 2337-3015


Rodrigo Petronio
Escritor e filósofo. Professor Titular da FAAP, onde atua como professor-coordenador de dois cursos de pós-graduação: Escrita Criativa e Roteiro para Cinema e Televisão. Autor, organizador e editor de diversas obras. Atualmente atua como pesquisador de pós-doutorado no Centro de Tecnologias da Inteligência e Design Digital (TIDD|PUC-SP). Doutor em Literatura Comparada pela UERJ. Desenvolveu doutorado-sanduíche como bolsista Capes na Stanford University, sob orientação de Hans Ulrich Gumbrecht. Formado em Letras Clássicas [USP], tem dois Mestrados: em Ciência da Religião [PUC-SP], sobre o filósofo contemporâneo Peter Sloterdijk, e em Literatura Comparada [UERJ], sobre literatura e filosofia na Renascença. Também na FAAP é professor da pós-graduação em História da Arte e da graduação em Jornalismo. Membro desde 2014 do Laboratório de Estudos Pós-Disciplinares do Instituto de Estudos Brasileiros da Universidade de São Paulo [IEB-USP]. Criou e ministra desde 2014 a Oficina de Escrita Criativa na Casa Contemporânea. 


segunda-feira, 13 de agosto de 2018


Cantinho da Poesia
Um pouco de Mario Benedetti

Olá amigos, bom dia e excelente início de semana.
A Coluna Cantinho da Poesia desta segunda traz a poesia de Mario Benedetti, um dos mais influentes escritores e poetas da literatura uruguaia, confira:



Mario Benedetti
Mario Benedetti possui mais de 80 livros e é considerado  principal embaixador da literatura uruguaia no mundo, traduzidos a mais de 20 línguas. Nasceu em Paso de los Toros (departamento de Tacuarembó) em 1920, mas desde criança morou na capital. Buenos Aires e Madrid formam também suas cidades de residência durante o exílio político na Ditadura dos anos setenta.
Benedetti se iniciou nas letras na redação do semanário marcha, onde se desempenhou entre 1945 e 1974. Também foi crítico literário nas publicações Marginalia, Número e La Mañana.
Sua obra literária cultivou todos os gêneros: conto, novela, poesia, ensaio, drama. Seu primeiro volume de contos foi Esta mañana y otros cuentos(1949), ao que seguiram Montevideanos (1959), Con y sin nostalgia (1977), Geografías (1984) e Despistes y franquezas (1989) como suas obras mais representativas em narrativa breve.
Sua primeira novela foi Quién de nosotros (1953), embora seu reconhecimento internacional chegasse com La Tregua (1960), que originou uma versão cinematográfica em 1974, nomeada ao Oscar como melhor filme estrangeiro. Gracias por el fuego (1965), El cumpleaños de Juan Ángel (1971), Primavera con una esquina rota(1982), La borra del café (1992) e Andamios (1996) completam sua produção de novelas, todas obras de grande êxito.
Sua obra poética se reúne em mais de trinta volumes, onde se destacam Cotidianas, Poemas de otros, Viento del exilio e Las soledades de Babel. O mais significativo de sua poesia se compila no Inventario Uno (1963), Inventario Dos (1994) e Inventario Tres (2003), livros mais que recomendados para se aproximar à vasta criação do autor. O retrato cotidiano de Montevidéu, o exílio e o compromisso com os outros são alguns dos temas abordados em sua literatura.

Por que cantamos
Se cada hora vem com sua morte
se o tempo é um covil de ladrões
os ares já não são tão bons ares
e a vida é nada mais que um alvo móvel

você perguntará por que cantamos
se nossos bravos ficam sem abraço
a pátria está morrendo de tristeza
e o coração do homem se fez cacos

antes mesmo de explodir a vergonha
você perguntará por que cantamos
se estamos longe como um horizonte
se lá ficaram árvores e céu

se cada noite é sempre alguma ausência
e cada despertar um desencontro
você perguntará por que cantamos
cantamos porque o rio está soando
e quando soa o rio / soa o rio
cantamos porque o cruel não tem nome
embora tenha nome seu destino

Pesquisa: Revista Prosa Verso e Arte, Pensador, Poesia Latina 

domingo, 12 de agosto de 2018



Curso Escrita Criativa: Narração e Ficção
Com Paulo Nogueira, gratuito

Olá amigos, bom dia e excelente domingo.
Interessados em participar do curso gratuito, as inscrições começam dia 15/08, acompanhe:


A estrutura da narrativa literária de ficção, num passo a passo didático e objetivo. Sempre com dicas concretas e exemplos instrutivos, passaremos da técnica aos pilares do bom romance: protagonista, foco narrativo, diálogos e cena.
Faça sua inscrição online ou presencialmente, na recepção da Casa das Rosas, a partir de 15/8, até o preenchimento das vagas.
É necessário confirmar a inscrição frequentando a primeira aula do curso. Faltar na primeira aula implica o desligamento automático do aluno.
O curso acontece em setembro, às quartas-feiras, nos dias 05, 12, 19 e 26, das 19h às 21h, gratuito, na Casa das Rosas.

Paulo Nogueira
Romancista, com oito títulos publicados, traduzidos para vários idiomas. Também é cronista, crítico literário e tradutor – entre outros, do livro 1001 Livros que Você Deve Ler Antes de Morrer, para o qual escreveu os verbetes sobre autores brasileiros e portugueses.

Serviço:
Curso Escrita Criativa: Narração e Ficção
Quando: dias 05, 12, 19 e 26/09 – quartas, das 19h às 21h
Local: Casa das Rosas – Av. Paulista, 37, Bela Vista, São Paulo
Mais informações: (11) 3285-6986/3288-9447
Inscrições: gratuitas, início no dia 15/08

sexta-feira, 10 de agosto de 2018


A Pequena Semente do Tempo
Cia. Navega Jangada de Teatro

Julieta é uma criança brincalhona, arteira e curiosa. Seu avô Nono é sábio, contador de histórias e grande amigo do Tempo. Os dois têm algo em comum: aproveitar esse tal Tempo, mesmo que de formas diferentes. Essa relação de amizade e companheirismo entre os dois faz com que possam embarcar em um mundo lúdico de histórias contadas por meio de manipulação de objetos, roupas, tecidos e sombras.
O espetáculo integra o projeto Território SESI-SP de Arte e Cultura, que visa incentivar e difundir a produção artística regional.



Serviço:
A Pequena Semente do Tempo
Teatro de animação, 50 minutos
Quando: neste sábado (11/08) – às 16h
Local: SESI Santos – Avenida Nossa Senhora de Fátima, 366, Jardim Santa Maria
Telefone: (13) 3209-8210
Atividade gratuita
Reservas: Meu SESI: www.sesisp.org.br/meu-sesi

quinta-feira, 9 de agosto de 2018


Dicas da Língua Portuguesa
Ao encontro de ou de encontro a

Olá amigos, muita chuva aqui na Baixada Santista, bom, precisa, as plantas e represas agradecem.
Trago para a Coluna Dicas da Língua Portuguesa desta semana as expressões “ao encontro de” e “de encontro a”, que sempre deixam dúvida, vamos conferir:

Estas duas expressões estão corretas, mas seus significados são contrários e causam empregos incorretos. Seguem exemplos:



Ao encontro de = concordância

Ao encontro de significa ir no mesmo sentido de alguma coisa, na sua direção, indo a seu favor.
Exemplos:
·       O menino foi ao encontro de sua mãe. 
·       Suas ideias vão ao encontro das minhas. Assim, poderemos trabalhar juntos. 
·       Pode contar com meu voto, sua proposta vai ao encontro de meus objetivos. 

De encontro a = discordância, oposição, colisão

Não concordo com suas atitudes. Sua maneira de agir sempre veio de encontro a minha.
Exemplos:
O caminhão foi de encontro ao carro que estava parado.
O que ele fez foi de encontro ao que eu tinha dito.

Pesquisa: Guia do Estudante; Escrever bem

quarta-feira, 8 de agosto de 2018


Centro Paula Souza inicia curso gratuito sobre felicidade

Com carga horária de 12 horas, aluno aprende, em quatro aulas a distância, como ficar de bem com a vida.

Quem sabe o que é felicidade?
Um curso novo, a distância, grátis e online quer ensinar a ser feliz. Após 12 horas de carga horária, o aluno recebe até certificado do Centro Paula Souza (CPS) – autarquia estadual de capacitação profissional que lançou a novidade há menos de um mês.


O que ensina?
Entre as lições, o curso de Felicidade traz conteúdo interativo baseado em psicologia positiva, bem-estar, vida plena, relacionamentos, equilíbrio, valores pessoais, carreira profissional, altruísmo e ciência da felicidade.
São quatro aulas que podem ser feitas em qualquer horário, de qualquer lugar com acesso à internet – como celulares, tablets ou computadores.

Para acessar basta ir à página http://mooc.cps.sp.gov.br
 do programa e escolher, entre as diversas opções gratuitas, o tema Felicidade. Aí é só garantir cadastro e curtir as aulas.

terça-feira, 7 de agosto de 2018


Eu sou Deus – 2 milhões de exemplares vendidos - Indicação de leitor

Eu sou Deus é a indicação de leitura do leitor e amigo do Histórias Fantásticas Camilo de Oliveira, que quando pode, nos envia indicação de leitura.
O livro, escrito pelo italiano Giorgio Faletti, já vendeu mais de dois milhões de exemplares na Itália.
E se você leu um título interessante de qualquer gênero literário envie aqui para a página e compartilhe com os demais leitores.
Agradeço o Camilo por mais esta indicação.
Abraços,
Míriam


Eu sou Deus
O livro que lhe deu fama foi Eu mato. Agora, Eu sou Deus chega às livrarias. E mais uma vez, Giorgio Faletti narra em primeira pessoa uma história de guerra, ódio e vingança. Aparentemente não há qualquer morbidez nas ações do serial killer que mantém Nova York sob ameaça. A escolha de suas vítimas não obedece a complicados percursos mentais nem ele as encara enquanto morrem, mesmo porque não teria olhos para tanto.
Uma jovem detetive esconde os dramas pessoais sob a sólida imagem profissional. Um repórter fotográfico com um passado que deseja esquecer, busca uma segunda chance. Os dois juntos são a única esperança de deter um psicopata que sequer assume a autoria de seus crimes. Um homem que não pode ser responsabilizado pelos próprios atos. Um homem que acredita ser Deus.

Giorgio Faletti
Nascido em Asti, no Piemonte, em 1959, o italiano Giorgio Faletti tem formação em direito, mas tornou-se compositor e comediante de televisão. Estreou na literatura em 2002 com Eu mato, também publicado pela Intrínseca, que vendeu mais de quatro milhões de exemplares na Itália e foi traduzido para 25 idiomas.
É autor de Niente di vero tranne gli occhi e Fuori da um evidente destino, da antologia de contos Pochi inutili nascondigli e de Appunti di um venditore di donne - todos best-sellers que chegaram à marca dos 11 milhões de exemplares vendidos em todo mundo.
  
Dados do Livro
Título: EU SOU DEUS
Autor: Giorgio Faletti
ISBN: 9788580570106
Segmento específico: POLICIAL
Idioma: Português
Encadernação: Brochura
Formato: 16 x 23
P 368
Ano de edição: 2011
Edição: 
Tradutor: Eliana Aguiar  

segunda-feira, 6 de agosto de 2018


Coluna Cantinho da Poesia
Isabel Furini - O Poço

A coluna Cantinho da Poesia desta segunda-feira destaca a poetisa argentina Isabel Furini, para quem não conhece.


a Poesia é poço sem fundo
 (profunda loucura)
às vezes é euforia
e outras vezes é triste agonia

Poesia é trovão
que ensurdece as ruas
ou é vento galáctico
arrasando
o lado escuro da Lua.


Isabel Furini

Educadora e escritora de nacionalidade argentina, escreve poemas desde criança. Suas poesias foram premiadas no Brasil, na Espanha e em Portugal. Publicou 35 livros, entre eles a Coleção A Corujinha e os Filósofos da Editora Bolsa Nacional do Livro, em 2006, Joana a Coruja Filósofa e O Grande Poeta, para o público infantil. Publicou Os Corvos de Van Gogh e  Vírgulas e Outros Silêncios (Poemas). 
Foi nomeada Embaixadora da Palavra pela Fundação Cesar Egido Serrano (Espanha); Embaixadora da Rima Jotabé, Espanha; recebeu Comenda Ordem de Figueiró e foi nomeada Embaixadora Internacional e Imortal da Poesia pela Academia Virtual de Letras, Artes e Cultura do Brasil, em 2015. Participou de antologias na Argentina, no Brasil, no Chile e em Portugal.

domingo, 5 de agosto de 2018


Tocando Santos – 24ª edição
Neste domingo, no Sesc Santos

A edição 2018 do Tocando Santos terá sete concertos, um por mês, até novembro, sempre em um domingo, às 18h. Parceria histórica com o Sesc Santos, o projeto proporciona lazer e cumpre a função de aproximar o público da música de concerto, nas suas mais variadas formações instrumentais. A série de concertos deste ano homenageia o empresário Armênio Mendes, que morreu em outubro do ano passado, aos 73 anos.



Serviço:
Tocando Santos
Quando: neste domingo, dia 05/08, às 18h
Local: Sesc Santos – Rua Conselheiro Ribas, 136, Aparecida – próximo ao Praiamar Shopping
Ingressos: R$8,50 a R$17,00
Mais informações: (13) 3278-9800   

sábado, 4 de agosto de 2018


Trio D. Zefa – Eu gosto desse assunto
Gratuito no SESI Santos

Olá amigos, excelente sábado a todos.
Hoje tem show cultural gratuito no SESI Santos, para quem curte baião vale a pena.


Do baião ao xaxado, Trio Dona Zefa apresenta show dançante com grandes sucessos do tradicional forró pé de serra.
Com um repertório que mescla sucessos de grandes nomes do forró, como Luiz Gonzaga e Genival Lacerda, com algumas composições autorais, o Trio Dona Zefa apresenta o show Eu Gosto Desse Assunto, trazendo ao público as raízes do tradicional forró pé de serra.
Xotes, baiões, arrasta-pés, forrós e xaxados são algumas das vertentes da música nordestina apresentadas durante o show. A mistura de sons da zabumba, sanfona e triângulo, instrumentos típicos da tradicional música nordestina, trazem ao público um show dançante (60 min) e repleto de influências do ritmo. 

Grupo:Tom Silva: Sanfona | Danilo Ramalho: Triângulo e Voz | Murilo Ramalho: Zabumba



Serviço:
Trio D. Zefa – Eu gosto desse assunto
Quando: neste sábado, dia 04, às 20 horas
Local: Teatro do SESI Santos – Av. Nossa Senhora de Fátima, 366, Jardim Santa Maria
Mais informações: (13) 3209-8210
Ingressos: cadastro: http://www.sesisp.org.br/meu-sesi